Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Pesquisa da usp descobre como vírus deixa leishmaniose mais agressiva

Compartilhe em suas redes sociais:

Pesquisa da usp descobre como vírus deixa leishmaniose mais agressiva


 

iStock

Imagem: iStock

Da Agência Brasil

02/12/2019 12h11

Uma pesquisa desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) mostrou como um determinado vírus faz com que a leishmania - protozoário causador da leishmaniose - torne-se mais agressiva aos humanos.

A leishmaniose tegumentar, transmitida ao ser humano pela picada das fêmeas do mosquito palha, causa lesões localizadas na pele. No entanto, em casos mais graves, quando há a disseminação das feridas, as lesões passam a aparecer também nas mucosas, frequentemente no nariz, boca e garganta, podendo desfigurar o rosto do paciente. Neste estágio, conhecido como o da leishmaniose mucocutânea, a doença pode se tornar letal.

Relacionadas

src=

Associação da leishmaniose com um vírus aumenta a gravidade da doença

src=

Pesquisadores testam novo tratamento contra leishmaniose

src=

Composto de planta brasileira combate leishmaniose e doença de Chagas

Os pesquisadores já tinham conhecimento de que leishmania, quando infectada com o vírus LRV (Leishmania RNA virus), era capaz de desenvolver os casos mais graves da doença. A pesquisa da USP mostrou agora como o vírus possibilita ao protozoário se desenvolver de forma agressiva.

"Quando a leishmania infecta as pessoas fica uma queda de braço. Ela querendo sobreviver e nosso sistema imunológico tentando eliminar o parasita. Mas, quando a leishmania tem o vírus, ele' desliga' alguns dos mecanismos do nosso sistema imunológico que combatem o parasita", destaca o autor da pesquisa, Renan Carvalho, cientista do Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patoge?nicos da FMRP-USP.

De acordo com a pesquisa, quando a leishmania, infectada com o LRV, invade o corpo humano, o vírus ativa um receptor nas células chamado TLR3, o que faz com que o sistema imunológico comece a produzir a substância interferon do tipo 1. O interferon, por sua vez, induz a autofagia das células humanas, ou seja, o processo de degradação e reciclagem de componentes da célula.

Com isto, as células humanas ficam mais vulneráveis, já que a presença do interferon impede a ação do inflamassoma, um conjunto de proteínas do sistema imunológico que combate a leishmania.

"Como essa proteína que mata a leishmania está sendo silenciada pelo vírus, a leishmania consegue sobreviver melhor, proliferar melhor e causar aquela forma da doença mais grave que é a leishmaniose mucocutânea. O parasita migra para o rosto das pessoas, tanto para a boca quanto para o nariz, e desfigura o rosto do paciente", destaca Carvalho.

De acordo com o pesquisador, o estudo abre caminho para novas formas de combater a leishmaniose e tratar os pacientes. "A gente propõe que, a partir de agora, o paciente que chegue com suspeita de leshmaniose, ele seja diagnosticado não apenas para ver se tem a leishmania, parasita, mas que seja também feita uma análise molecular para ver se a leishmania possui o vírus", diz Carvalho.

Segundo o cientista, caso diagnosticado com a leishmania portadora do vírus, o paciente deverá receber, além do tratamento convencional contra a leishmaniose, drogas capazes de combater também a ação do vírus. Essa medicação, no entanto, ainda está em fase de pesquisa.

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil são registrados anualmente cerca de 21 mil casos de leishmaniose tegumentar. A região Norte apresenta o maior número de casos, seguida das regiões Centro-Oeste e Nordeste.

A pesquisa da Faculdade de Medicina da USP foi realizada no Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (CRID), em Ribeirão Preto (SP), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).



Fonte da Notícia: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/12/02/pesquisa-da-usp-descobre-como-virus-deixa-leishmaniose-mais-agressiva.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletA vaca já foi pro brejo tião carreiro e pardinho

bulletLadeira do boi genival lacerda eu vi maria na ladeira do boi eu perguntei maria pra onde foi maria trazia um pote quando me avistou deu um tombo de um jeito que o pote quebrou ai maria quanto tempo eu não te vejo cadê meu abraço maria cadê meu beijo m

bulletA minha cara

bulletVida de cachorro

bulletÉ o bicho



Dicas Veterinárias:

bulletLimpeza e remoção de tártaro em felinos

bulletO colesterol alto em cães

bulletCuidados na gestação

bulletCuidados com os dentes do seu animal de estimação

bulletOncologia



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Kadu Camargo Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pelo G.E.R.E. (Grupo de Estudos em Reprodução Equina PUCPR); Doutorando do Programa de Pós Graduação em Medicina Animal: Equinos, na área da Reprodução Equina da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). E mail: kaducamargo@gmail.com Leia mais sobre esse assunto em https://www.revistahorse.com.br/imprensa/cuidados durante a gestacao de eguas os primeiros 60 dias sao os mais criticos/20170410 175102 j086>

bullet Agencia de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas ADEAL >

bullet Eduardo Lobo, 11 973119698, Rua Lomas Valentinas 358 saude SP, eduardolobo.vet@gmail.com, http://www.equilibriumcursos.com.br , http://www.Facebook.com/Equilibriumvet >

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/>

bullet dr josé aldo p em santos
médico veterinário
crmv: 5526 aldovet@bol.com.br
dr ricardo fernando correia
médico veterinário
crmv: 13039
rfcvet@mpc.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletSempre ao seu lado

bulletErrado pra cachorro (who s minding the store?)

bulletAir bud: world pup

bulletCondorman - o homem pássaro (condorman)

bulletBatman e robin (1997)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPequenos passaros

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletUm gato entre os pombos

bulletPasso, trote, galope - uma familia e seus cavalos

bullet4 vidas de um cachorro

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos