Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Cães > Fox terrier pelo liso

Compartilhe em suas redes sociais:

Fox terrier pelo liso

foxterrierpeloliso

País de origem: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Fox Terrier (Smooth)
Utilização: Caça
Prova de trabalho opcional
RESUMO HISTÓRICO: o Fox Terrier, em ambas as variedades, são de origem
Britânica e, provavelmente, deve sua existê;ncia aos mesmos tipos de cães que
originaram tanto o Bull Terrier quanto o Black and Tan Terrier (hoje Manchester
Terrier). A uniformidade do tipo foi estabelecida ao final dos anos de 1800 e o
padrão original para o Fox Terrier foi elaborado em 1876. Um dos mais vivos e
alerta dos terriers. O refinamento à sua atual qualidade nas exposições, não
permitiu que ele se tornasse desarmônico. Capaz de suportar qualquer quantidade
de exercício, sempre pronto para lidar dos ratos, coelhos, e, claro, das raposas.
APARÊNCIA GERAL: ativo e vivo, ossatura e força dentro de um pequeno volume,
nunca pesado ou grosseiro. Não deve ser nem pernalta, nem ter membros curtos;
bem balanceado, caçador de dorso curto, cobrindo bem o solo.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: alerta, rápido nos movimentos,
com expressão alerta, firma-se na ponta das patas em expectativa. Amigável, sociável
e destemido.
CABEÇA
REGIÃO CRANIANA
Crânio: plano, moderadamente estreito. Diminuindo gradualmente na largura em
direção aos olhos.
Stop: pouco aparente.
REGIÃO FACIAL
Trufa: preta.
Focinho: maxilares, superior e inferior, fortes e musculosos, diminuindo ligeiramente
abaixo dos olhos. Esta parte do focinho deve ser moderadamente cinzelada, mas, de
maneira a não descer em uma linha reta como uma cunha.
Maxilares / Dentes: maxilares fortes com uma perfeita, regular e completa mordedura
em tesoura.
Bochechas: nunca cheias.
Olhos: escuros, moderadamente pequenos, os mais redondos possíveis mas não
proeminentes. Expressão viva e inteligente.
5
Orelhas: pequenas, em forma de “V” e caídas para a frente junto às bochechas, não
pendentes nas laterais da cabeça. As dobras das orelhas devem estar acima da linha
do crânio. O couro das orelhas é de espessura moderada.
PESCOÇO: limpo e musculoso; sem barbelas, de bom comprimento e alargando
gradativamente em direção aos ombros.
TRONCO
Dorso: curto, plano e forte sem flacidez.
Lombo: poderoso, levemente arqueado.
Peito: profundo, não largo. Costelas anteriores moderadamente arqueadas; costelas
posteriores profundas.
CAUDA: anteriormente era costume ter a cauda cortada.
Cortada: de inserção alta e portada alegremente, mas não sobre o dorso ou curvada.
De boa força.
Não Cortada: de inserção alta e portada alegremente, mas não sobre o dorso. Tão
reta quanto possível. A cauda de comprimento moderado para dar equilíbrio ao cão.
MEMBROS
Ombros: longos e inclinados, colocados bem para trás e afinando nas pontas. O
contorno da cernelha é claramente definido.
Antebraços: vistos por qualquer ângulo, devem ser retos, mostrando uma ligeira ou
quase nenhuma angulação de anteriores. Devem apresentar uma forte ossatura.
Patas: pequenas, redondas e compactas. Almofadas duras e resistentes; dedos
moderadamente arqueados e não virando nem para dentro, nem para fora.
Posteriores:
Aparê;ncia geral: fortes e musculosos, completamente livres de inclinação ou
curvatura.
Coxas: longas e poderosas.
6
Joelhos: bem angulados.
Metatarsos: jarretes bem descidos.
Patas: pequenas, redondas, compactas. Almofadas duras e resistentes; dedos
moderadamente arqueados e não virando nem para dentro, nem para fora.
MOVIMENTAÇÃO: anteriores e posteriores portados direcionados para a frente e
paralelos. Os cotovelos movimentam-se perpendicularmente ao corpo, trabalhando
livremente nas laterais. Joelhos não virando nem para dentro, nem para fora e os
jarretes não ficam próximos um do outro. A boa propulsão é proveniente da boa
flexibilidade dos posteriores.
PELAGEM
Pelo: reto, assentado, liso, duro, denso e abundante. O ventre e a parte interna das
coxas não são desprovidas de pelo.
COR: o branco deve predominar; todo branco, branco com castanho, preto e
castanho ou com manchas pretas. Manchas tigradas, vermelhas ou fígado são
altamente indesejáveis.
PESO: machos: 7,5 a 8 kg.
fê;meas: 7 a 7,5 kg.
 



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletTristeza parasitária bovina

bulletDesordem da medula espinhal causada por vaso sanguíneo bloqueado em cães

bulletVermifugação

bullet10 dicas para fotografar seu pet

bulletInflamação dos nódulos linfáticos, trato intestinal (lymphangieasia) em cães


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Regina Incane Ito Médica Veterinária CRMVSP 4612 Paiquerê Pet Center Rua Eraldo Aurélio Franzese, 88 Paiquerê Valinhos SP FONE: (19) 38697743

bullet Prof. Fabiano Gregolin professorfg@uol.com.br

bullet Priscila Thomazelli Atleta, Amazonas, Instrutora e Treinadora de Equitação Engenharia Civil, de Segurrança do Trabalho, Meio Ambiente e Qualidade (11) 9 9944-2168 www.dressagearteequestre.com

bullet cepav laboratórios
fone: (11) 3872-9553
rua tanabí, 185 - são paulo/sp
www.cepav.com.br

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bretão, Zootecnista. ABCCBretão (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galvão Cintra Presidente da ABBCBretão e Criador

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletJingle bell rock

bulletPássaro da Noite

bulletBoi da cara preta

bulletAsas

bulletSereníssima

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletPeixonauta

bulletMinha vida de cachorro (mitt liv som hund)

bulletErrado pra cachorro (who s minding the store?)

bulletQualquer gato vira-lata

bulletOs pássaros 2 - o ataque final (the birds ii: land s end)


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletVida de cão

bulletO encantador de cães

bulletCachorro magro

bulletMemorias de um gato

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos