Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > Banhistas reclamam de queimaduras por águas-vivas no litoral do es

Compartilhe em suas redes sociais:

Banhistas reclamam de queimaduras por águas-vivas no litoral do es


Banhistas se queixam de maior incidência e Toxcen faz alerta sobre cuidados


src=



Atenção


Atenção com as águas-vivas nas praias do Espírito Santo; veja cuidados que devem ser tomados após queimadura

Foto: Edson Chagas | Aquivo | GZ

Desde o último fim de semana, o número de banhistas reclamando de queimaduras por águas-vivas em Vitória, Fundão, Linhares e em Aracruz tem aumentado nas redes sociais. O engenheiro Lucas Aoki Rodrigues, de 25 anos, conta que sofreu queimaduras enquanto surfava com quatro amigos em Regência, Linhares.


Ele, que sempre vai a Regência para praticar o esporte não se lembra de outra vez ter visto águas-vivas por lá. "Acho que nunca fui queimado por uma água-viva lá. E todo mundo que estava comigo se queimou também. Vou sempre, pelo menos na temporada do verão, e esse dia foi agora, dia 24 de dezembro pela manhã, às vésperas do Natal", finaliza.


EM VITÓRIA


O coordenador de Monitoramento Costeiro e Ecossistemas da Prefeitura de Vitória (PMV), Paulo Pinheiro Rodrigues, comenta que nessa época do ano é comum que a incidência de águas-vivas aumente. "As águas frias atraem esses animais, assim como os plânctons dos quais eles se alimentam", explica.


Leia também


id=


Bronzeamento "malandro" do clipe de Anitta promete ser hit do verão


Verão começa com programações nas praias da Grande Vitória


Vale é multada em R$ 1,6 milhão por vazamento de minério em Camburi


Ele avalia que embora seja menor, a incidência dessas águas-vivas em Vitória também se dá por uma outra categoria, que não possui tentáculos e, por esse motivo, não queima. Ainda assim, quando for queimado, o coordenador orienta que as pessoas passem vinagre na lesão imediatamente, para cortar o efeito do veneno da água-viva.


"Em Vitória, por exemplo, não é comum de acontecer, mas não podemos eliminar as possibilidades. Nesses eventos, os salva-vidas estão capacitados para atender e instruir a população, e até mesmo colocar avisos sobre a ocorrência das águas-vivas e possibilidade de queimaduras. É um processo natural e dinâmico", completa.


TARTARUGA SE ALIMENTA DE ÁGUAS-VIVAS


De acordo com o coordenador de Monitoramento Costeiro e Ecossistemas da Prefeitura de Vitória (PMV), Paulo Pinheiro Rodrigues, é importante preservarmos a vida marinha até para manter o equilíbrio ecológico. Prova disso é o fato de as tartarugas marinhas se alimentarem de águas-vivas.


"A própria natureza se encarrega de manter o equilíbrio no número desses animais, então é só a gente preservar", simplifica. "Em nossa baía temos grande quantidades de filhotes de tartaruga verde, que podem nos ajudar a diminuir a concentração dessas águas-vivas em nossas praias", conclui.


O QUE FAZER DEPOIS DE SER QUEIMADO POR ÁGU VIVA?


Segundo o coordenador do Toxcen, Nixon Sesse, ao entrar em contato com a pele humana, a água-viva libera um veneno pelos tentáculos. Mesmo quando morto, o animal ainda tem no corpo substâncias que podem aderir à pele.


Ele explica que o veneno causa, na maioria das vezes, reações leves, como coceira e queimaduras que ficam doloridas. "Reações graves acontecem ocasionalmente, como dor de cabeça, náusea, vômitos, dificuldade para respirar e arritmia cardíaca. Nesses casos um médico deve ser procurado", esclarece.


O diretor comenta que ao sofrer a queimadura, o banhista deve manter a calma e tentar sair da água o mais rápido possível para não correr o risco de se afogar, caso o veneno cause alguma reação grave. "Além disso, não se deve tentar remover os tentáculos da pele com as próprias mãos e nem coçar ou esfregar o local", aponta.


O Centro de Atendimento Toxicológico do Espírito Santo (Toxcen) orienta que no momento da queimadura o local deve ser lavado abundantemente apenas com água do mar. "Uma medida que deve ser evitada é passar pomadas ou qualquer outra substância na região atingida, o que pode aumentar a lesão", diz.


Para tratar a queimadura por água-viva, a pessoa pode lavar a região afetada com vinagre, sem esfregar, por cerca de 5 a 10 minutos, e alternar com água do mar por duas ou três vezes. Caso a dor continue, podem-se utilizar compressas geladas no local.


Segundo o diretor, se a dor não melhorar, ou surgirem reações alérgicas, o banhista deve procurar um atendimento médico. Nunca utilizar água doce, como água mineral, torneiras ou chuveiros.


O Toxcen pode ser acionado em casos de emergência por meio do número 0800 283 9904.



Fonte da Notícia: https://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/12/banhistas-reclamam-de-queimaduras-por-aguas-vivas-no-litoral-do-es-1014112599.html



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletSucuri

bulletO galo é o dono dos ovos sérgio godinho

bulletEspinha de peixe

bulletRei leão - o leão dorme esta noite

bulletPedro, o pescador



Dicas Veterinárias:

bulletEncontrei um animal! o que fazer?

bulletComo dar remédios via oral para um cão

bulletFobia de pessoas

bulletComo criar peixes em aquários

bulletA castração e seus benefícios



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet João Kleinerdr joão alfredo kleiner dvm, msc especialista em oftalmologia e clínica cirúrgica geral acvo ophthalmology course wisconsin, madison ? 1998 e-mail: docjak@vetweb.com.br>

bullet Rafael Senos Médico Veterinário UFF Mestrando USP Técnico em Biotecnologia CEFETEQ RJ>

bullet Elaine da Silva Soares Website.: www.facebook.com/elaine.soares.14 Graduada pela Faculdade Multivix, Castelo/ES. Atua como plantonista nas áreas de clínica e cirurgia de pequenos animais. CRMV: 01970 VP / ES Contato: (28) 99902 8139 / (28) 99251 >

bullet Prof. Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho>

bullet Adriana Morales Médica Veterinária CRMV: 6467 Membro do Colégio Brasileiro de Oftamologia Veterinária. Avenida 11 de Agosto, 1693. Valinhos/SP Tel.: 19 38492522>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO gato preto (the black cat)

bulletFlipper (1996)

bulletDeu a louca nos bichos

bulletO cachorro bombeiro (firehouse dog)

bulletThe wolf of wall street



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletLivro de banho galinha pintadinha

bulletVira-lata? não! também sou cachorro

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletMemorias de um gato

bulletQuem e mais feliz: voce ou o seu cachorro?

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos