Home Page > Raças & Espécies > Pássaros > Garca-real-europeia

Garca-real-europeia

garcarealeuropeia

origem: wikipédia, a enciclopédia livre
garça-real-europeia
estado de conservação
pouco preocupante (iucn 31)
classificação científica
reino: animalia
filo: chordata
classe: aves
ordem: pelecaniformes
ciconiiformes
família: ardeidae
género: ardea
espécie: a cinerea
nome binomial
ardea cinerea
linnaeus, 1758
distribuição geográfica
verde-claro: verão
verde-escuro: ano inteiro
azul: inverno
a garça-real-europeia (no brasil) (ardea cinerea) é uma garça da europa cuja aparência é a de uma ave com dorso cinza e faixa superciliar negra que se estende até as longas penas nucais também é conhecida pelos nomes de galangundo (em angola), garça-real ou garça-cinzenta (em portugal)
índice [esconder]
1 descrição
2 habitat
3 alimentação
4 reprodução
5 características
6 taxonomia
7 referências
8 ligações externas
descrição
da mesma família das cegonhas, é a garça mais abundante e difundida da europa possui um comprimento de cerca de 95 cm, uma envergadura de 185 cm e peso de 1,6 a 2 kg pode viver cerca de 25 anos apresenta pernas altas, pescoço longo e bico longo e afilado os juvenis apresentam cores mais claras, dorso cinzento acastanhado e ventre branco raiado de negro não possuem penacho atingem a maturidade aos dois anos de idade
habitat
pode ser encontrada normalmente em extensões de água doce com pouca profundidade e também em costas marítimas muitas vezes partilha o habitat das cegonhas
alimentação
alimenta-se principalmente de peixes, mas não despreza batráquios, répteis, pequenos mamíferos, insetos ou moluscos terrestres e aquáticos digere bem as espinhas mas regurgita os pelos dos roedores na forma de bolas
reprodução
reproduz-se de fevereiro a julho nidifica normalmente em colónias, em cima de árvores, perto da água o seu ninho é chato, em forma de plataforma, semelhante ao das cegonhas a fêmea põe de 3 a 6 ovos muito claros os ovos são cobertos alternadamente pelos dois progenitores durante 25 a 28 dias os jovens começam a voar ao fim de 50 dias e abandonam o território dos pais ao fim de 8 a 9 semanas
características
durante o voo retrai o pescoço este facto, associado ao bater de asas lento e pesado, poderá dar origem a confusão com o voo de uma ave de rapina, mas diferencia-o definitivamente das cegonhas

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletBurro P k ralho

bulletAbelha sem mel

bulletTartaruga trem da alegria

bulletNós, Os Gatos

bulletAranha hangover



Dicas Veterinárias:

bulletDioctofimose renal

bulletBerne

bulletAminoácidos na nutrição equina

bulletPor que castrar ou não castrar cães machos

bulletPênfigo



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet SKS Promoções Silvia Milani sksprom@uol.com.br>

bullet Prof. Fabiano Gregolin professorfg@uol.com.br>

bullet Dr. Carlos Artur Lopes Leite é médico veterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF>

bullet por Priscila Pinheiro - Pet Sitter

 

Bicho Feliz Pet Sitter

Site: https://sites.google.com/site/bichofelizpetsittercotiasp/

Whatsapp e celular: (11) 98586-9212

Twitter: @bichofelizps

>

bullet Rafael Wisneski http://blog.meucaocompanheiro.com/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletRin tin tin - o filme

bulletBenji - o filme

bulletThe batman (1943)

bulletMeu cachorro skip (my dog skip)

bulletÁgua para elefantes



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletVira-lata? não! também sou cachorro

bulletVida de cão

bulletGato que gostava de cenoura

bulletLivro de banho galinha pintadinha

bulletEu não sou cachorro, não

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos