Home Page > Notícias > Mais uma pessoa morre com suspeita de raiva

Mais uma pessoa morre com suspeita de raiva


 


   


src=


Shutterstock.com


 


A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirma que mais uma pessoa morreu no Estado com suspeita de raiva humana. Já são 14 casos suspeitos de raiva, com sete óbitos, sendo um confirmado laboratorialmente para a doença. O último paciente morreu na quarta-feira, 16, na Santa Casa de Belém. Até então, eram 12 casos notificados para a doença, com seis óbitos, sendo um deles já confirmado.


Até o momento, quatro pacientes seguem internados na Santa Casa, dois no Hospital Regional de Breves e um no Hospital Municipal de Breves, na região do Marajó. A maioria em estado grave.


Coletas sorológicas foram realizadas em todos os pacientes que foram internados, inclusive nos que morreram. Os exames foram enviados para o Instituto Pasteur, em São Paulo, referência no diagnóstico de raiva.


As ações preventivas também aumentaram. No total, foram enviadas 2 mil doses de vacinas antirrábicas e mais 600 frascos de soros antirrábicos. As ações se concentram em localidades ao longo do Rio Laguna, a cerca de 70 km de Melgaço, também na região do Marajó, onde residem aproximadamente mil pessoas.


Até o momento, 700 pessoas tomaram a vacina, que é administrada em quatro doses. Também foram entregues 500 mosquiteiros para a proteção dessa população.


Técnicos da Sespa também fazem a captura de morcegos com o intuito de diminuir a população e fazer o monitoramento. Além disso, é feita coleta de amostras desses animais para exame que detecta a doença.


Desde o dia 4 de maio, equipes da Vigilância Epidemiológica e Vigilância em Saúde investigam as suspeitas, em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) e o Ministério da Saúde.


Todas as vítimas apresentam quadro semelhante, com sinais e sintomas como febre, dispneia, cefaleia, dor abdominal e sinais neurológicos - paralisia flácida ascendente, convulsão, disfagia (dificuldade de deglutir), desorientação, hidrofobia e hiperacusia (sensibilidade a sons, principalmente agudos).



Fonte da Notícia: fonte da notícia



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletQuase que o bicho pegou

bulletMimoso

bulletVagalume pato fu

bulletAs andorinhas

bulletPassaro do amor



Dicas Veterinárias:

bulletComo salvar um cachorro engasgado

bulletO que faz a acupuntura

bulletAlergia a animais domésticos: o que fazer?

bulletCuidado com a giárdia

bulletPneumonia (fúngicas) em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Salvador St.Aubyn Mascarenhas Médico Veterinário www.vetcondeixa.pt Pelos Animais>

bullet ana cláudia de souza andrade gatil gatto dimaili rua tarobá,95 - jdmaria luiza - cascavel, pr fones: (45)222-8797/9965-9935 >

bullet Matheus Rodrigues Bonfim matheus@petlive.com.br>

bullet René Schubert Psicólogo Clínico. Atua como psicanalista em consultório e hospital psiquiátrico. Desenvolve trabalho com Equoterapia na Hípica das Araucárias (Tel:44821983) Contato: schubert_rene@hotmail.com>

bullet Equipe Agiliteiros>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO corcel negro

bulletBatman (1989)

bulletA fuga dos homens pássaros (the birdmen)

bulletO cachorro que salvou o natal (the dog who saved christmas)

bulletNetto e o domador de cavalos



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCama de gato

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletCachorro tem cada uma

bulletMarley e eu

bulletA arca de noé

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos