Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Como prevenir doenças cardíacas em cães e gatos

Como prevenir doenças cardíacas em cães e gatos


Médica veterinária alerta sobre os riscos que essas patologias podem acarretar nos pets

 

Assim como nos humanos, é preciso que o animal faça acompanhamento com o médico veterinário. Geralmente, as doenças cardíacas são adquiridas com a idade, mesmo assim os exames de rotina podem prevenir o desenvolvimento da doença. Por isso, a médica veterinária do Hospital Veterinário Cão Bernardo, Carolina Ferreira, fala sobre alguns sintomas: “É muito importante ter um acompanhamento médico. Mas há sinais que podem indicar que o pet pode estar com a saúde debilitada. Cansaço, tosse, emagrecimento, dificuldade respiratório, desmaio, Cianose, que é quando as mucosas ficam roxas, entre outros sintomas”.

Doença valvar degenerativa, cardiomiopatia dilatada, cardiomiopatia hipertrófica, são algumas das doenças mais comuns que podem atingir cães e gatos. A primeira patologia é uma das mais comuns em cães, e atinge a valva mitral. Os sintomas mais comuns são tosse, intolerância a exercícios e síncope. Acomete principalmente os pets de pequeno porte.

No caso das cardiomiopatias, tanto a dilatada quanto a hipertrófica, acontecem quando há um problema no músculo do animal. Na primeira o músculo cardíaco fica mais dilatado do que o normal, e na segunda é quando atrofia, ou seja, fica mais grosso. A primeira acontece mais em cães machos e de grande porte, no outro caso, é comum em gatos, e também mais silenciosa nos felinos. Em ambas, os sintomas comuns são cansaço e dificuldade respiratória.

E por mais que algumas mostrem alguns sinais, a maioria das doenças cardíacas é silenciosa, por isso é preciso de uma avaliação médica para detectar o problema o quanto antes e evitar que o pet venha a falecer.

As condições cardíacas podem estar relacionadas a muitos fatores, como: idade avançada, predisposição genética e também racial. Ferreira alerta para as raças com mais propensão a essas doenças: “No caso de cães pequenos, temos poodle, yorkshire, maltês e pinscher, para cães pequenos. E para os grandes, as raças são: boxer e dobermann. Para os felinos, a raça é um fator com menos influência, mas os tutores de persas e maine precisam estar mais atentos”.

É mais comum que as doenças aparecem aos seis anos em cachorros, e aos quatro em gatos. Problemas cardíacos não tem cura, mas com o tratamento adequado, hábitos saudáveis em casa e um diagnóstico precoce é possível que a vida do pet possa ser prolongada.

O check-up cardiológico nos animais pode incluir eletrocardiograma, ecodopplercardiograma, raio-x de tórax, holter e medida da pressão arterial. “Em alguns casos pedimos também tomografia e um exame de sangue conhecido pela sigla BNP, que tem nos ajudado a monitorar a evolução e o tratamento da doença cardíaca”, finaliza Ferreira.

Sobre o Cão Bernardo

O Cão Bernardo existe desde 1994, com foco em banho e tosa, mas em 2014 foi inaugurado o Hospital em São Bernardo do Campo, se tornando o principal foco da empresa. Em 2018 inaugurou a segunda unidade, em Santo André. Os principais serviços do hospital são consultas, internação, cirurgias e exames.



Fonte da Notícia: Hospital Veterinário Cão Bernardo



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletPára de peixe

bulletEspinha de peixe

bulletBeija-flor

bulletLeilão

bulletVerdade



Dicas Veterinárias:

bulletHábitos e problemas alimentares ii

bulletAfinal, cães enxergam cores?

bulletSe você for mordido ou arranhado

bulletLuxaçao/sub luxaçao interfalangica distal

bulletPlaquinhas de identicação para pets



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Fabiano Gregolin. Administrador de Negócios Mestrando em Comunicação (15) 97776812 fabianogregolin@uol.com.br >

bullet Kadu Camargo Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pelo G.E.R.E. (Grupo de Estudos em Reprodução Equina PUCPR); Doutorando do Programa de Pós Graduação em Medicina Animal: Equinos, na área da Reprodução Equina da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). E mail: kaducamargo@gmail.com Leia mais sobre esse assunto em https://www.revistahorse.com.br/imprensa/cuidados durante a gestacao de eguas os primeiros 60 dias sao os mais criticos/20170410 175102 j086>

bullet Dra. Vanessa Mollica Caetano Teixeira Médica veterinária Especialista em clínica e cirurgia ? UFV Mestre em cirurgia / Unesp>

bullet dra ayne murata hayashi
médica veterinária
crmv: 6378
campinas (19) 3294-3377,
valinhos (19) 3849-2522
são paulo (19) 9742-2665 aynemurata@ig.com.br>

bullet Carla Diele CRMVRJ 6165>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletPeixe grande e suas histórias maravilhosas (big fish)

bulletO favor, o relógio e o peixe muito grande (the favour, the watch and the very big fish)

bulletSempre ao seu lado

bulletBirdman

bulletPets a vida secreta dos bichos



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCrianca, cachorro que fala!

bulletUm gato aprende a morrer

bulletCama de gato

bulletFalando de passaros e gatos

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos