Home Page > Notícias > É importante estar atento à depressão em animais de estimação

É importante estar atento à depressão em animais de estimação


A ausência do dono é um dos fatores primordiais para o surgimento da depressão em cães e gatos, sabia? (foto: Pixabay)


A depressão, distúrbio mental comum entre as pessoas, também pode se manifestar, por diversos fatores, em animais, como cães e gatos, sabia? É essencial que os tutores sejam capazes de identificar ems eus pets as mudanças comportamentais atreladas à patologia.

"A principal causa da depressão em pets, principalmente nos cães, é a constante ausência do tutor. Com o cotidiano corrido, é normal que os donos tenham de ficar muito tempo fora de casa, deixando o animal sozinho por longos períodos diários. A chegada de outro animal e o nascimento de crianças são outros motivos que também podem gerar ansiedade, insegurança e tédio nos pets, além de fatores que venham a modificar a rotina e o relacionamento entre o animal e o dono", explica a médica veterinária Ana Carla Bruscki, da DrogaVet.

Segundo a especialista, animais depressivos demonstram apatia, falta de apetite e de ânimo para brincar e interagir. A partir destes sinais, os donos devem estar atentos às mudanças nos hábitos dos cães e gatos, em especial às atitudes consideradas compulsivas, como lamber e morder as próprias patas de maneira excessiva.

A depressão pode causar ainda problemas de saúde como dermatites e perda de peso. A veterinária lembra que algumas raças de cães estão mais suscetíveis ao distúrbio mental, como, por exemplo, poodle, yorkshire e pinscher, por terem um grau de dependência humana maior, requerendo atenção redobrada dos tutores.

Para evitar que os animais entrem em depressão, é importante levá-los para passear e estimular a prática de exercícios físicos pelo menos uma vez ao dia e acostumá-los à rotina de trabalho e horários do tutor. Assim, o pet perceberá que há ausência, mas que a mesma será recompensada com a chegada do dono. "Com a chegada de outro animal ou de um filho, os tutores devem ter cuidado para que o animal mais velho não se sinta abandonado. Uma das maneiras para que o pet não se sinta excluído é inseri-lo na nova rotina e na configuração familiar", esclarece Ana Carla Bruscki.

O tratamento mais indicado para casos de depressão em cães, conforme a veterinária, é manter o animal ativo, propondo brincadeiras e passeios ao ar livre, sendo possível também contratar um profissional para adestrá-lo. No caso dos felinos, a dica da especialista é que os donos criem lugares em que eles possam escalar ou esconder. Os bichanos podem apresentar comportamento agressivo, somado a miados altos e frequentes quando estão depressivos.

"No mercado veterinário já existem medicamentos florais para pets, destinados ao combate de problemas psicológicos como a depressão. A consulta com o veterinário, entretanto, é indispensável para que ele possa prescrever a melhor posologia de acordo com o quadro clínico do paciente animal", afirma Ana Carla. Ela lembra que os florais podem ser administrados em qualquer estágio da doença, para animais de diferentes idades e mesmo junto de outro medicamento. "Além disso, são menos agressivos, pois não causam efeitos colaterais e é um medicamento de baixo custo para o dono", informa a especialista.



Fonte da Notícia: https://www.revistaencontro.com.br/canal/atualidades/2017/10/e-importante-estar-atento-a-depressao-em-animais-de-estimacao.html



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletQue nem jiló

bulletCrocodilo rico os figurantes

bulletNós, Os Gatos

bulletOperário em Construção

bulletPaisagem da Janela



Dicas Veterinárias:

bullet4 passos para seu cão virar amigo da escova de dentes

bulletMuitos em cães

bulletPênfigo

bulletAdestramento de gatos

bulletEsqueleto dos equinos



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Vanessa Castro Pesquisador Científico Laboratório de Doenças Bacterianas da Reprodução castro@biologico.sp.gov.br>

bullet Juliane Seixas Juliane Seixas Website.: www.facebook.com/veterinariadrajulianeseixas Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Atua como plantonista na área clínica e cirurgica de animais de companhia CRMV: 11430 / PR Con>

bullet Janaina Biotto Camargo http://www.vilachicopethotel.com.br/ Médica veterinária graduação (2003), residência e mestrado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu; Área de atuação em Anestesiologia, Acupuntura e Terapias complementares.>

bullet Luelyn Jockyman CRMVSP 14.512 Clínica Animaletto (19) 32589280 Av. Mário Garneiro 438 (Estrada do San Conrado) Sousas>

bullet silvana em souza mé dica veterinária crmv-sp 9617 animalcamp rua d pedro i n? 663; guanabara - campinas/sp fone: (19) 32425370 www.animalcampcjbnet homeovete@yahoo.com.br >



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletGatos numa roubada (tomcats)

bulletAracnofobia

bulletUma cilada para roger rabbit

bulletO gato (dr seuss the cat in the hat)

bulletFeito cães e gatos (the truth about cats and dogs)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletUm gato aprende a morrer

bulletAves-simbolos dos estados brasileiros, as

bulletCrianca, cachorro que fala!

bulletLivro dos passaros magicos, o

bulletPássaros amarelos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos