Home Page > Raças & Espécies > Cães > Komondor

Komondor

komondor

País de origem: Hungria
Nome no país de origem: Komondor
Utilização: Guarda e defesa
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o Komondor é uma antiga raça autóctone húngara, de
cães pastores de origem asiática. Seus antepassados vieram, com certeza, com a
migração de antigos Magiares, que viviam como nômades criadores de gado na
bacia dos Cárpatos.
APARÊNCIA GERAL: de tamanho grande e fortemente construído. Sua aparê;ncia
atraente e seu comportamento digno, tanto provoca a admiração quando o medo. Ele
não é um adulador por natureza. Seu corpo robusto é coberto por pelos felpudos,
encordoados, muito densos e longos. O corpo, visto de perfil, forma um propenso
retângulo, quase quadrado. A cabeça coberta por pê;los densos, salienta o tronco. A
cauda é portada pendente, com a ponta curvada, quase na horizontal. A cor da pelagem
é marfim.
PROPORÇÕES IMPORTANTES
• comprimento do tronco é ligeiramente maior que a altura na cernelha;
• a profundidade do peito corresponde a metade da altura na cernelha;
• o focinho é ligeiramente mais curto do que a metade do comprimento da cabeça.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: é de uma coragem inabalável na
guarda, na defesa do rebanho a ele confiado e na propriedade e casa de seu dono. Ele
ataca em silê;ncio e com audácia. Considera seu território como sua propriedade e não
tolera nenhuma outra criatura vivendo na propriedade. É desconfiado por natureza.
Durante o dia, o Komondor gosta de ficar deitado, mas sempre estrategicamente situado
para vigiar seu território. À noite, ele está em constante movimento.
CABEÇA: larga, em boa proporção com o tronco. Mesmo com sua pelagem profusa
não a torna desproporcional.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: abobadado; arcadas superciliares bem desenvolvidas.
Stop: bem desenvolvido, mas não abrupto.
4
REGIÃO FACIAL
Trufa: reta, de corte abrupto, preta.
Focinho: não é pontudo; cana nasal reta.
Lábios: pretos, bem aderentes à boca e aos maxilares. Comissura labial denteada.
Maxilares / Dentes: maxilares bem musculosos, fortes e poderosos. Mordedura em
tesoura, completa e regular de acordo com a fórmula dentária.
Bochechas: largas e de comprimento médio.
Olhos: inseridos horizontalmente, marrom escuros. Pálpebras pretas firmemente
ajustadas ao globo ocular.
Orelhas: de inserção média no crânio abobadado. Claramente pendentes da base
em forma de “V” ou “U”. As orelhas não se elevam nem em alerta, nem atacando.
PESCOÇO: muito bem musculoso. Deve formar um ângulo de 35° com a horizontal.
Em situações quietas ou calmas, é portado quase em continuação da linha superior.
Seu comprimento é mais para curto do que para médio. Sem barbela e sem juba.
TRONCO
Linha superior: as partes do tronco que formam a linha superior são largas e muito
bem musculosas.
Cernelha: suficientemente longa, claramente definida na frente.
Dorso: curto.
Lombo: de comprimento médio.
Garupa: larga, de comprimento médio, ligeiramente inclinada.
Peito: largo, bem musculoso; de profundidade média, largo e longo.
Linha inferior: ligeiramente esgalgada.
CAUDA: inserida baixa, claramente pendente; com a ponta ligeiramente voltada para
cima quase na horizontal. E desejável que a cauda atinja o jarrete. Quando em alerta,
a cauda se eleva, no máximo, até a altura da linha dorsal.
5
MEMBROS
ANTERIORES: o julgamento dos anteriores é altamente prejudicado pelos longos
pelos felpudos e encordoados. As pernas dianteiras são como colunas; vistas de
frente ou de perfil, são paralelas e verticais. O peito é largo, o que resulta em pernas
separadas, fortes e de movimentação livre. Os membros são firmemente unidos ao
corpo. A estrutura óssea é forte e poderosa. As articulações são fortes.
Ombros: as escápulas são moderadamente inclinadas. Os pontos superiores das
escápulas são colocados verticalmente sobre o ponto mais profundo do peito.
Patas: largas, fortes, com dedos bem juntos. As almofadas são cinza ardósia, grossas
e bem acolchoadas. Unhas cinza.
POSTERIORES: a posição dos membros posteriores sustenta o corpo com
angulações moderadas. Continuando a garupa de tamanho médio e larga, membros
bem musculosos são desejados.
Coxas: fortemente musculosas, volumosas.
Patas: mais longas que as anteriores, quanto ao restante, idê;nticas. Ergôs devem ser
removidos .
MOVIMENTAÇÃO: leve, livre e moderada. A passada é ampla e com boa cobertura
de solo.
PELE: é bem pigmentada de cor cinza ardósia. Prefere-se a pigmentação escura nas
gengivas e no céu da boca. Exemplares com pouca pigmentação ou pele cor-de-rosa
são indesejáveis.
PELAGEM
Pelo: o corpo inteiro é coberto por longos pelos. A pelagem consiste em um pelo de
cobertura rústico e de um subpelo mais fino. A pelagem característica é determinada
através da relação do pelo de cobertura e do subpelo. A pelagem felpuda, que tende
a feltrar, é o básico requerido. Uma pelagem igualmente densa, ondulada e encordoada
também é desejada. Os pequenos tufos de pelos são poucos ou não são felpudos. A
pelagem é mais longa na garupa, na região lombar e nos posteriores, sobre a coxa, (no
mínimo, 20-27 cm). No dorso, nas laterais do peito e na região das escápulas, tem o
comprimento médio (15-22 cm). Nas bochechas, nas arcadas superciliares, no topo
da cabeça, nas orelhas, no pescoço e nos membros, a pelagem é mais curta (10-18
cm); e nos lábios e na parte inferior dos membros é mais curta ainda (9-11 cm)
Nenhuma pelagem penteada, nem completamente negligenciada é desejável.
6
COR: marfim.
TAMANHO / PESO
Altura na cernelha: machos: mínimo 70 cm.
fê;meas: mínimo 65 cm.
Peso: machos: 50 - 60 kg.
fê;meas: 40 - 50 kg.
A raça apresenta poucas faltas em “tipo” e é largamente uniforme pelo fato de ter sido
criada sempre com o mesmo objetivo.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e
penalizado na exata proporção de sua gravidade.
Em particular, principalmente:
• falta de pigmentação na trufa, olhos e bordas dos olhos.
• pálpebras soltas.
• cauda em forma de anel.
FALTAS DESQUALIFICANTES
• estrutura flácida; tronco sem musculatura.
• entrópio, ectrópio.
• prognatismo superior ou inferior; torção de mandíbula.
• orelhas leves ou eretas.
• cauda curta (acabando a 3 cm acima do jarrete).
• membros pesados e movimentos errados.
• qualquer outra cor senão o marfim ou pelagem de várias cores.
• tamanho abaixo do mínimo exigido pelo padrão.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.
NOTA:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletRock das Aranhas

bulletRabo de galo polara

bulletPassaro veloz

bulletRei leão - o leão dorme esta noite

bulletA galinha magricela



Dicas Veterinárias:

bulletComo educar um cachorro surdo

bulletProfissão tosador, ou melhor, groomer

bullet50 dicas para viver bem com seu cão

bulletDicas para cuidar dos pets em dias quentes

bulletPor que as pessoas discriminam animais escuros?



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bret?o, Zootecnista. ABCCBret?o (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galv?o Cintra Presidente da ABBCBret?o e Criador>

bullet Rosmeire de O.S.Jacinavicius CRMVSP 21580 Médica Veterinária acupunturista tel: 19 999971911 email: stuffzinha@gmail.com>

bullet Marne Campos
aquarismo online [aqol]
www.aquaonline.com.br>

bullet UPAC Fortaleza https://upacfortaleza.wordpress.com/>

bullet Juliana Bortoletto Clinica Vet health, rua: jose gomes moreno, 50 terra nova 2 S?o Bernardo do Campo/SP , crmvsp 18.377 fone: (11) 41014260>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletPássaros livres (plumíferos - aventuras voladoras)

bulletLoup - uma amizade para sempre

bulletBatman e robin (1997)

bulletK-9 - um policial bom pra cachorro (k-9)

bulletMoby dick



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletEu não sou cachorro, não

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletPequenos passaros

bulletO gato que falava com fantasmas

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos