Home Page > Notícias > Camarão dá socos que chegam a 80 km/h, e biólogos estudam a origem da força

Camarão dá socos que chegam a 80 km/h, e biólogos estudam a origem da força


Edison Veiga


Das coisas esquisitas na natureza, um animal chamado camarão mantis é conhecido por espancar a presa antes do abate. Trata-se, proporcionalmente, do golpe mais poderoso do reino animal. Agora, cientistas desvendaram o funcionamento desse soco digno de José Aldo.


O camarão mantis é um crustáceo estomatópode, também conhecido como tamarutaca, lacraia-do-mar, lagosta-boxeadora ou camarão-louva-a-deus-palhaço. Dentre 400 espécies, o 'Odontodactylus  scyllarus' é o que desfere um golpe mais violento: seu soco chega a 80 quilômetros por hora, aceleração semelhante a uma arma calibre .22.


Com uma pressão resultante de 60 quilos por centímetro quadrado, o bicho consegue facilmente quebrar a carapaça de um caranguejo – ou até mesmo o vidro de um aquário, em alguns casos.


Há espécies de tamarutacas no litoral brasileiro. Mas o Odontodactylus scyllarus  habita a região do Indo-Pacífico, de Guam até a África Oriental.


 


Maryam Tadayon/Biological & Biomimetic Materials Laboratory



Camarão mantis - dono de um 'soco' potente, capaz de quebrar vidrosPesquisa


Em artigo publicado na última semana no jornal iScience, pesquisadores explicam o que acontece no organismo desse crustáceo e como funciona seus apêndices que, tais e quais porretes, são capazes do mais poderoso golpe do reino animal.


Em linhas gerais, a pesquisa demonstrou que o golpe do camarão funciona graças a uma estrutura que armazena e libera energia. São duas camadas feitas de diferentes materiais. 


"Trata-se essencialmente de uma estrutura de duas camadas: uma superior, feita de biocerâmica (carbonato de cálcio amorfo), e uma inferior, de biopolímero (quitina e proteínas)", explicou ao UOL o pesquisador Ali Miserez, professor da Universidade de Tecnologia de Nanyang, em Singapura, principal autor do estudo.


"A estrutura orgânica é carregada elasticamente pela flexão, de tal forma que a camada superior é comprimida enquanto a camada inferior é esticada."


Segundo Miserez, este arranjo tem a capacidade intrínseca de explorar as propriedades mecânicas do material: as cerâmicas são fortes em compressão e podem armazenar uma quantidade maior de energia.


"No entanto, eles são frágeis sob carga de tração, portanto, uma estrutura feita apenas de biocerâmica não funcionaria para armazenar energia, porque a parte inferior provavelmente se quebraria. É aí que o biopolímero é útil – pois é mais forte em tensão, de modo que a camada inferior pode ser esticada sem se danificar", complementa o cientista.


Histórico e aplicação


O pesquisador diz que houve trabalhos de outros cientistas utilizando câmeras de alta velocidade e sensores de força para medir o impacto do soco do camarão mantis.


"Esses dados mostraram a força que tais animais conseguem geral com seus apêndices porretes", afirma. "Em nossa pesquisa, investigamos a estrutura e as propriedades micromecânicas desse organismo. Mostramos como ele consegue gerar forças tão altas sem se fraturar." De acordo com o cientista, se a estrutura fosse feita de um material homogêneo, certamente se quebraria.


A pesquisa concluiu que "a natureza desenvolveu um design muito eficiente", no caso da maneira como este camarão utiliza seu próprio organismo para caçar suas presas – tamarutacas são animais exclusivamente carnívoros: alimenta-se de camarões menores, caranguejos, moluscos e peixes.


O estudo do camarão mantis pode nortear o desenvolvimento de estruturas artificiais em impressoras 3D e utilizá-las em microrrobótica, por exemplo.


"Se você puder comprimir essas estruturas, elas serão muito fortes", diz Miserez.



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2018/10/25/camarao-da-socos-que-chegam-a-80-kmh-e-biologos-estudam-a-origem-da-forca.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletFera ferida

bulletA rainha da cavalgada

bulletO gavião teodoro e sampaio

bulletGato mia xuxa

bulletSereníssima



Dicas Veterinárias:

bulletTumores das glândulas endócrinas em cães

bulletComo diagnosticar ulcerativa linfangite em cavalos

bulletNo inverno, seu pet precisa de atenção especial

bulletBaixa contagem de células brancas do sangue em cães

bulletSindrome do cão nadador



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Marcelo Augusto Especialista em Reprodução Equina CRMV SP 16223 http://www.hippusgenesis.com.br/>

bullet Gabriela Rodrigues Zootecnista, trabalho com nutrição animal e consultoria. (013)99192 3249 @gabriela.zootecnista Facebook: Gabriela Rodrigues Zootecnista>

bullet tatiana lermontov - fr? 8331- rj fonoaudióloga, psicomotricista, eerapeuta al 24 de outubro 78 icaraí - niterói - rj (21) 2611-5626 / 9691-6646 centro de eqerapia pratique>

bullet Matheus Rodrigues Bonfim matheus@petlive.com.br>

bullet Regina Incane Ito Médica Veterinária CRMVSP 4612 Paiquer? Pet Center Rua Eraldo Aurélio Franzese, 88 Paiquer? Valinhos SP FONE: (19) 38697743>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletFamoso pra cachorro (in the doghouse)

bulletCorrendo pra cachorro (man about dog)

bulletO gato de 9 caudas (il gatto a nove code)

bulletO cachorro (el perro)

bulletCujo



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletNo meu peito não cabem pássaros

bulletQuem e mais feliz: voce ou o seu cachorro?

bulletMarley e eu

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletExplicação dos pássaros

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos