Home Page > Notícias > Morreu o ltimo rinoceronte-branco-do-norte macho

Morreu o ltimo rinoceronte-branco-do-norte macho


A saúde de Sudan, de 45 anos, piorou significativamente nas últimas horas, pelo que a equipa da reserva natural onde vivia decidiu abatê-lo.


“O seu estado de saúde piorou significativamente nas últimas 24 horas; estava impedido de se levantar e estava a sofrer bastante”, informou a reserva natural


EPA/DAI KUROKAWA


1 / 5


Showing image 1 of 5


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

  •  
  •  
  •  

Tópicos


  1. Animais
  2. Extinção
  3. rinoceronte


Sudan, o último rinoceronte-branco-do-norte macho, morreu nesta segunda-feira aos 45 anos. A informação foi avançada pela reserva natural queniana de Ol Pejeta, onde o animal vivia desde 2009. Com a saúde de Sudan a deteriorar-se de dia para dia, a reserva natural tomou a decisão de abatê-lo, conforme explica em comunicado. Agora há apenas duas fêmeas de rinoceronte-branco-do-norte no mundo inteiro.


“O seu estado de saúde piorou significativamente nas últimas 24 horas; estava impedido de se levantar e estava a sofrer bastante”, informou a reserva natural Ol Pejeta, citada pela Reuters. “A equipa veterinária do zoológico de Dver Kralove, o Ol Pejeta e os Serviços de Fauna Selvagem do Quénia decidiram eutanasiá-lo”.


Sudan sofria de problemas nos músculos e nos ossos, provocados pela idade avançada. Nos seus últimos dois meses de vida, Sudan lutou contra uma infecção recorrente na pata esquerda. No início de Março, a equipa da reserva natural informou que o rinoceronte tinha sofrido uma recaída e que estava em estado grave: a infecção voltou, e desta vez era "muito mais profunda", conforme descreveu na altura a reserva natural.


O veterinário da reserva natural, Stephen Ngulu, explicou à Reuters que, na manhã de domingo, Sudan não conseguia levantar-se: “Decidimos avaliar a sua qualidade de vida e dizer a todos os envolvidos que esta opção [de abatê-lo] era a melhor opção: para aliviar a dor, o sofrimento”.


“É muito triste perder o Sudan, porque mostra claramente a extensão da ganância humana e o tipo de impacto que os humanos podem ter na natureza”, disse o responsável pela conservação da vida selvagem de Ol Pejeta, Samuel Mutisya, à Reuters. Mutisya referia-se ao facto de a espécie ter sido caçada até ao limiar da extinção devido à procura internacional pelo corno do rinoceronte.


Sudan chegou ao Quénia vindo do zoológico de Dver Kralove, na República Checa. Foi levado para a reserva natural de Ol Pejeta, 250 quilómetros a norte de Nairobi, para viver com as duas últimas fêmeas da mesma subespécie, Najin, 27 anos, e Fatu, 17 anos – respectivamente filha e neta de Sudan. 


Sudan era muito velho para procriar por vias naturais, pelo que a única esperança de evitar a extinção da subespécie estava no recurso a técnicas de fertilização artificial. Para angariar os cerca de nove milhões de dólares (mais de oito milhões de euros) necessários para o processo, Sudan foi protagonista de uma campanha na rede social Tinder, aplicação de encontros, onde era apresentado como o último macho da subespécie. A fertilização artificial de Najin (a única das duas fêmeas que é fértil) é a derradeira esperança para a conservação desta subespécie.


A reserva natural Ol Pejeta recolheu algum do material genético do macho na segunda-feira. Este material vai ser usado para tentativas futuras de reprodução desta subespécie. Para que isso aconteça será necessário, para além dos óvulos de Najin e do sémen de Sudan, uma fêmea de rinoceronte-branco-do-sul que sirva de barriga de aluguer. 


O número de rinocerontes tem vindo a diminuir em África devido à caça furtiva destes animais pelos seus cornos, que podem valer até 50 mil dólares por quilo – mais caros do que o ouro. O caso queniano é sintomático: em 1970 havia 20 mil rinocerontes, actualmente são apenas 650, quase todos rinocerontes-negros.



Fonte da Notícia: http://publico.uol.com.br/ciencia/noticia/morreu-o-ultimo-rinocerontebrancodonorte-macho-1807290



Gostou do contedo animal acima! Ento compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Msica com temas Animais:

bulletPorco Aranha

bulletSai cachorro charanga e char

bulletPassaro sem asas

bulletBoi

bulletBoi voador no pode



Dicas Veterinrias:

bulletLuxao em ces

bulletTesticular inchao em ces

bulletA dor neuroptica em ces

bulletAcne em ces e gatos

bulletPerigo em casa - veneno



Ver todas as Dicas Veterinrias



Colunistas - Veterinrios que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Cludia Pizzolatto Lord C?oTreinamento de Ces BitC?oBrinquedos Inteligentes para o Treinamento do seu C?o www.lordcao.com www.bitcao.com.br>

bullet Gustavo B. Mano >

bullet Pet Care Hospital Veterinrio de S?o Paulo (11) 3740 2152 (11) 3743 2142 Av. Giovanni Gronchi, 3001 S?o Paulo SP>

bullet Dra Cleuma Ferreira, Medica Veterinria, telefone 11 41164783, Rua Jacira, 80 Moema So Paulo/SP, contato@dracleumaferreira.com, www.dracleumaferreira.com, instagram @endocrinopatinha, facebook/endocrinopatinha>

bullet Prof. Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletThe dark knight (2008)

bulletO corcel negro

bulletFeito ces e gatos (the truth about cats and dogs)

bulletGatos numa roubada (tomcats)

bulletK9 - um policial bom pra cachorro



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletUm gato aprende a morrer

bulletCes de guerra

bulletO cachorro e o lobo

bulletAmazonas aguas, passaros, seres e milagres

bulletO gato de botas

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos