Home Page > Raças & Espécies > Cães > Setter irlandês ruivo

Setter irlandês ruivo

setterirlandesruivo

País de origem: Irlanda
Nome no país de origem: Irish Red Setter
Utilização: Cão de caça e companhia
Sujeito à prova de trabalho para Campeonato Internacional.
RESUMO HISTÓRICO: o Setter Irlandê;s Vermelho foi desenvolvido na Irlanda
como um cão de trabalho para caçar. A raça é derivada do Setter Irlandê;s Vermelho
e Branco e de um cão desconhecido de cor vermelho sólido. Foi um tipo claramente
identifi cável no século XVIII. O Clube do Setter Irlandê;s Vermelho foi fundado em
1882 para promover a raça. O Clube emitiu um padrão da raça em 1886 e organizou
trabalhos de campo e exposições para fi xar o padrão da raça desde aquela época. Em
1998 o Clube publicou o estilo de trabalho para a raça. O padrão e o estilo de trabalho
descrevem a forma física e a habilidade da raça para o trabalho. O Setter Irlandê;s
durante anos evoluiu para tornarse
um cão robusto, saudável e inteligente, possuindo
excelente habilidade de trabalho e muita resistê;ncia.
APARÊNCIA GERAL: vigoroso, atlético, cheio de qualidades, expressão gentil.
Balanceado e em proporção.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: vivo, inteligente, enérgico, afeiçoado
e leal.
CABEÇA: longa e seca, não grosseira no nível das orelhas. Focinho e crânio de igual
comprimento e em linhas paralelas.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: oval (de orelha à orelha), tendo muito lugar para o cérebro, com uma crista
occipital bem defi nida. Arcadas superciliares em relevo.
Stop: bem defi nido.
REGIÃO FACIAL
Tr ufa: a cor da trufa é mogno escuro, avelã escura ou preta; as narinas são largas.
Focinho: moderadamente profundo e razoavelmente quadrado na ponta da trufa. Do
stop à ponta da trufa, longo; lábios não pendentes.
Maxilares: de comprimento sensivelmente iguais.
Dentes: mordedura em tesoura.
Olhos: avelãs ou marrons escuros, não muito grandes.
Orelhas: tamanho médio, de textura fi na, inseridas baixas e bem atrás, pendentes em
uma dobra nítida próxima à cabeça.
PESCOÇO: moderadamente longo, bem musculoso, não muito espesso, ligeiramente
arqueado, sem tendê;ncia a barbelas.
TRONCO: proporcional ao tamanho do cão.
Peito: profundo, estreito na frente, costelas bem arqueadas com bastante lugar para
os pulmões.
Lombo: musculoso e ligeiramente arqueado.
CAUDA: de comprimento moderado, proporcional ao tamanho do cão, inserida
bastante baixa, forte na raiz, afi nando para a ponta. Portada em nível com o dorso ou
abaixo dele.
MEMBROS
ANTERIORES
Ombros: fi nos na ponta, profundos e inclinados bem para trás.
Cotovelos: livres e bem descidos, não virando nem para dentro nem para fora.
Per nas: retas e musculosas, de boa ossatura.
POSTERIORES: largos e poderosos.
Per nas: longas e musculosas da garupa ao jarrete; do jarrete ao joelho, são curtas e
fortes.
J oelhos: bem angulados.
J arretes: não virando nem para dentro, nem para fora.
PATAS: pequenas, muito fi rmes, dedos fortes, arqueados e bem fechados.
MOVIMENTAÇÃO: livre, fl uente com propulsão, cabeça portada alta. Pernas de
frente de bom alcance mas portadas baixas. Posterior de propulsão suave com grande
6
poder. Pernas cruzando ou tricotando, inaceitável.
PELAGEM
Pê;lo: na cabeça, na frente das pernas e na base das orelhas, curto e fi no; nas outras
partes do tronco e membros de comprimento médio, plano e sem possibilidade de ser
ondulado ou crespo. As franjas na parte superior das orelhas são longas e sedosas; na
parte traseira das pernas anteriores e posteriores os pê;los são longos e fi nos; o ventre é
bem franjado, formando franjas que podem se estender até o peito e a garganta. Patas
bem franjadas entre os dedos. Cauda com franjas moderadamente longas, diminuindo
de comprimento quando se aproximas da ponta. Todas as franjas são retas e planas.
COR: rico castanho sem traço de preto; branco no peito, garganta e dedos; uma
pequena estrela branca na testa ou lista branca estreita no focinho ou na face, não
deve ser desclassifi cado.
TAMANHO:
altura na cernelha: Machos: 58 cm a 67 cm.
Fê;meas: 55 cm a 62 cm.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
NOTAS:
· os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.
· todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualifi cado.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCrocodilo rico os figurantes

bulletCabeção da tartaruga ki prazer

bulletSmelly cat

bulletAnunciação

bulletTelegrama



Dicas Veterinárias:

bulletFestas juninas e roj?es ? como ajudar meu pet

bulletTratamentos alternativos para pets

bulletMiados

bulletActinobacilose

bulletVocê sabe o que são cães de ajuda social?



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet marcelo f franco
médico veterinário
crmv-sp
clínica veterinária taquaral
av bar?o de itapura 2968- campinas/sp
fone: (19) 32553899
www.vettaquaral.com.br>

bullet Nayara Zonta, 56811999>

bullet Claudia Niemeyer (11) 77130407 claudia@veterinariaaves.com.br www.veterinariaaves.com.br>

bullet Rui Miguel Adestrador comportamental telefone/whatsapp 31 994332943 BELO HORIZONTE-MG / CONTAGEM-MG>

bullet Vet Vale Av. Itambé, 86 Santa Luzia Taubaté/SP CEP: 12091200 >



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO gato e o violino (the cat and the fiddle)

bulletConfusão pra cachorro (dog gone)

bulletUm homem chamado cavalo (a man called horse)

bulletA lenda do homem crocodilo (the legend of gator face)

bulletFlipper (1996)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletVira-lata? não! também sou cachorro

bulletO gato de botas

bulletA princesa e o sapo

bulletCachorro magro

bulletCama de gato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos