Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Macacos invadem cidade na tailândia, e moradores ficam enclausurados

Compartilhe em suas redes sociais:

Macacos invadem cidade na tailândia, e moradores ficam enclausurados


Mulher

Mulher é perseguida por macacos em Lopburi, na Tailândia, a 'cidade dos macacos' Imagem: Mladen Antonov/AFP

 

src=

Em Lopburi (Tailândia)

24/06/2020 10h39

Os habitantes de Lopburi, na Tailândia, estão refugiados em suas casas e há territórios proibidos para seres humanos por conta dos milhares de macacos, atração de turistas hoje inexistentes, que estão fora de controle e em liberdade nas ruas da cidade.

"Vivemos em uma gaiola e os macacos vivem em liberdade", suspira Kuljira, forçada a cobrir a parte de trás de sua casa com uma cerca impressionante.

"Os excrementos estão por toda parte, o cheiro é insuportável, especialmente quando chove", acrescenta a mulher, antes de abrir sua pequena loja no centro da cidade de Lopburi, localizada 150 km ao norte de Bangcoc, capital da Tailândia.

Um pouco mais longe, Taweesak, outro comerciante, instalou tigres e crocodilos empalhados para tentar assustar os macacos e não hesita em usar uma bengala para afugentá-los quando se aproximarem de sua pequena loja.

Em três anos, sua população dobrou e 6.000 macacos convivem hoje com 27.000 humanos na cidade.

Expulsos de seu habitat natural e confinados em um primeiro momento ao redor de um templo da cidade, com o passar do tempo os animais invadiram as ruas, apropriaram-se de edifícios e obrigaram os comércios a fechar as portas.

Assim, o antigo cinema da cidade se transformou em seu cemitério, que os macacos defendem com zelo.

Como representavam a principal atração turística de Lopburi, os macacos eram tolerados pela população e constituíam uma fonte de renda considerável para a cidade.

Com a pandemia do novo coronavírus, a Tailândia fechou suas fronteiras para conter o surto. Sem os turistas estrangeiros que alimentavam os animais e tiravam fotos deles, a situação saiu do controle.

As imagens de centenas de animais famintos brigando no meio da rua por comida se espalharam pelo mundo.

 

Homem

Homem limpa uma praça cercado de macacos em Lopburi

Imagem: Mladen Antonov/AFP

 

Um vídeo postado na internet em março também serviu para fazer as autoridades reagirem, lançando uma campanha de esterilização, a primeira em três anos, com o objetivo de castrar 500 macacos, machos e fêmeas, para impedir sua proliferação.

Atraídos por alimentos depositados em gaiolas grandes, os macacos são anestesiados e transferidos para uma clínica veterinária.

Em 20 de junho, o primeiro dia da campanha, "capturamos 100, mas operamos apenas metade", explica Narongporn Daudduem, diretor do Departamento de Parques e Vida Selvagem de Lopburi.

"Alguns já haviam sido esterilizados, outros estavam amamentando, outros eram muito jovens", explica.

Mas a campanha de esterilização corre o risco de não ser suficiente e outra solução mais duradoura deve ser estudada como, por exemplo, remover todos os macacos da cidade e agrupá-los em outro local construído para eles, fora da localidade.

Enquanto isso, os habitantes de Lopburi terão que continuar sofrendo com eles. Para evitar que a situação degenere, os comerciantes decidiram alimentá-los por conta própria.

 

Como

Como representavam a principal atração turística de Lopburi, os macacos eram tolerados pela população e constituíam uma fonte de renda considerável para a cidade

Imagem: Mladen Antonov/AFP

 

"Esses macacos têm o hábito de comer de tudo, como os humanos", diz Pramot Ketampai, morador da cidade.

"Mas quanto mais são alimentados, mais energia terão e mais se reproduzirão", acrescenta.

Apesar de tudo, Taweesak não quer que os macacos desapareçam, pois são importantes para as finanças da cidade.

"O que Lopburi seria sem seus macacos?", ele pergunta. "São eles que farão os turistas voltarem. E também, se todos forem embora, eu me sentiria um pouco sozinho".



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2020/06/24/tailandia-tenta-recuperar-o-controle-da-cidade-dos-macacos.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletConheça a doga yoga para cachorros

bulletOsteocondrite dissecante (toc) em cães

bulletCavalos

bulletTudo sobre catarata

bulletDoença da medula espinhal em cães


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Claudia Niemeyer (11) 77130407 claudia@veterinariaaves.com.br www.veterinariaaves.com.br

bullet GAAR CAMPINAS http://www.gaarcampinas.org.br

bullet Bruno Evaristo

bullet Equipe Agiliteiros

bullet Dra Cleuma Ferreira, Medica Veterinária, telefone 11 41164783, Rua Jacira, 80 Moema São Paulo/SP, contato@dracleumaferreira.com, www.dracleumaferreira.com, instagram @endocrinopatinha, facebook/endocrinopatinha

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletAnunciação

bulletPeixe Vivo Temas Diversos

bulletRock das aranha

bulletGato fujão cantora sol

bulletA metamorfose das borboletas

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletBingo - esperto pra cachorro (bingo)

bulletNetto e o domador de cavalos

bulletQuanto pesa o cavalo de tróia? (ile wazy kon trojanski?)

bulletO mar não está prá peixe o mar não está prá peixe

bulletPeixonauta


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletPassaro-camaleao, o

bulletGato viriato

bulletO homem que amava os cachorros

bulletPássaros amarelos

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos