Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Cães > Shiba

Compartilhe em suas redes sociais:

Shiba

shiba

País de origem: Japão
Nome no país de origem: Shiba
Utilização: Caça de pássaros e pequenos animais; companhia.
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o Shiba foi uma raça primitiva do Japão desde remotos
tempos. A palavra “shiba”, originalmente, se referia a alguma coisa “pequena”, um
“cão pequeno”. Seu habitat natural eram as áreas montanhosas do Japão, em frente
ao mar e era utilizado como cão de caça para animais pequenos e pássaros. Haviam
ligeiras diferenças na raça, de acordo com os lugares onde eram criados. Como Setters
Ingleses e Pointers Ingleses foram importados da Inglaterra entre 18681912,
a caça
tornouse
um esporte no Japão e acasalamentos de Shibas com estes cães ingleses
prevaleceram. Um Shiba puro fi cou raro, e, entre 19121926
, mesmo limitados em
suas áreas, fi caram absolutamente escassos. Caçadores e outras pessoas mais cultas
fi caram preocupadas com a preservação do puro Shiba a partir de 1928 e a preservação
criteriosa de um número limitado de linhagens desses cães começou, e o padrão da raça
foi fi nalmente unifi cado em 1934. Em 1937 a Shiba foi declarado um “Monumento
Natural”, depois que a raça foi criada e aperfeiçoada para se tornar a raça superior,
como hoje é conhecida.
APARÊNCIA GERAL: cão de tamanho pequeno, bem balanceado, de boa ossatura
com músculos bem desenvolvidos. Constituição sólida. De ação rápida, livre e bonita.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: a relação entre a altura na cernelha e o
comprimento do corpo é de 10/11.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: de temperamento fi el, agudo nos
sentidos e alerta.
CABEÇA
REGIÃO CRANIANA
Crânio: largo.
Stop: bem defi nido com ligeiro sulco.
REGIÃO FACIAL
Tr ufa: cor preta desejável. Cana nasal reta.
Focinho: moderadamente espesso e afi lando.
Lábios: aderentes.
Maxilares / Dentes: dentes fortes com mordedura em tesoura.
Bochechas: bem desenvolvidas.
Olhos: relativamente pequenos, triangulares e de cor marrom escuro; os cantos
exteriores dos olhos são levantados.
Orelhas: relativamente pequenas, triangulares, ligeiramente inclinadas para a frente
e bem eretas.
PESCOÇO: grosso, forte e bem balanceado com a cabeça e o corpo.
TRONCO
Dorso: reto e forte.
Lombo: largo e musculoso.
Peito: profundo, costelas moderadamente arqueadas.
Ventre: bem esgalgado.
CAUDA: inserida alta, grossa, portada vigorosamente enrolada ou curvada em forma
de foice. A ponta quase alcança os jarretes quando abaixada.
MEMBROS
Anter iores: vistos de frente, retos.
Ombros: escápulas moderadamente inclinadas.
Cotovelos: bem próximos ao corpo.
Posteriores
Coxas: longas.
Per nas: curtas, mas bem desenvolvidas.
6
J arretes: grossos e fortes.
Patas: dedos bem fechados e arqueados. Almofadas duras e elásticas Unhas duras e
de cor escura são desejáveis.
MOVIMENTAÇÃO: ligeira e viva.
PELAGEM
Pê;lo: pê;lo de cobertura áspero e reto; subpê;lo macio e denso; pê;los da cauda
ligeiramente mais longos e levantados.
COR: vermelho, preto e castanho (black and tan), sésamo, preto sésamo e vermelho
sésamo.
Defi nição da cor sésamo:
· sésamo: mistura igual de pê;los brancos e pretos.
· sésamo preto: mais pê;los pretos que brancos.
· sésamo vermelho: cor básica vermelho, misturada com pê;los pretos.
Todas as cores acima mencionadas devem ter “URAJIRO”.
URAJ IRO: pê;los esbranquiçados nas laterais do focinho e nas bochechas, abaixo
da mandíbula e do queixo, no peito e estômago, na parte inferior da cauda e na parte
interna das pernas.
TAMANHO / PESO
altura na cernelha: Machos: 40 cm.
Fê;meas : 37 cm.
com uma tolerância de 1,5 cm para mais ou para menos.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão, deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
· fê;meas masculinizadas ou machos afeminados;
· má oclusão (prognatismo inferior ou superior);
· numerosa falta de dentes;
· timidez.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
· orelhas caídas;
· cauda pendente ou curta.
NOTAS:
· os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.
· todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletCisto dentígero em equinos (fístula auricular)

bulletA sinusite crônica em aves

bulletCavalos competições estabulagem concursos

bulletMuco nas fezes de cão

bulletIntoxicação por produtos petrolíferos em cães


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Vanessa Castro Pesquisador Científico Laboratório de Doenças Bacterianas da Reprodução castro@biologico.sp.gov.br

bullet Claudia Leschonski Veterinária de Cavalos Blog http://leschonski.blog.terra.com.br/

bullet Maira Rezende Formenton
tel 011 3862 6398
www.fisioanimal.com

bullet Nélio Carrara F? Hannover Hipismo

bullet Aquarium Lab http://aquariumlab.com.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletEstilo cachorro

bulletFaltando um pedaço

bulletSereníssima

bulletTeia da aranha virgem

bulletQuando o galo cantou caetano veloso

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletGato e rato (yu mao san xi jin mao shu)

bulletLassie

bulletPássaros excêntricos (pretty bird)

bulletTubarao ii

bulletThe batman (1943)


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bulletNosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos