Home Page > Raças & Espécies > Cães > Olde english bulldogge

Olde english bulldogge

oldeenglishbulldogge

País de origem: Estados Unidos da América
Nome no país de origem: Olde English Bulldogge
Utilização: Companhia
Sem prova de trabalho
OLDE ENGLISH BULLDOGGE BRASILEIRO
DESCRIÇÃO GERAL: o Olde English Bulldogge Brasileiro é um cão leal e corajoso
de tamanho médio, com uma cabeça grande; poderoso de corpo musculoso e forte.
Os Olde English Bulldogge Brasileiros são atléticos e o mais importante, são de
muito boa saúde. Os machos e as fê;meas podem ser criados soltos. O Olde English
Bulldogge Brasileiro é desprovido de todos os problemas respiratórios e é capaz de
desfrutar de atividades ao ar livre, sem preocupação, exceto no extremo calor, frio
ou sobrepeso.
COMPORTAMENTO: é muito estável e de confiança tornando-se um companheiro
leal, protetor e verdadeiro membro da família. Os Olde Bulldogges vivem para agradar
seus donos e são muito adestráveis. Sua vida útil é entre 10 e 14 anos.
TEMPERAMENTO: sua disposição deve ser extrovertida e feliz. Enquanto uma
guarda natural pode ser esperada em casa, agressão humana sem provocação é uma
falta desqualificante.
CABEÇA: grande e alta, moderadamente profunda entre os olhos (sulco sagital). A
circunferê;ncia da cabeça deve ser igual ou maior que a altura do cão medido na
cernelha.Cabeça estreita ou que aparente ser muito pequena para o corpo é uma falta.
REGIÃO FACIAL
Trufa: larga com narinas abertas, sem nenhum sinal de obstrução de ar. A trufa não
deve ser arrebitada, entre os olhos apontando para o crânio. Deve ser de cor sólida.
Falta de pigmento é uma falta grave. A trufa ausentando todo o pigmento é uma falta
desqualificante.
Focinho: largo, profundo e curto, com rugas moderadas. A mordida é alcançada
com a mandíbula inferior visível. Caninos inferiores não devem aparecer. Focinho
muito longo (mais de 7,5 cm) e mordida em tesoura são considerados faltas graves.
Focinho inferior a 3,8 cm é considerado falta desqualificante.
4
Olhos: afastados e de tamanho moderado. Qualquer cor é aceitável. Olhos deformados
ou muito fechados são faltas graves. Falta de pigmento em torno dos olhos é
indesejável. Olhos inseridos sem simetria ou estrábicos são faltas desqualificantes.
Orelhas: em rosa, com inserção lateral à cabeça são preferidas. Orelhas caídas são
aceitáveis, desde que sejam pequenas. Orelhas em pé com inserção acima da cabeça
devem ser consideradas uma falta grave.
PESCOÇO: curto, de comprimento médio e muito musculoso, fluindo para os
ombros. Não deve ser definido no cão para que ele apareça mais que os ombros.
TRONCO
Dorso: os machos devem ter aparê;ncia quadrada e equilibrada. As fê;meas deverão
ter as mesmas características dos machos, porém com a consideração dada para um
maior comprimento do corpo. Dorso curto, com uma elevação muito ligeira dos
ombros e uma ligeira inclinação para a garupa é o preferido. Um dorso nívelado reto,
paralelo ao solo é aceitável desde que a cauda não seja automaticamente inserida alta.
Peito: largo e profundo com costelas bem arqueadas (arredondado). A profundidade
do peito deve alcançar pelo menos até os cotovelos. Peito fraco ou estreito deve ser
considerado uma falta grave.
CAUDA: quando íntegra e longa a que naturalmente atinge o jarrete e as naturalmente
curtas e enroladas são as preferidas; cães com cauda amputada são aceitáveis, contudo,
em caso de desempate leva vantagem os portadores de cauda íntegra, conforme
anteriormente descrito. Cauda íntegra deve ser portada abaixo e não sobre o dorso.
MEMBROS
Pernas: devem ser retas e bem afastadas, nem virando para fora nem para dentro.
Deve haver substância óssea significativa. Os cotovelos devem estar relativamente
próximos ao corpo. Cotovelos soltos ou com “frentes violino” são faltas
desqualificantes. Pernas dianteiras com cotovelos voltados para fora constituem uma
falta grave. Pernas traseiras devem apresentar curvatura significativa do joelho de
modo a permitir boa movimentação. Devem ser bem musculosas. Pernas traseiras
retas ou sem angulação dos posteriores (“joelho de porco”) são uma falta grave.
Jarrete de vaca é uma falta desqualificante.
Ombros: devem ser bem descontraídos com angulações importantes para permitir
uma boa movimentação. Ombros retos são considerados falta.
5
Patas: redondas, apertadas, tanto as dianteiras quanto as traseiras; os metacarpos
devem ser fortes. Metacarpos fracos e /ou patas espalmadas são consideradas falhas
faltas.
MOVIMENTAÇÃO: os cães devem ter uma marcha equilibrada, que impulsione a
parte traseira, proporcionando um bom alcance e permitindo que o cão cubra o solo
dando-lhe uma sensação de poder. Os cães devem ter um caminhar único. “Passo de
camelo” ou “andar como caranguejo” é uma falta grave.
PELAGEM
Pelo: curto. Um pelo ondulado ou um casaco comprido são faltas desqualificantes.
Não deve haver sinais de franjas nas pernas ou na área do pescoço, pois também
seriam faltas desqualificantes.
COR: todas as cores são aceitáveis, sem preferê;ncia por uma em detrimento de
outra. Com exceção da cor Merle, que é considerada desqualificante; cães com mais
de 80% da pelagem branca são indesejáveis.
6
TAMANHO / PESO
Altura na cernelha: machos: 40 a 50 cm
fê;meas: 35 a 45 cm
Aceitável 5 cm para cima ou para baixo.
Peso: fê;meas: entre 22 a 31 kg
machos: entre 30 a 40 kg
O excesso de altura e peso acima do padrão devem ser desencorajados, não há
nenhuma penalidade desde que o cão esteja bem proporcionado.
NOTAS:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCrocodilo

bulletPedaço de chão

bulletHomem tartaruga neanderthal

bulletVagalume pato fu

bulletPassaro Ferido



Dicas Veterinárias:

bulletComo cuidar de um cão com megaesôfago

bulletPrincipais cuidados para cães e gatos no inverno

bulletParalisação ventricular em cães

bulletDiabetes água em cães

bulletPlaquinhas de identicação para pets



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Tatiane Tancredo, estudante de Medicina Veterinária ANIMAL SHOP AGROPECUARIA E PET SHOP R. DOMINGOS TORDIN, 194 JARDIM MONTE VERDE, VALINHOS>

bullet Mariana LageMarques Médica Veterinária graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Sócia Fundadora ABOV (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), 2002. Faço atendimento odontológico móvel. >

bullet Cláudia Pizzolatto Lord C?oTreinamento de Cães BitC?oBrinquedos Inteligentes para o Treinamento do seu C?o www.lordcao.com www.bitcao.com.br>

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/>

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao late demais/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletDoce pássaro da juventude (sweet bird of youth)

bulletV

bulletPets a vida secreta dos bichos

bulletDeu a louca nos bichos

bulletCães de aluguel



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletLivro dos passaros magicos, o

bulletCachorro tem cada uma

bullet4 vidas de um cachorro

bulletPássaros amarelos

bulletAves-simbolos dos estados brasileiros, as

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos