Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Peixes > NANNACARA ADOKETA

Compartilhe em suas redes sociais:

NANNACARA ADOKETA

nannacaraadoketa
Apistogramma Nannacara Adoketa
(Siglas como "EXP, D15, GALP e etc" é código interno, p/ os embaladores identificarem o aquário e corredor que estão fisicamente).
Nome Popular: Nannacara Adoketa
Nome Científico: Nannacara Adoketa
Família: Cichlidae
Origem: América do Sul / Bacias dos Rios Negro e Orinoco
Sociabilidade: Sozinho, casal
pH: 5.0 a 6.6
Temperatura: 26 a 30ºC
Dureza da água: mole
Expectativa de vida: Cerca de 3 a 5 anos
Manutenção: Fácil
Tamanho adulto: Aproximadamente 10 cm
Alimentação: Onívora, aceita de tudo, mas se quiser incentivar a reprodução e manter seu peixe saudável e com belas cores é recomendado oferecer alimentos vivos - além das rações específicas - ao menos uma vez na semana.
Dica RsDiscus: As seguintes rações atendem às necessidades desta espécie – JBL Novo Bel, JBL Novo Bits, JBL Novo Color, JBL Novo Grano Color, JBL Novo Grano Mix, JBL Novo, JBL Novo Grano Vert, JBL Premium Gala, JBL Premium Grana, JBL Premium Grana Cichlid, Sera Granulat Menu, Sera Vipan, Sera Floken Menu, Sera Flora, Sera Granugreen, Sera GVG-Mix, Tetra Cichlid Mini Granules, TetraColor Tropical Crisps, Tetra Color Tropical Flakes, Tetra Color Tropical Granules, Tetra Min Pro Tropical Crisps, Tetra Min Tropical Crisps, Tetra Min Tropical Flakes, Tetra Min Tropical Flakes Plus, Tetra Min Tropical Granules, Tetra Veggie. Lembre-se sempre de alternar as rações para oferecer uma dieta rica e variada!
Dimorfismo sexual: O macho é maior, mais colorido, apresenta a nadadeira ventral maior, pontas das nadadeiras anal, dorsal e caudal finas (esta última apresentando dois filamentos mais compridos - daí o nome "lira") e o ventre é retilíneo. A fêmea possui as pontas das nadadeiras arredondadas, ventre roliço, é menor que o macho e, após a desova, apresentam tons vermelhos nas nadadeiras ventrais. Importante: estas características aparecem em peixes no final do estágio juvenil e em adultos, a diferença sexual entre filhotes é mais difícil de ser observada.
Comportamento: E uma espécie relativamente mais pacífica que os companheiros de Família, mas não deixa de apresentar comportamento territorial e agressivo com outros da mesma espécie ou formato e coloração parecidos. Os reprodutores devem ser sempre mantidos em aquário próprio e sem outros peixes que possam comer seus ovos ou filhotes, no caso de aquário comunitário é recomendado manter apenas o macho sozinho.
Reprodução: Ovíparo, a fêmea irá colocar os ovos em um local escondido que pode ser debaixo de troncos, folhas ou rochas, ou qualquer outro lugar mais discreto. Os ovos eclodem em aproximadamente 48 - 72 horas quando mantidos em temperatura mais alta, após dois ou três dias da eclosão os alevinos já consumiram o conteúdo do saco vitelino e começam a nadar.
Durante este período a fêmea fica com coloração bem forte e pode ou não ter comportamento agressivo com o macho, cabe ao aquarista observar bem seus peixes e retirar o macho do aquário – caso ocorram brigas – para evitar o estresse de ambos.
Recomenda-se usar filtro interno de espuma ou então colocar perlon na entrada de água do filtro externo para evitar sugar os filhotes.
Tamanho mínimo do aquário: Para apenas um casal 40 litros, para um aquário comunitário 50 litros.
Outras informações: Existem diferentes variações de cores nos exemplares desta espécie, algumas puxam mais para o azul e outras para o vermelho. Um aquário ideal deve possuir substrato fino e fácil de ser cavado, folhas secas, troncos e/ou rochas para servir de local para a desova, água ácida, quente e mole e plantas flutuantes na superfície para controlar um pouco a luminosidade.
Estes peixes apresentam sua coloração de forma vívida apenas quando mantidos em ambiente ideal, peixes em situação estressante (baterias de lojas, logo após o transporte, etc) podem apresentar coloração muito pálida, que é facilmente revertida ao ser transferido para um local com parâmetros e necessidades adequadas à espécie.
É extremamente importante o monitoramento dos parâmetros da água, para isto são recomendados os testes periódicos de pH, GH, KH, Amônia, Nitrito e Nitrato. Existem produtos que testam certos parâmetros constantemente, sem que o aquarista necessite fazê-los a toda hora e que permitem um monitoramento 24 horas, são eles o Seachem Ammonia Alert e Seachem pH Alert – ambos disponíveis em nossa área de "Medicamentos e Testes". Todos os outros testes químicos também podem ser encontrados na mesma área supracitada do site.
Igualmente importante é a manutenção constante da temperatura da água para evitar quedas bruscas que podem levar à debilitação do sistema imunológico do animal e ao surgimento de doenças. Esta manutenção é atingida com o auxílio de aquecedores e/ou termostatos – sendo os últimos mais recomendados, por possuírem um mecanismo que controla a temperatura evitando assim o aquecimento excessivo da água do aquário – e ela é monitorada utilizando-se termômetros que podem ser tanto internos quanto externos. Acessando a nossa área intitulada "Temperatura" você encontra várias opções de termômetros, aquecedores e termostatos.
Peixes que podem ser colocados com apistogrammas: além de outros apistogrammas machos e fêmeas de quaisquer outras variantes, pode colocá-los juntamente com todos os peixes de pH ácido, exceção para os peixes de rio (pois, como são carnívoros). Pode adaptá-los para pH neutro e colocar com todos os peixes deste pH. Não recomendamos colocá-lo em pH alcalino, por diminuir sua expectativa de vida de horas (depende da aclimtação) à anos e irá maltratá-los silenciosamente, forçando sua natureza (não concordamos).
PEIXES COMPATÍVEIS:
1. Sempre planeje seu aquário com peixes de mesmo pH, temperatura, nível de agressividade e tamanho próximo:
- Água ácida (6.0 a 6.8), água neutra (6.8 a 7.2) ou água alcalina (7.2 a 9.0); - Mesma temperatura (peixes tropicais: 26 a 30 graus C / peixes de água fria: 18 a 26 graus C); - Misturar animais pacíficos com pacíficos, agitados com agitados, agressivos com agressivos e carnívoros com carnívoros, qualquer combinação diferente, poderá trazer problemas; - Também misturar animais grandes, médios e pequenos da mesma espécie quase sempre vai ter problemas. Os peixes médios e pequenos terão menos acesso à alimentação do que os grandes e poderão se tornar peixes defeituosos e subnutridos.
2. Se verificar na descrição RsDiscus que o animal é territorialista, de agressividade média a alta, planeje comprar todos os animais no mesmo mês e do mesmo tamanho que os habitantes antigos do aquário. Caso compre novos animais para um aquário já habitado há meses ou anos, pode-se tentar as seguintes técnicas:
- Mudar velhos habitantes briguentos para aquário de quarentena ou hospital e deixá-los lá por um mês, modificar a decoração do aquário, mover pedras, troncos e enfeites de lugar, na tentativa de parecer um novo ambiente, colocar os animais novos no aquário antigo. Após um mês juntar todos no mesmo aquário e verificar o comportamento deles nos próximos dias;
- Colocar os mais briguentos em criadeira de tela ou separar o aquário com tela de acrílico, para que possam se ver, mas, sem agressão ou lutas, por um mês ou mais;
- Última alternativa, doar ou trocar o animal estremamente agressivo com um amigo ou com alguma loja do ramo;
3. Se você tem aquário principal com animais grandes e só encontrar pequenos para a compra:
- Pode-se criá-los em aquário quarentena (somente vidro, filtro tipo hang on e termostato) para engorda e crescimento, alimente-os com duas ou mais rações de qualidade (para dar variedade), alimento congelado e vivo em abundância (alimentação de 2 a 3 vezes ao dia), troca parcial de água (TPA) a cada 2 dias (15%), a RsDiscus indica o uso de Garlic, Vitaminas e Sais* (não utilize nenhum tipo de sal para peixes de couro, como cascudos, botias e corydoras, entre outros). Cerca de 5 a 9 meses estarão juvenis e com tamanho de competição com outros animais adultos do aquário principal.

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletHidroterapia

bulletModalidade equestre rodeio

bulletManchas de lágrimas

bulletHipertensão arterial sistêmica em cães

bulletVidros: armadilha fatal para os pássaros


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapadão Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 (19) 9822 3758 contato@edosbichos.com.br

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com

bullet UNESCO em Bruxelas, no dia 27 de janeiro de 1978

bullet Veridiana Martins Dias
(41) 8891 6887
www.adestramentoamigofiel.com
Amigo Fiel Adestramento

bullet Manuelle Audino Rodrigues de Sá Médica veterinária CRMV 25073 fisiopet@yahoo.com.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletTigresa

bulletHomem Aranha

bulletChora viola / pagode em brasília / a coisa tá feia

bulletVaca profana caetano veloso

bulletÉ o bicho

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletFilhote (cachorro / bear cub)

bulletSoltando os cachorros (the shaggy dog)

bulletO pássaro azul the blue bird

bulletO gato de 9 caudas (il gatto a nove code)

bulletCavalo de guerra


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCrianca, cachorro que fala!

bulletA volta do gato preto

bulletA arca de noé

bulletAmazonas aguas, passaros, seres e milagres

bulletFalando de passaros e gatos

Ver todos os Livros

Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100

Beija flor
R$ 1

Garça branca grande
R$ 5

Arara vermelha
R$ 10

Mico leão-dourado
R$ 20

Onça pintada
R$ 50

Tartaruga-de-pente
R$ 2

Ver todas as Notas e Moedas

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos