Home Page > Notícias > Mudanas climticas propiciam expanso de doenas como dengue, diz wwf

Mudanas climticas propiciam expanso de doenas como dengue, diz wwf


James Gathany/Centers for Disease Control and Prevention via AP


  • O


    O aumento da temperatura propicia a disseminação de mosquitos como o Aedes aegypti


O aumento da temperatura e a incidência de secas, resultantes do processo de mudança climática, propiciam a expansão de doenças transmitidas por mosquitos como dengue, leishmanioses, malária e febre amarela.


Para marcar o Dia Internacional da Biodiversidade, a WWF-Brasil lançou nesta terça-feira (22) uma publicação que reúne diversos estudos que apontam impactos negativos das condições climáticas no país.


"Com o aumento da temperatura, o ambiente torna-se mais propício para a disseminação desses mosquitos. Isso aumenta a possibilidade da sua área de ocorrência se expandir para outras regiões", disse André Nahur, coordenador de Mudanças Climáticas do WWF-Brasil.


O desmatamento também contribui para a expansão dos mosquitos, já que há perda e fragmentação de seu habitat. "Geralmente as áreas naturais são refúgio desses vetores. O ambiente natural dos mosquitos não é a cidade, geralmente são as florestas, em que eles se autorregulam".


Segundo ele, situações como o desmatamento, degradação de áreas e expansão desordenada em áreas de vegetação podem aumentar a distribuição geográfica dos mosquitos, inclusive para áreas de cidades.


O mosquito que buscava alimentação dele na floresta, entre os animais, passam a transmitir doenças para as pessoas."


Aedes aegypti


Um dos estudos presentes na publicação lançada hoje estima uma provável expansão do mosquito Aedes aegypti - transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika - para o Sul do país até 2050. Há ainda evidências da existência de uma relação entre as condições climáticas e o aumento da incidência de leishmaniose, assim como da influência da mudança do clima nos vetores da doença, que é causada por mosquito do tipo flebotomíneos.


Na Amazônia, a combinação de altas temperaturas, seca e desmatamento pode aumentar a transmissão da malária por meio de vetores secundários do mosquito do complexo Albitarsis em toda a América do Sul. Além disso, dois vetores de malária no norte da América do Sul, Anopheles darlingi e Anopheles nuneztovari, podem expandir suas áreas de sobrevivência para além dos locais onde houve destruição de seu habitat.


Áreas de proteção


A manutenção e fiscalização das áreas de proteção ambiental, sob responsabilidade do governo federal e de governos estaduais, é fundamental para garantia da biodiversidade e qualidade de vida da sociedade, defende a entidade. "Hoje as áreas protegidas, tanto na Amazônia como no Cerrado e na Mata Atlântica, são os grandes refúgios de biodiversidade e são fundamentais para manutenção dos serviços ecossistêmicos necessários para a gente prover os direitos humanos básicos, que seriam água e alimento. Essas áreas são fundamentais para garantir, por exemplo, que a água continue sendo trazida para as cidades no Brasil todo", disse Nahur.


No entanto, o coordenador acredita que há ameaças a essas áreas de proteção. "Constantemente nós temos sofrido ataques a essas áreas protegidas. Primeiro pela questão de tentativas de redução dessas áreas ou até extinção dessas áreas por causa de interesses econômicos. Além da questão de que a maioria das áreas protegidas no Brasil precisa de uma gestão mais efetiva para garantir a sua real conservação", disse.



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2018/05/22/mudancas-climaticas-propiciam-expansao-de-doencas-como-dengue-diz-wwf.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletO mar serenou

bulletMilagre dos peixes

bulletHino do galo da madrugada alceu valena

bulletPassaro do amor

bulletClara crocodilo arrigo barnab



Dicas Veterinárias:

bulletHigienizao 2

bulletA doena articular degenerativa em ces

bulletComo tratar um co sangrando

bulletComo prestar primeiros socorros ao seu co

bulletComo gastar o excesso de energia do seu co



Ver todas as Dicas Veterinárias
Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet http://www.vetusweb.com.br/como melhorar o controle de fluxo de caixa do seu pet shop/>

bullet Mariana LageMarques Mdica Veterinria graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Scia Fundadora ABOV (Associao Brasileira de Odontologia Veterinria), 2002. Fao atendimento odontolgico mvel. >

bullet Maira Rezende Formenton
tel 011 3862 6398
www.fisioanimal.com>

bullet http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1714473 quer ter cachorro e gato sob um mesmo teto veja dicas>

bullet http://www.euamoanimais.com.br/261 cuidados com os pets em enchentes>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletMame virei um peixe (hjlp, jeg er en fisk)

bulletGodzilla

bulletBenji - o filme

bulletBatman returns (1992)

bulletMadagascar i



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletEu no sou cachorro, no

bulletA volta do gato preto

bulletO estranho caso do cachorro morto

bulletFalando de passaros e gatos

bulletMarley e eu

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos