Home Page > Dicas Veterinárias > Crianças e pets: benefícios para todos os lados

Crianças e pets: benefícios para todos os lados


Quer estimular o desenvolvimento do seu filho? Dê um animalzinho de estimação para ele. No fim das contas, todo mundo sai ganhando


Crianças


38


  •  

  •  

  •  

  •  


Já deixou de ser apenas especulação. Pesquisas no mundo inteiro confirmaram o que, para muita gente, parece óbvio: conviver com animais de estimação faz bem ao coração. E muito! E as crianças só têm a ganhar. Além da saúde física, o emocional dos pequenos que têm pets em casa leva vantagem. “Crianças com mascotes costumam ser menos estressadas, mais criativas e concentradas. Os animais também potencializam o sentimento de proteção e cuidado”, diz a psicóloga infantil Isabel Garcia.


Veja também: Pegando o cachorro da vizinha emprestado


Foram necessárias 240 famílias para que a pesquisadora norte-americana Karen Allen, da Universidade de Nova Iorque, confirmasse os benefícios para o coração. Pessoas de todas as idades apresentam chances significativamente menores de, em algum momento da vida, sofrer com hipertensão ou infartos fulminantes.


Crianças e pets também já não são apenas fofos de se ver em fotos da internet. Na Universidade da Finlândia Oriental, uma equipe de pesquisadores acompanhou cerca de 400 bebês com até 1 ano. O resultado revelou que, crianças, submetidas ao contato com cães e gatos, apresentam sistema imunológico melhor preparado para combater inúmeros problemas – inclusive as perturbadoras infecções respiratórias. Pois é.


Mas para Isabel Garcia nada disso é novidade. Acostumada a aproveitar as vantagens que o convívio com animais pode proporcionar aos pacientes, a psicóloga lembra que todo o contato de crianças e pets deve ter sempre o acompanhamento dos pais. “A lição de como tratar bem os novos amiguinhos deve partir deles”, alerta a especialista.


Benefícios à parte


O veterinário Alessandro Bijjeni é especialista em animais silvestres e proprietário da Exotic Pets, clínica que atende todo tipo de animal doméstico - menos cães e gatos. Para ele, não existem bichos específicos para estilos de pessoas. “Em teoria, desde que as necessidades do cuidador e do mascote sejam atendidas, toda pessoa pode manter qualquer animal. E isso varia muito a cada indivíduo”, afirma.


Exatamente por conta dessa diversidade toda, o momento de escolher o animalzinho adequado costuma ser pouco confortável para os pais. Muitas alternativas, pedidos difusos e ansiedade no limite dificultam o processo. Convenhamos, a decisão é séria e vai impactar no dia a dia da família pelos próximos anos. Dá-lhe insegurança!


A notícia boa é que, embora ninguém vá escolher por você, a devida orientação pode tornar a situação menos complicada. Com a ajuda de especialistas em animais, montamos o roteiro abaixo para auxiliá-los a analisar o contexto, as alternativas e apontar a opção mais acertada.


Para famílias “iniciantes”
Caso os pais não tenham muito tempo e as crianças ainda sejam pequeninas (até por volta dos 5 anos), peixinhos são bastante recomendados. Apresentam cores e tipos variados e, no geral, não exigem tratamentos especiais. Mesmo assim, os pequenos terão, na prática, lições importantes sobre responsabilidade e fortalecimento de vínculos.


Para portadores de necessidades especiais
O caso do francês Callum Lake, de 10 anos, diagnosticado autista, ficou famoso nas redes sociais. O garoto ganhou da mãe um pequeno lagarto, apelidado Spike. O réptil, hoje seu melhor amigo, o acompanha em tudo. Desde que a convivência se estabeleceu, os avanços no quadro da criança foram surpreendentes, tanto na opinião dos pais, quanto na dos médicos. Cavalos treinados também são excelentes companhias para crianças com necessidades especiais. “Eles possibilitam que os adultos estabeleçam um elo entre os mundos interno e externo dos filhos. A cavalgada leva em conta o ritmo e equilíbrio de cada criança. É ela quem controla a proximidade que vai ter com o animal, seu ponto de referência estável”, explica Garcia.


Pets para diferentes temperamentos
Cachorros são amigos fiéis e, no geral, estimulam a interação adequada das crianças com o meio. De toda forma, é importante observar sempre a personalidade de cada cãozinho. Embora a raça possa dar indícios de como ele venha ser, cachorros são muito parecidos com os seres humanos nesse aspecto: cada um tem suas manias. No entanto, não dá pra ignorar o fato de que, embora a classificação das raças não seja regra, pode ajudar bastante. “Algumas, por exemplo, de porte menor e mais sensíveis, são indicadas para as crianças tímidas e tranquilas, como os poodles, shitzus e yorkshires, por exemplo”, orienta o adestrador Fernando Baltarejo. Já para crianças mais agitadas, o especialista indica cães mais resistentes, de médio e grande porte. Geralmente, os labradores e pastores alemães são dóceis e ativos. Assim, ambos podem brincar a vontade, sem exceder os limites de um e outro.


Bichos de estimação para quem tem pouco espaço
Ao pensar em animais domésticos, logo nos vêm à mente os bons e velhos cães e gatos. No entanto, existe uma gama imensa de outros bichinhos que são tão positivos para a criança quanto os convencionais. Ao mesmo tempo, não sofrem em espaços limitados. Tartarugas, porquinhos da índia, hamsters e coelhos, por exemplo, enriquecem a rotina de qualquer criança e são ideais para ambientes menores e sem quintal.


Mas preste atenção: os animais precisam ser autorizados pelo Ibama. A loja Mundo Exótico Pets dá algumas sugestões para ajudar os papais a pensarem fora da caixa, já com a média de preço:camundongo (R$ 7), esquilo-da-mongólia (R$ 20), preá (R$ 50), tartaruga-tigre-de-água (R$ 200) e chinchila (R$ 200) – valores referentes ao mês de outubro/ 2013.


O inevitável: quando o animal morre


De longe, a dúvida que mais aflige pais ao aceitarem que os filhos adquiram seu bichinho: “E se o animalzinho morrer, como devo agir?”. Para Garcia, a vontade excessiva de proteger as crianças é normal, mas precisa ser enfrentada da maneira correta. Perdas fazem parte do jogo e vão acompanhar todas as pessoas ao longo da vida.


O mais importante é que pais e filhos estejam lado a lado no momento da fatalidade. E que os adultos deem a devida continência aos sentimentos dos pequenos ao explicar de maneira simples e carinhosa o que se passa. “Jamais devemos mentir ou omitir o fato. Muito menos substituir o animal para que a criança não perceba. Isso é subestimar a capacidade de entendimento e reflexão que ela possui”.


Clarice Lispector que o diga. No livro infantil “A Mulher que Matou os Peixes”, faz um autorrelato da angústia de quando, ainda criança, esqueceu-se de alimentar seus peixinhos por três dias. Obviamente, o “assassinato” foi sem querer. Mesmo assim, Clarice utiliza toda a obra para deixar claro seu arrependimento e o amor que dedicou aos animais a partir de então. Concluiu ela: “Eu peço muito que vocês me desculpem. De agora em diante, nunca mais ficarei distraída. Vocês me perdoam?”. Claro, Clarice. Faz parte.



http://disneybabble.uol.com.br/br/rede babble/educa%C3%A7%C3%A3o e desenvolvimento/crian%C3%A7as pets benef%C3%ADcios para todos os lados

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletPassaro sem ninho

bulletcerol na mão

bulletA Barata

bulletVida de cachorro os mutantes

bulletMary loo



Dicas Veterinárias:

bulletMeu cão não quer comer ração!!

bulletComo tirar o cheiro de xixi de cachorro da sua casa

bulletComportamento canino - parte 1

bulletO que fazer em caso de animal envenenado

bulletComo escolher acessórios adequados para passear com seu cão



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Dr. Carlos Artur Lopes Leite é médico veterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF>

bullet Keila Regina de Godoy>

bullet Gislaine Nonino Rosa CRMV 11291 Kingdom Pet Shop Av. Moraes Salles. 3183 Nova Campinas Campinas Fone: 32941126 / 32526885 / 91226711>

bullet Marina Milos http://www.geocities.com/RainForest/6327/pag2.htm>

bullet Camila Mello, adestradora franqueada da C?o Cidad?o>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletFlipper (1996)

bulletJurassic park i

bulletSoltando os cachorros (the shaggy dog)

bulletA fuga dos homens pássaros (the birdmen)

bulletBabe, o porquinho atrapalhado



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCachorro tem cada uma

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bulletMais que um leao por dia

bulletA volta do gato preto

bulletCachorro magro

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos