Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Crescimento celular rápida em cães

Compartilhe em suas redes sociais:

Crescimento celular rápida em cães


Doenças Histiocíticos em cães

Doença histiocítica são doenças de pele incomum resultante do crescimento rápido e excessivo de células. Este comportamento celular é medicamente descrita como a proliferação celular.

Ocorre em jovens de meia-idade os cães, com idade média de cinco anos. Não há predileção sexual aparente, e doenças de pele não se restringe a determinadas raças, mas a doença sistêmica - onde a doença de pele se espalhar para o sistema do corpo - tem sido relatada predominantemente em cães Bernese mountain.

Sintomas e tipos de

Histiocitose cutâ;nea

Lesões envolvem pele e subcutâ;neo são (no tecido conjuntivo profunda da pele)
Múltiplos nódulos ou placas na cabeça e pescoço, tronco, extremidades, e escroto
Sem envolvimento de órgãos sistêmicos
Muitas vezes leva um flutuante, curso crônico, onde regressão espontâ;nea das lesões pode ocorrer

Histiocitose maligna

Palidez, fraqueza, falta de ar (dispnéia) com sons pulmonares anormais, e sinais neurológicos (g, convulsões, distúrbios centrais, fraqueza nas pernas de volta)
Moderada a grave alargamento das glâ;ndulas linfáticas e aumento do baço e do fígado
Massas ocasionalmente encontrada no fígado e / ou baço
Olhos e pele, raramente são afetados
Forma maligna afeta cães mais velhos, em uma idade média de sete anos
Histiocitose maligna é rapidamente progressiva e geralmente fatal

Histiocitose sistêmica

Tendência marcada para a pele, e linfonodos
Cutâ;neas múltiplas (pele exterior) massas são nodular, bem definido, e muitas vezes ulcerada, crostas ou sem pêlos ao redor da massa (alopecic)
Comumente encontrados no focinho, nasal planum (área preta do nariz), pálpebras, flanco, e escroto
Moderada a grave gâ;nglios linfáticos aumentados (linfadenomegalia) está freqüentemente presente
Manifestações oculares
Respiratória anormal sons e / ou infiltração da mucosa nasal
Organomegalia (alargamento de órgãos) ocorre com envolvimento sistêmico
Histiocitose sistêmica é uma doença crônica e debilitante, com múltiplos flutuante episódios clínicos e períodos sem sintomas

Outros sintomas e tipos de

Mais comumente afeta cães Bernese mountain
Golden retrievers, flat retrievers revestido, e rottweilers parecem estar predispostos, sugerindo fatores genéticos
Letargia
Anorexia
Perda de peso
Tosse
Sibilos respiratórios (sons ronco)
Dispnéia (falta de ar)
Sinais de doença sistêmica não pode estar presente em cães com leishmaniose (Pele) histiocitose e, em alguns cães com histiocitose sistêmica

Causas

Sistêmicas e cutâ;neas (pele exterior) histiocitose parecem resultar da inflamação das células
Não-cancerosas doenças decorrentes da expansão das células da pele ativados
Ausência de agentes infecciosos e as respostas aos medicamentos sugiro mal regulado respostas imunes podem estar envolvidos
Maligno (agressivo e rapidamente se espalhando) proliferação de células
Doença familiar de cães Bernese mountain, responsável por até 25 por cento de todos os tumores nesta raça

Diagnóstico

Seu veterinário irá realizar um exame físico completo sobre o seu cão, incluindo um perfil de sangue completo, química perfil sangue, um hemograma completo, e um exame de urina. Extenso trabalho de laboratório terá de ser essencial para fazer um diagnóstico conclusivo. A biópsia (amostra de tecido e fluido) dos órgãos afetados e / ou gâ;nglios linfáticos terão de ser recolhidos, um exame citológico (um exame microscópico das células) de aspiração de medula óssea ou biópsia pode mostrar infiltração histiocitária sistêmica. Diagnóstico de histiocitose é muitas vezes difícil porque os resultados da análise microscópica das células nem sempre são definitivos.

Imuno-histoquímica, onde uma amostra de tecido é usado para a detecção de antígenos (as moléculas que se ligam a anticorpos), digitando o tumor e testar a reação da célula tumoral à terapêutica, pode ser efetivamente usado para diagnosticar uma doença histiocitária. Coloração imuno-histoquímica pode também ser útil para verificar a origem histiocitária de células.

Tratamento

Transfusões de sangue ou fluido terapia pode ser necessária, dependendo do quadro clínico.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletBlues do iniciante

bulletPonbinha branca

bulletOlha o caminho da roça!

bulletChora viola

bulletCavalgada do amor



Dicas Veterinárias:

bulletFebre maculosa em cães

bulletMarketing veterinário

bulletOscar

bulletSeu cão te olha enquanto faz cocô? entenda o motivo!

bulletO que um cachorro precisa para ser feliz?



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Tatiane Tancredo, estudante de Medicina Veterinária ANIMAL SHOP AGROPECUARIA E PET SHOP R. DOMINGOS TORDIN, 194 JARDIM MONTE VERDE, VALINHOS>

bullet Sérgio Villa Santi>

bullet Roberto Delort A. Leite e Laura Celi de Souza Silva >

bullet Chani Blue http://www.epochtimes.com.br/equoterapiaeficazcombateproblemaspsicologicos/>

bullet Marcelo Pardini  http://www.infohorse.com.br/2017/10/13/precificacao/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletNo olho do gato (dans l oeil du chat)

bulletAs crônicas de nárnia - o leão, a feiticeira e o guarda-roupa

bulletO gato do espaço (the cat from outer space)

bulletNo olho do gato (dans l oeil du chat)

bulletTubarao i



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletNosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos