Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Tardígrados, seres ‘indestrutíveis’, podem estar vivos na lua

Compartilhe em suas redes sociais:

Tardígrados, seres ‘indestrutíveis’, podem estar vivos na lua


 

Tardígrados,

Imagem ampliada do tardígrado - NATURE PUBLISHING GROUP/AFP/Arquivos

AFP

06/08/19 - 21h04 - Atualizado em 07/08/19 - 08h08

 

Pode haver vida na Lua, no fim das contas: seres virtualmente indestrutíveis que suportam radiação extrema, calor crepitante, as temperaturas mais frias do universo e décadas sem comida.

Essas criaturas não são alienígenas, mas sim terráqueos microscópicos conhecidos como tardígrados, que provavelmente sobreviveram à queda durante uma tentativa de pouso na superfície lunar da sonda israelense Beresheet em abril, informou a organização responsável pela viagem nesta terça-feira.

Com base em uma análise da trajetória da espaçonave e da composição do dispositivo em que os animais microscópicos haviam sido armazenados, “acreditamos que as chances de sobrevivência para os tardígrados (…) são extremamente altas”, disse à AFP Nova Spivack, fundador da Arch Mission Foundation.

A organização sem fins lucrativos dedica-se a espalhar cópias do conhecimento humano e da biologia da Terra em todo o Sistema Solar, uma missão que equipara à criação de uma “Enciclopédia Galática” como um presente para o futuro.

“Os tardígrados são ideais para incluir porque são microscópicos, multicelulares e uma das formas mais duráveis de vida no planeta Terra”, disse Spivack.

Ele acrescentou que as criaturas diminutas, que têm menos de um milímetro, foram desidratadas, colocadas em animação suspensa e depois encapsuladas, e deveriam reviver no futuro.

Os tardígrados foram armazenados dentro de uma “Biblioteca Lunar”, um dispositivo de nanotecnologia que se assemelha a um DVD e contém um arquivo de 30 milhões de páginas da história humana visível sob microscópios, assim como DNA humano.

Os tardígrados podem viver na água ou em terra, e são capazes de sobreviver a temperaturas de até 150 graus Celsius e até -272 graus Celsius, embora por alguns minutos.



Fonte da Notícia: https://istoe.com.br/tardigrados-seres-indestrutiveis-podem-estar-vivos-na-lua/



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCaranguejo

bulletQuando o galo cantou caetano veloso

bulletApesar de você

bulletCachorro na feira os paralamas do sucesso

bulletEnquanto houver razões



Dicas Veterinárias:

bulletOsteoartrose ? fisioterapia veterinária

bulletInflamação dos nódulos linfáticos, trato intestinal (lymphangieasia) em cães

bulletRemoinhos na testa dos cavalos e seus possíveis significados!!

bulletDistúrbio da glândula tireóide em cães

bulletCriação de cavalos: como iniciar?



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Dr. Luiz Bolfer formou se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterin>

bullet Nélio Carrara F? Hannover Hipismo>

bullet Maira Rezende Formenton
tel 011 3862 6398
www.fisioanimal.com>

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com>

bullet Camila de Oliveira Cruz Medicina Veterinária na Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo/SP>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO miado do gato (the cat s meow)

bulletUm gato em paris (une vie de chat)

bulletLassie

bulletCacados

bulletAracnofobia



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletVira-lata? não! também sou cachorro

bulletGato que gostava de cenoura

bullet4 vidas de um cachorro

bulletPassaro-camaleao, o

bulletO cachorro e o lobo

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos