Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Morreu o ltimo rinoceronte-branco-do-norte macho

Compartilhe em suas redes sociais:

Morreu o ltimo rinoceronte-branco-do-norte macho


A saúde de Sudan, de 45 anos, piorou significativamente nas últimas horas, pelo que a equipa da reserva natural onde vivia decidiu abatê-lo.


“O seu estado de saúde piorou significativamente nas últimas 24 horas; estava impedido de se levantar e estava a sofrer bastante”, informou a reserva natural


EPA/DAI KUROKAWA


1 / 5


Showing image 1 of 5


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

  •  
  •  
  •  

Tópicos


  1. Animais
  2. Extinção
  3. rinoceronte


Sudan, o último rinoceronte-branco-do-norte macho, morreu nesta segunda-feira aos 45 anos. A informação foi avançada pela reserva natural queniana de Ol Pejeta, onde o animal vivia desde 2009. Com a saúde de Sudan a deteriorar-se de dia para dia, a reserva natural tomou a decisão de abatê-lo, conforme explica em comunicado. Agora há apenas duas fêmeas de rinoceronte-branco-do-norte no mundo inteiro.


“O seu estado de saúde piorou significativamente nas últimas 24 horas; estava impedido de se levantar e estava a sofrer bastante”, informou a reserva natural Ol Pejeta, citada pela Reuters. “A equipa veterinária do zoológico de Dver Kralove, o Ol Pejeta e os Serviços de Fauna Selvagem do Quénia decidiram eutanasiá-lo”.


Sudan sofria de problemas nos músculos e nos ossos, provocados pela idade avançada. Nos seus últimos dois meses de vida, Sudan lutou contra uma infecção recorrente na pata esquerda. No início de Março, a equipa da reserva natural informou que o rinoceronte tinha sofrido uma recaída e que estava em estado grave: a infecção voltou, e desta vez era "muito mais profunda", conforme descreveu na altura a reserva natural.


O veterinário da reserva natural, Stephen Ngulu, explicou à Reuters que, na manhã de domingo, Sudan não conseguia levantar-se: “Decidimos avaliar a sua qualidade de vida e dizer a todos os envolvidos que esta opção [de abatê-lo] era a melhor opção: para aliviar a dor, o sofrimento”.


“É muito triste perder o Sudan, porque mostra claramente a extensão da ganância humana e o tipo de impacto que os humanos podem ter na natureza”, disse o responsável pela conservação da vida selvagem de Ol Pejeta, Samuel Mutisya, à Reuters. Mutisya referia-se ao facto de a espécie ter sido caçada até ao limiar da extinção devido à procura internacional pelo corno do rinoceronte.


Sudan chegou ao Quénia vindo do zoológico de Dver Kralove, na República Checa. Foi levado para a reserva natural de Ol Pejeta, 250 quilómetros a norte de Nairobi, para viver com as duas últimas fêmeas da mesma subespécie, Najin, 27 anos, e Fatu, 17 anos – respectivamente filha e neta de Sudan. 


Sudan era muito velho para procriar por vias naturais, pelo que a única esperança de evitar a extinção da subespécie estava no recurso a técnicas de fertilização artificial. Para angariar os cerca de nove milhões de dólares (mais de oito milhões de euros) necessários para o processo, Sudan foi protagonista de uma campanha na rede social Tinder, aplicação de encontros, onde era apresentado como o último macho da subespécie. A fertilização artificial de Najin (a única das duas fêmeas que é fértil) é a derradeira esperança para a conservação desta subespécie.


A reserva natural Ol Pejeta recolheu algum do material genético do macho na segunda-feira. Este material vai ser usado para tentativas futuras de reprodução desta subespécie. Para que isso aconteça será necessário, para além dos óvulos de Najin e do sémen de Sudan, uma fêmea de rinoceronte-branco-do-sul que sirva de barriga de aluguer. 


O número de rinocerontes tem vindo a diminuir em África devido à caça furtiva destes animais pelos seus cornos, que podem valer até 50 mil dólares por quilo – mais caros do que o ouro. O caso queniano é sintomático: em 1970 havia 20 mil rinocerontes, actualmente são apenas 650, quase todos rinocerontes-negros.



Fonte da Notícia: http://publico.uol.com.br/ciencia/noticia/morreu-o-ultimo-rinocerontebrancodonorte-macho-1807290



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCachorro perigoso tche garotos

bulletCobra Criada

bulletTem boi na linha

bulletLuz, paixão, rodeio

bulletO rei da cavalgada



Dicas Veterinárias:

bulletA caxumba em cães

bulletOs mandamentos de agiliteiros

bulletXixi no lugar errado! conheça mais sobre as possíveis causas

bulletSaúde dos hamsters

bulletPerda de apetite em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Israel M. BleichDiretor Técnico do Laboratório CEPAV Tecnologia em Saúde AnimalR. Tanabí, 185 São Paulo SP BRASILCEP05002010 Fone/Fax (011) 38729553email: info@cepav.com.br>

bullet M.V Helena Monkevic Casarin 19 993353793>

bullet Marcelo Pardini  http://www.infohorse.com.br/2017/10/13/precificacao/>

bullet nome, telefones, endereco, email, website, redes sociais>

bullet Pet Anjo https://petanjo.com/blog/voce deixa seu cachorro cheirar tudo em volta/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletUm natal bom pra cachorro (chilly christmas)

bulletA vingança do homem chamado cavalo (the return of a man called horse)

bulletOs pinguins de madagascar: operação patrulha pinguim

bulletO gato do rabino (le chat du rabbin)

bulletO favor, o relógio e o peixe muito grande (the favour, the watch and the very big fish)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletFalando de passaros e gatos

bulletAmazonas aguas, passaros, seres e milagres

bulletAves-simbolos dos estados brasileiros, as

bulletCachorro magro

bulletNo meu peito não cabem pássaros

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos