Home Page > Notícias > Dia da Terra: 4 animais que sumiram da Am?rica Latina nos ?ltimos 15 anos

Dia da Terra: 4 animais que sumiram da Am?rica Latina nos ?ltimos 15 anos


 

Getty

Ararinha-azulImagem: Getty Images

 

src=

22/04/2019 18h05

Há muitas ações humanas que contribuem com a extinção dos animais.

Em 1992, a ONU declarou 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra e dedicou o ano à preservação de espécies afetadas pelo impacto ambiental causado por humanos na Terra.

VEJA TAMBÉM

Várias organizações internacionais disseram que reforçarão suas ações para proteger os animais em risco de extinção.

No entanto, para alguns animais, é tarde demais.

Estas são quatro espécies que viviam na América Latina e sumiram por causa do ser humano.

A ararinha-azul

 

Getty

Ararinha-azulImagem: Getty Images

Essa ave azul, que ganhou fama com a animação Rio, foi extinta de seu ambiente natural em 2000, 11 anos antes da estreia do filme. A espécie, que só existe no Brasil, foi afetada pelo desmatamento e pela caça para ser vendida como ave exótica por sua beleza peculiar, segundo um estudo de setembro de 2018 da organização Bird Life.

 

A pesquisa diz que, embora esteja extinta na natureza, entre 60 e 80 ararinhas-azuis sobrevivem em cativeiro.

Em 2016, uma ararinha-azul solta foi vista na zona rural de Curaçá, no extremo norte da Bahia. A origem da ave é um mistério.

A tartaruga gigante de Galápagos

 

Getty

Tartaruga gigante de GalápagosImagem: Getty Images

O último exemplar dessa espécie vivia nas ilhas Galápagos, no Equador. Era conhecida como George Solitário e morreu em 24 de junho de 2012 de velhice, com mais de cem anos.

 

A população da espécie diminuiu até chegar à extinção por causa da caça desmedida para a venda de sua carne e de seus cascos.

Na época dos piratas do século 18, descobriu-se que tartarugas podiam sobreviver em navios por muitos meses, sem comida nem água.

Os navegadores que frequentavam Galápagos no século 19 começaram a extrair grandes quantidades de tartarugas vivas e armazená-las nos barcos como fonte de carne fresca em suas longas viagens, segundo Linda J. Cayot, da organização Galapagos Conservancy.

O sapo dourado

 

Getty

Sapo douradoImagem: Getty Images

Esse tipo de anfíbio foi vítima das mudanças climáticas. Para sua reprodução era necessário certo nível de umidade, mas a alteração do clima em seu habitat fez com que a espécie se extinguisse.

 

O sapo vivia nos pântanos da floresta nublada em Monteverde, na Costa Rica. Os pântanos secaram por causa da mudança drástica na temperatura na região, o que impediu a formação da neblina que protegia a espécie, segundo o Centro Científico Tropical da Costa Rica.

O anfíbio foi visto pela última vez em 1989. Em 2008, foi realizada uma expedição em busca de sobreviventes da espécie, mas nenhum foi encontrado.

Foca-monge-do-caribe

 

NOAA

Foca-monge-do-caribeImagem: NOAA

Esse mamífero marinho que nadava pelas correntes do Golfo do México foi declarado extinto em 2008.

 

A Administração Nacional Atmosférica Oceânica (NOAA, na sigla em inglês) afirmou que seu desaparecimento se deveu a causas humanas.

Essa espécie de foca era caçada pela indústria pesqueira, que vendia sua pele e gordura.



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/bbc/2019/04/22/dia-da-terra-4-animais-que-sumiram-da-america-latina-nos-ultimos-15-anos.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletAnfibios malditos

bulletA lebre e a tartaruga xuxa

bulletBoi da estrela

bulletCiranda da bailarina

bulletCamarão que dorme a onda leva



Dicas Veterinárias:

bulletPele amarela (icterícia) em cães

bulletLágrima parede atrial em cães

bulletCuidados especiais evitam problemas com cães em dias quentes

bulletCorrimento nasal em cães

bulletCâncer em cachorros e gatos: o câncer de útero



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Daniel Zacharias Zago Médico Veterinário Clínica Geral e Reprodução Equina 11 82627922>

bullet Luelyn Jockyman CRMVSP 14.512 Clínica Animaletto (19) 32589280 Av. Mário Garneiro 438 (Estrada do San Conrado) Sousas>

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bret?o, Zootecnista. ABCCBret?o (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galv?o Cintra Presidente da ABBCBret?o e Criador>

bullet Nome, Telefones, Endereço, Email, Website, facebook ou outras redes sociais>

bullet Carlos Artur Lopes Leite é médicoveterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletUm hotel bom pra cachorro (hotel for dogs)

bulletFlipper (1996)

bulletGatos, fios dentais e amassos (angus, thongs and perfect snogging)

bulletProcurando nemo

bulletO favor, o relógio e o peixe muito grande (the favour, the watch and the very big fish)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletO gato que falava com fantasmas

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

bulletFalando de passaros e gatos

bulletPássaros amarelos

bulletUm gato indiscreto e outros contos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos