Home Page > Dicas Veterinárias > Osteide podal

Osteide podal


Osteide-podal


A osteíte Podal (OP) pode ser séptica (presença infecção) e não séptica (presença de inflamação), é uma condição inflamatória da pata que resulta na desmineralização ou osteomielite  da  3º falange.


 


CAUSAS


A Osteíte Podal não séptica é geralmente associada com traumas na sola em solos que possuem pedras, pedregulhos e solos irregulares que aumente o contato da sola diretamente, podendo leva a uma inflamação aguda ou crônica, que é resultado de repetitivas concussões durante o exercício em superfícies duras. A Osteíte Podal secundária é mais comum e pode ser causada por calosidades persistentes, laminites, feridas punctórias, contusões de sola e falhas de conformação. Na Osteíte Podal séptica geralmente se desenvolve da introdução de micróbios ambientais, tanto nos tecidos mole da pata, com subseqüente extensão da infecção para a falange distal, como pela introdução direta dos micróbios na 3º falange (por exemplo, feridas penetrantes e profundas através de pregos, parafusos, dentre outros). As causas mais comuns são as laminites, abscessos subsoleares, fratura na margem solear, rachaduras profundas na parede do casco, lesões por avulsões do casco e feridas penetrantes na pata.


 


SINTOMAS CLÍNICOS


Osteíte Podal acomete mais os membros anteriores podendo se uni ou bilateral, levando a claudicação acentuada após o exercício ou na colocação da ferradura. A claudicação varia do grau 2 (manqueira ao passo) a 5 (não coloca a pata no solo), tendo um aumento da temperatura e aumento do pulso digital.


 


DIAGNÓSTICO


Os sinais radiográficos associados com Osteíte Podal não séptica são caracterizados pela desmineralização, alargamento dos forames nutríceos e uma irregularidade óssea ao longo das margens soleares da superfície da falange distal. Na OP séptica leva uma perda dos detalhes trabeculares com margens indistintas desaparecendo ao redor do osso levando uma osteólise nas margens da falange distal.


 


TRATAMENTO


O uso de antiinflamatórios não esteroidais, vasodilatadores periféricos, antibióticos, casqueamento corretivos, ferrageamento com ferraduras apropriadas e solos macios para uma melhor recuperação.



http://www.portaldoequino.com.br:3000/dicas/9

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletEguinha pocotó

bulletOs três boiadeiros japoneses

bulletNão abra essa caixa com cobras confraria da costa

bulletTchutchuca

bulletRock das aranha



Dicas Veterinárias:

bulletCrueldade

bulletFlyball

bulletPoleiros

bulletEnsinar cachorro a fazer necessidades: falar não resolve

bulletAnsiedade de separação em cachorros



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Marne Campos
aquarismo online [aqol]
www.aquaonline.com.br>

bullet Jacqueline R. F. Cremoneze profissão: Médica Veteriária CRMVSP21312 Sou médica veterinária formada pela Faculdade de Jaguariúna em junho 2006, e minha dedicação com as aves começou no ano de 2003. Devido a isso, presto apoio a todos os interess>

bullet Virgínia Figuerôa (11) 55061144 / virginia@ecco.inf.br>

bullet Policlnica Veterinria de Cotia Av. Ralf Boli, 25 Granja Carolina, Cotia SP Tel.: 11 46162677 >

bullet Prof. Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletMarley e eu

bulletErrado pra cachorro (who s minding the store?)

bulletMeu maior amigo

bulletBenji - o filme

bulletA morte anda a cavalo (da uomo a uomo / death rides a horse)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletOs passaros e suas doencas

bulletGato viriato

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bulletCachorro tem cada uma

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos