Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Peixes > Acara do Congo

Compartilhe em suas redes sociais:

Acara do Congo

acaradocongo
Acará do Congo (Amatitlania nigrofasciata)
Amatitlania nigrofasciata (Günther, 1867)
Nome Popular: Acará do Congo — Inglês: Convict cichlid, Zebra cichlid
Ordem: Perciformes — Família: Cichlidae (Ciclídeos)
Distribuição: Ampla distribuição na América Central
Tamanho Adulto: 15 cm (comum: 8 cm)
Expectativa de Vida: 5 anos
pH: 7.0 a 8.0 — Dureza: 9 a 20
Temperatura: 20°C a 36°C
Aquário Mínimo: 80 cm de comprimento X 30 cm de largura — A decoração do aquário é indiferente, mas pode ser composta por troncos, raízes e pedras para servir de refúgios e potenciais locais de desovas. Você também pode fornecer cavernas adicionais na forma de potes de argila. Plantas poderão ser utilizadas, mas podem ser arrancadas pelos peixes, pois são ávidos escavadores.
Comportamento & Compatibilidade: Embora a literatura “aquaristica” indique se tratar de um peixe pacífico e comunitário, se torna uma espécie agressiva e altamente territorialista quando se reproduz. Algo que ocorre com relativa facilidade e frequência. Se pretende criá-lo em aquário comunitário, considere um aquário de grande porte com 300 litros ou mais.
Alimentação: Onívoro, em seu ambiente natural se alimenta de vermes, crustáceos, insetos, peixes e plantas. Em aquário aceitará prontamente a maioria dos alimentos fornecidos.
Reprodução: Ovíparo, desova em superfícies limpas de rochas, folhas ou troncos. Os pais incubam ovos e guardam os juvenis. Após a eclosão os alevinos são transferidos para inúmeras depressões diferentes que são escavadas no substrato. As cavidades escuras são preferidas como ninhos para esconder as crias e torná-las menos evidentes para os predadores visuais. Aproximadamente 100 a 150 ovos são depositados e vigorosamente guardados e cuidados pelo casal. Ovos eclodem em 3 a 4 dias e nadam livremente em até 3 dias. Os jovens tendem a se reunir em torno do corpo da fêmea, enquanto o macho continua a proteger o território de intrusos.
Dimorfismo Sexual: Os machos tendem a crescer mais que as fêmeas e as nadadeiras dorsal e anal apresentam filamentos maiores nos primeiros raios. Alguns espécimes também podem desenvolver uma protuberância nucal. As fêmeas possuem uma mancha escura característica na nadadeira dorsal e são mais coloridas quando estão em condições de desova.
Biótopo: Dada a sua vasta gama natural, encontra-se numa grande variedade de ambientes, desde águas correntes dos rios até às lagoas e lagos. Quase nunca encontrado em águas abertas, porém, preferem ficar em áreas que contenham cobertura vegetal e rochosos. Também ocorrem em piscinas mornas de nascentes e seus efluentes
Etimologia: Amatitlania; nomeado em alusão a um dos locais de sua ocorrência, Amatitlán. Nigrofasciatus; do latim niger, que significa “preto”, e fasciatus, que significa “bandado, manchado”.
Sinônimos: Cryptoheros nigrofasciatus, Cichlasoma nigrofasciatum, Archocentrus nigrofasciatus, Heros nigrofasciatus
Informações adicionais: Ocorre na encosta do Pacífico, do Rio Sucio, em El Salvador até Rio Suchiate, na Guatemala; Encosta Atlântica, do Rio Patuca, Honduras até o Rio Jutiapa, na Guatemala. Tem ampla distribuição na América Central, sendo nativo da Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica e Panamá. Também existe como espécie introduzida em vários países, incluindo os EUA e a Austrália.
Uma espécie extremamente popular no aquarismo e muito adaptável, sendo indicado para aquaristas iniciantes. Existem várias formas de cores artificiais, incluindo a popular forma rosa, leucística, assim como variedades de nadadeiras longas e marmoreadas.
No Brasil é conhecido como Acará do Congo, nomenclatura incorreta uma vez que o peixe é originário da América Central e não ocorre no distante país do continente africano (Congo).

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletPrecificação

bulletEstudo comparativo entre as técnicas de esfregaços de punção espl?nica e de sangue periférico para diagnóstico laboratorial de babesia equina na regi?o de jundiaí

bulletPeixe elétrico

bulletMarketing veterinário

bulletExenteração


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Silvana Souza
médica veterinária
crmv-sp 9617
animalcamp
rua d pedro i n? 663; guanabara - campinas/sp
fone: (19) 32425370 ou 97965242
www.animalcampcjbnet
homeovete@yahoo.com.br

bullet Claudia Leschonski Veterinária de Cavalos Blog http://leschonski.blog.terra.com.br/

bullet Dra Cleuma Ferreira, Medica Veterinária, telefone 11 41164783, Rua Jacira, 80 Moema São Paulo/SP, contato@dracleumaferreira.com, www.dracleumaferreira.com, instagram @endocrinopatinha, facebook/endocrinopatinha

bullet Eng Agrônomo André Fabbrocini Gonçalves, atua na área de manejo de pastagem, segurança dos animais, nutrição, desenvolvimento de projetos http://www.andrefabbrocini.com.br/ (11) 93829722 e (11) 77435504 e nextel 96*40594

bullet Giorgia Bach advocacia@praticaclinica.com.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletBorboletas

bulletA tartaruga abortou hangover

bulletOlímpico por natureza todo mundo se encontra no rio

bulletSafado, cachorro, sem vergonha babado novo

bulletPeacock

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet

bulletTarzan

bulletÁgua para elefantes

bulletFeito cães e gatos (the truth about cats and dogs)

bulletDeu a louca nos bichos


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletAmazonas aguas, passaros, seres e milagres

bulletMarley e eu

bullet4 vidas de um cachorro

bulletMemorias de um gato

bulletO gato que falava com fantasmas

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos