Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Cães > Spitz japonês

Compartilhe em suas redes sociais:

Spitz japonês

spitzjapones

País de origem: Japão
Nome no país de origem: Nihon Supittsu
Utilização: Cão de companhia
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: diz que a origem do Spitz Japonê;s é o grande Spitz
Branco que foi trazido do Japão em torno de 1920, via Sibéria e parte do Nordeste
da China. Em torno de 1921, a raça foi exibida, pela primeira vez, em uma exposição
em Tóquio.
Posteriormente, em 1925, dois pares de Spitz Brancos foram importados do Canadá, e
até quase 1936, as importações vieram do Canadá, Estados Unidos, Austrália e China.
Subseqüentemente, os descendentes destes cães foram cruzados para produzir uma
raça melhor. Depois da Segunda Guerra Mundial, o padrão da raça foi estabelecido
pelo Kennel Clube do Japão em 1948, e é válido até hoje.
APARÊNCIA GERAL: coberto por uma profusa pelagem branca, com focinho
pontudo, orelhas triangulares e eretas e uma cauda franjada sobre o dorso. De
constituição robusta e balanceada, sua harmoniosa beleza lhe dá uma aspecto vivaz
e digno, peculiar desta raça, e expressa elegância.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: a relação entre a altura da cernelha e o
comprimento do corpo é de 10:11.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: inteligente, alegre, com sentidos
aguçados. Não é permitido que ele seja barulhento.
CABEÇA: tamanho em equilíbrio com o corpo; moderadamente larga e arredondada.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: testa moderadamente desenvolvida. A parte posterior do crânio mais larga.
Stop: defi nido.
REGIÃO FACIAL
Tr ufa: pequena, redonda e preta.
4
Focinho: pontudo. A ponta ligeiramente arredondada e bem balanceada. Lábios
aderentes e preferencialmente pretos.
Maxilares / Dentes: dentes brancos e fortes com mordedura em tesoura.
Olhos: moderadamente grandes, de forma amendoada inseridos ligeiramente oblíquos,
de cor escura. Bordas dos olhos pretas.
Orelhas: inseridas altas, pequenas, triangulares, eretas, direcionadas para a frente e
não muito afastadas.
PESCOÇO: moderadamente longo, com músculos bem desenvolvidos.
TRONCO
Cernelha: alta.
Dorso: reto e curto.
Lombo: largo.
Peito: largo e profundo; costelas bem arqueadas.
Linha inferior : bem esgalgada.
CAUDA: inserida alta, moderadamente longa, portada sobre o dorso.
MEMBROS
Anter iores: ombros bem inclinados; antebraços, retos; cotovelos bem próximos ao
corpo.
Posteriores: musculosos; joelhos e jarretes moderadamente angulados.
Patas: pés de gato. Almofadas grossas e desejavelmente pretas, assim como as unhas.
MOVIMENTAÇÃO: rápida e ativa.
PELAGEM
Pê;lo: pelagem de cobertura reta e eriçada. Subpê;lo curto, macio e denso. A testa, as
orelhas, a frente dos antebraços e a parte inferior dos jarretes são de pelagem curta. O
restante é coberto por uma pelagem longa e abundante, especialmente do pescoço até
os ombros, e o antepeito coberto por uma bonita juba. A cauda também com longas
e profusas franjas.
COR: branco puro.
TAMANHO
Altura na cernelha: machos: 3038
cm
fê;meas ligeiramente menores que os machos.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
· prognatismo superior ou inferior.
· cauda fortemente curvada.
· timidez; barulhento.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
· orelhas caídas.
· cauda não portada sobre o dorso.
NOTAS:
· os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.
· todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualifi cado.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletMeu violão e o nosso cachorro

bulletPedaço de chão

bulletCobras essiele

bulletNarração de quadrilha junina

bulletHino do galo da madrugada alceu valença



Dicas Veterinárias:

bulletComo tratar um cão sangrando

bulletLipidose hepática em felinos

bulletHemodialise veterinária

bulletSindrome do cão nadador

bulletTumor testicular (células de sertoli) em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Policlnica Veterinria de Cotia Av. Ralf Boli, 25 Granja Carolina, Cotia SP Tel.: 11 46162677 >

bullet UniversoEquino.com.br
Médica Veterinaria Mariana Marcantonio Coneglian CRMV PR 07428>

bullet Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br>

bullet Beatriz Duarte Treinadora Especialista em Comportamento Canino Lord Cão Treinamento de Cães Ltda beatriz@lordcao.com.br>

bullet Virgínia Figuerôa (11) 55061144 / virginia@ecco.inf.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bulletBirdman

bulletUma dupla quase perfeita

bullet

bulletO filho do ace ventura



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletQuem e mais feliz: voce ou o seu cachorro?

bulletO gato que falava com fantasmas

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletO gato de botas

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos