Home Page > Notícias > Alvo de bolsonaro, noruega subiu quota de caça a baleias e explora petróleo

Alvo de bolsonaro, noruega subiu quota de caça a baleias e explora petróleo


Arte

Imagem: Arte UOL sobre foto de Halldor Kolbeins/AFP

 

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, de São Paulo

23/08/2019 04h01

Em reação à suspensão de repasses para o Fundo Amazônia pela Noruega, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) perguntou se o país em questão não é aquele que "mata baleias e explora petróleo". Além disso, sugeriu ainda que o país escandinavo usasse o dinheiro para reflorestar a Alemanha.

"A Noruega não é aquela que mata baleia lá em cima, no Polo Norte, não? Que explora petróleo também lá? Não tem nada a oferecer para nós. Pega a grana e ajuda a [chanceler alemã] Angela Merkel a reflorestar a Alemanha", declarou o presidente no último dia 15.

A fala segue a mesma linha do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que, uma semana antes, já havia questionado as intenções do país europeu com o meio ambiente.

"A Noruega é o pais que explora petróleo no Ártico, eles caçam baleia. E colocam no Brasil essa carga toda, distorcendo a questão ambiental", declarou o ministro no dia 7 de agosto.

Caça de baleias é permitida na Noruega e país aumentou a quota em 2018

A Noruega é um dos três únicos países do mundo que ainda permitem a caça de baleias, junto à Islândia e ao Japão. O país escandinavo tem sido campeão nos últimos anos, além de ter aumentado a quota de mortes no ano passado.

Em abril de 2018, o governo norueguês aumentou o número máximo de caça oficial em 28%, para 1278 por temporada. Apesar de ter sofrido duras críticas internacionais, o ministro da Pesca do país, Per Sandberg, argumentou que o número dos mamíferos aquáticos tem crescido nas áreas permitidas.

Apesar do aumento, a quota não tem sido atingida nos últimos anos. De acordo com Sandberg, em 2015 foram mortas 660 durante os meses de temporada de pesca. Em 2017, quando a quota era de 999 baleias, o número caiu para 432.

Nos dois primeiros meses da temporada deste ano (abril e maio), já haviam sido mortas 98 baleias oficialmente, de acordo com dados da ONG Keiko Conservation, voltada à preservação dos animais. Segundo os últimos números oficiais, de 2017, há 11 navios baleeiros no país.

A principal espécie caçada é a baleia-de-minke (ou baleia-anã), muito comum nas águas do Atlântico Norte, onde ficam Noruega e Islândia. Sua carne é vendida normalmente nos mercados dos países.

15º maior produtor de petróleo do mundo

Também é verdade que a Noruega é uma grande produtora de petróleo. De acordo com o IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o país escandinavo é hoje o 15º maior produtor do planeta, com uma média de 1,8 MMbbl/d (milhão de barris por dia) em 2018.

A Noruega está cinco posições atrás do Brasil, que aparece em décimo lugar, com uma produção média de 2,6 MMbbl/d no mesmo período.

Estes números têm se mantido estáveis em 2019, com pequenas variações. De acordo com a NDP, agência reguladora de petróleo na Noruega, o país produziu 1,4 milhão de barris de petróleo por dia em julho.

Cerca de 20% da extração petrolífera norueguesa é de consumo interno e o resto é exportado. O Reino Unido e a Holanda são os principais compradores, respectivamente.

Os últimos números do Brasil são de junho, com 2,5 MMbbl/d, de acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

País tem tentado mudar política petrolífera

Em abril deste ano, o Partido Trabalhista norueguês, de maioria no Parlamento e oposição ao governo, impediu que a indústria petrolífera explorasse uma reserva bilionária nas ilhas Lofoten, no Ártico.

Esta é uma discussão antiga. De acordo com a produtora estatal Equinor ASA, o acesso a essas reservas, estimadas entre 1 e 3 bilhões de barris, é imprescindível para o país manter o nível de produção no futuro.



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/confere/ultimas-noticias/2019/08/23/noruega-aumenta-quota-de-caca-as-baleias-e-e-grande-exploradora-de-petroleo.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletApesar de você

bulletNegro gato - roberto carlos

bulletCobras e lagartos chico buarque

bulletO forró do cabra zoró

bulletA galinha magricela



Dicas Veterinárias:

bulletProjeto de equoterapia atende pessoas com deficiência em tiet?

bulletDor ao urinar e frequente em cães

bulletA toxoplasmose

bulletA superprodução de células vermelhas do sangue em cães

bulletDiabetes mellitus em cães e gatos



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet André Galv?o Cintra, MV, Prof. Esp. CRMV SP 6765 VicePresidente ABCC Bret?o. email: andre@vongold.com.br. Site: www.vongold.com.br >

bullet RENAL VET S?O PAULO: Endereço: Rua Heitor Penteado, 99 Sumaré, S?o Paulo/SP. Telefones: (11) 38752666 e (11) 38725138. Telefone para emerg?ncias: (11) 98985622. Site: www.renalvet.com.br Email: renalvet@br.inter.net RENAL VET RIO DE JA>

bullet Janaina Biotto Camargo http://www.vilachicopethotel.com.br/ Médica veterinária graduação (2003), residência e mestrado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu; Área de atuação em Anestesiologia, Acupuntura e Terapias complementares.>

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/>

bullet Priscila Pinheiro - Pet Sitter

 

Bicho Feliz Pet Sitter

Site: https://sites.google.com/site/bichofelizpetsittercotiasp/

Whatsapp e celular: (11) 98586-9212

Twitter: @bichofelizps

>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletCujo

bulletQuigley - um cachorro pra lá de humano (quigley)

bulletMato sem cachorro

bulletDogão - amigo pra cachorro (doogal)

bulletUm homem chamado cavalo (a man called horse)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPássaros amarelos

bulletUm gato indiscreto e outros contos

bulletPassaros sao eternos, os

bulletMemorias de um gato

bulletMarley e eu

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos