Home Page > Raças & Espécies > Cães > Terrier irlandês do glen do imaal

Terrier irlandês do glen do imaal

terrierirlandesdoglendoimaal

País de origem: Irlânda
Nome no país de origem: Irish Glen of Imaal Terrier
Utilização: Como outros Terriers, esta pequena
e valente raça teve que caçar texugos e raposas,
assim como manter a população de ratos ao mínimo.
Atualmente é um gentil e dócil cão de família.
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: da mesma forma que muitos cães do grupo Terrier, não
eram realmente apreciado pelos cavalheiros desportistas antes de meados do século
19, o Terrier Irlandê;s de Glen do Imaal é uma raça antiga que simplesmente foi
ignorada por longo tempo, apesar dos resultados posteriores das experiê;ncias da
raça. Ele é muito mais uma raça local, confi nada à árida região de Glen do Imaal. Os
fazendeiros dessa região, os quais descendem dos soldados cujas terras foram recebidas
como pagamento por serviços prestados à Coroa Britânica nos séculos 16 e 17 e que
tiveram que utilizar sua astúcia natural e destreza para sobreviver nestes terrenos
áridos. Um cão, que não pudesse imporse
na luta do dia a dia pela subsistê;ncia não
seria tolerado. Assim ele teve que dispender longas horas puxando carroças de cães e,
freqüentemente era levado a brigar com outros cães no duvidoso esporte de rinha de
cães, hoje extinto. Antes do Terrier Irlandê;s de Glen of Imaal tornarse
conhecido nas
exposições caninas, ele desenvolveu através de gerações de trabalho árduo o forte e
troncudo cão que conhecemos hoje. O Kennel Clube Irlandê;s reconheceu ofi cialmente
a raça em 1934 e um clube para cuidar dos seus interesses foi logo fundado.
APARÊNCIA GERAL: de porte médio, com pelagem de comprimento médio, grande
força revelando máxima substância para o tamanho do cão.
PROPORÇÕES IMPORTANTES:
· tronco mais longo do que alto, próximo ao solo.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: ativo, ágil e silencioso quando
trabalha. Caçador e esperto, com grande coragem quando requerido, entretanto,
meigo e dócil que emana personalidade; sua natureza leal e afetuosa faz dele um
cão muito aceitável nas casas e de companhia. Dizse
que o Terrier Irlandê;s do Glen
do Imaal é o menos excitável dos terriers, embora esteja sempre pronto para caçar
quando chamado.
CABEÇA
REGIÃO CRANIANA
Crânio: de boa largura e comprimento sufi ciente.
Stop: pronunciado.
REGIÃO FACIAL
Tr ufa: preta.
Focinho: poderoso, afi lando para a trufa.
Maxilares: fortes.
Dentes: sadios, regulares, fortes, de bom tamanho. Mordedura em tesoura.
Olhos: marrons, de tamanho médio, redondos, inseridos bem afastados. Olhos claros
devem ser penalizados.
Orelhas: em pequena rosa ou semiereta
quando em atenção, deitadas para trás em
repouso. Orelhas caídas ou eretas são indesejáveis.
PESCOÇO: muito musculoso e de comprimento moderado.
TRONCO: profundo e longo; mais longo do que alto.
Linha super ior: reta
Lombo: forte.
Peito: largo e forte, costelas bem arqueadas.
CAUDA: cortada. Forte na raiz, bem inserida e portada alegremente. A cauda do fi lhote
deve ser cortada na metade do seu tamanho natural. A cauda natural (não cortada) é
permitida em países onde cortála
é proibida por lei.
MEMBROS
Anter iores
Ombros: largos, musculosos e bem angulados.
Per nas: curtas, arqueadas e de boa ossatura;
Patas: compactas e fortes, com almofadas redondas. São ligeiramente viradas para
fora em relação aos metacarpos.
6
Posteriores: fortes e bem musculosos.
Coxas: bem musculosas.
J oelhos: bem angulados.
J arretes: não virados nem para dentro nem para fora.
Patas: compactas e fortes, com almofadas redondas.
MOVIMENTAÇÃO: livre, sem hackney. Cobrindo o solo sem esforço e boa
propulsão nos posteriores.
PELAGEM
Pê;lo: de comprimento médio, de textura áspera com suave subpê;lo. A pelagem pode
ser aparada para apresentar um contorno bem delineado.
COR
· azul rajado mas sem tendê;ncias ao preto.
· trigo, desde o trigo claro ao dourado avermelhado.
· os fi lhotes podem nascer nas cores: azul, trigo ou avermelhado. Filhotes com cores
mais claras tê;m uma máscara azul e também podem ter uma faixa azul no dorso,
cauda e nas orelhas. As marcações mais escuras clareiam com a maturidade.
TAMANHO / PESO
Altura na cernelha: machos: máximo de 35,5 cm.
fê;meas: proporcionalmente menores.
Peso: machos: 16kg
fê;meas: proporcionalmente menos.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
· orelhas de Hound.
· prognatismo inferior ou superior.
· corpo muito curto.
· frente reta.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
· cor preto e castanho.
· focinho estreito.
NOTAS:
· os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem
desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletMilagre dos peixes

bulletTelevisão de cachorro pato fu

bulletVaca profana caetano veloso

bulletCaminheiro

bulletBoi soberano



Dicas Veterinárias:

bulletComo transportar um cão machucado 2

bulletO que seu cão e gato não deve comer

bulletGatos são inteligentes?

bulletPrimeiro banho no filhote passo a passo e dicas para cão adulto

bullettransfer?ncia de embri?o no equino



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Luelyn Jockyman CRMVSP 14.512 Clínica Animaletto (19) 32589280 Av. Mário Garneiro 438 (Estrada do San Conrado) Sousas>

bullet Fábio Brito do http://vida estilo.estadao.com.br/blogs/conversa de bicho/festa junina e pets diversao com seguranca/>

bullet Antonio Roberto Bacila é médicoveterinário, diretor técnico e presidente da Organnact Saúde Animal.>

bullet Luciana Leite Ribeiro dos Santos Médica veterinária CRMVSP 8298 www.spaces.msn.com/members/vetemcasa lulrs@yahoo.com.br>

bullet Jo?o Kleinerdr jo?o alfredo kleiner dvm, msc especialista em oftalmologia e clínica cirúrgica geral acvo ophthalmology course wisconsin, madison ? 1998 e-mail: docjak@vetweb.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletBabe, o porquinho atrapalhado

bulletCacados

bulletMamãe virei um peixe (hjælp, jeg er en fisk)

bulletTubarao ii

bulletO mar não está prá peixe: tubarões à vista! (the reef 2: high tide)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCães de guerra

bulletFalando de passaros e gatos

bulletPassaros sao eternos, os

bulletO gato que falava com fantasmas

bulletMais que um leao por dia

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos