Home Page > Dicas Veterinárias > Yersinia pestis em cães

Yersinia pestis em cães


A peste é uma doença bacteriana causada pelo parasita g?nero Yersinia pestis. Esta condição ocorre em todo o mundo. Nos Estados Unidos, que é predominantemente ncontrado no sudoestentre os meses de maio e outubro. Portadores desta doença incluem ratos, esquilos e ratos; a doença é normalmente transmitida quando um roedor ou mordidas, ou é mordido por um cão.

A infecção viaja rapidamente para os gânglios linfáticos, onde as células brancas do sangue são produzidas. A reação resultante da linfonodos é uma multiplicação rápida de células brancas, acumulação anormal de fluido com o inchaço, e ruptura possível da pele. Cães infectados com praga vai ter febre, inflamação, e dor excessiva devido para os gânglios linfáticos inchados sendo cronicamente.

Esta doença é rara em cães, porque eles tendem a ter uma elevada resist?ncia ás bactérias. Contudo, não há sexo ou raças mais suscetíveis á praga.

Embora seja muito raro, praga é transmissível aos seres humanos, e os cuidados devem ser tomados para evitar pulgas e fluidos corporais de um animal que é suspeito de estar infectado com a bactéria Yersinia.

Os gatos também podem ser infectados com peste. Se você gostaria de saber mais sobre como essa doença afeta gatos, visitee esta página na biblioteca saúde PetMD.

Sintomas e tipos de

Há tr?s formas de praga: peste bubônica, peste pneumônica, e peste septic?mica. Os sintomas associados com a peste bubônica incluem gânglios linfáticos inchados e doloridos, fever, inflamação, depressão, vômitos, desidratação, diarréia, tonsilas, e anorexia. A área de cabeça e pescoço vai inchar consideravelmente, e deve o cão sobreviver, dos seus gânglios linfáticos pode abscesso e depois rompem e drenagem. Outros sintomas incluem corrimento dos olhos, úlceras na boca, e uma perda de apetite, com perda de peso visível sendo evidente. Coma podem seguir.

O período de incubação normal para a peste bubônica é entre dois e sete dias depois que o cão foi mordido. No caso de peste pneumônica, uma infecção pulmonar irá ocorrer; e com peste septic?mica, os mesmos sintomas que a peste bubônica aparecer?o, juntamente com infecção sist?mica do sangue.

Causas

A bactéria Yersinia é transmitida aos cães quando uma pulga infectada pica-los, ou quando ingerem um roedor infectado. Outra possível causa para a exposição poderia vir de meio ambiente do animal.

Se a casa é fortemente infestada de pulgas, ou se o proprietário reside perto de um habitat de vida selvagem, onde o cão é exposto a roedores, isso poderia colocar o cão em um maior risco de contrair a peste. Lixo, woodpiles, e fontes de alimentos também podem ser tomadas para a transmissão desta doença.

Diagnóstico

Seu veterinário irá executar uma avaliação completa de diagnóstico sobre o cão, incluindo amostras de sangue, amostras de fluidos de cultura, e nos rins e fígado testes, a fim de estabelecer um diagnóstico definitivo da doença. Um sistema linfático inchado é uma clara indicação de que a infecção está presente exames de sangue vai mostrar o nível de glóbulos brancos presentes, entre outras coisas, ainda auxiliando na identificação da presença da bactéria da peste.

Um exame físico completo será realizada para verificar se há inchaço ao redor do pescoço e da cabeça, fígado e rins, e para verificar se há sinais de desidratação, fever, infecção pulmonar, ou qualquer outra coisa que irá identificar conclusivamente a praga como uma causa para a doença do seu cão.

Medicação será administrada para tratar os sintomas, e se praga é confirmado, ou suspeita, o seu cão vai ser isolados até que a condição é resolvido.

Você vai precisar dar uma história completa da saúde do seu cão, incluindo um historial de sintomas, e possíveis incidentes que possam ter precipitado essa condição.

Tratamento

Seu cão vai necessitar de hospitalização para tratar os sintomas mais graves de peste, e será dado um curso completo de antibióticos. Os cães que est?o enfraquecidos e desidratados, vai exigir um gotejamento intravenoso para auxiliar na reidratação. Tratamento de pulgas também será necessário. A incid?ncia de mortalidade é alta para os cães que não são tratadas precocemente de forma eficaz.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCachorro tchakabum

bulletFeliz pra cachorro 5 à seco

bulletO galo é o dono dos ovos sérgio godinho

bulletA galinha pintadinha 3

bulletGatinha Manhosa



Dicas Veterinárias:

bulletLimpeza e remoção de tártaro em felinos

bulletBrigando como cão e gato

bulletPor que cães destroem a casa?

bulletAflatoxinas

bulletFeira de filhotes



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Ag?ncia de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas ADEAL >

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/anestesia-em- caes-e-gatos/>

bullet André Barreto www.andrebarreto.com 1150936244 / 25037333>

bullet Rosmeire de O.S.Jacinavicius CRMVSP 21580 Médica Veterinária acupunturista tel: 19 999971911 email: stuffzinha@gmail.com>

bullet Sergio Lobato www.sergiolobato.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletQualquer gato vira-lata

bulletA quinta execução

bulletUm gato em paris (une vie de chat)

bulletDogão - amigo pra cachorro (doogal)

bulletO corcel negro



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletCachorro magro

bulletPasso, trote, galope - uma familia e seus cavalos

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletPássaros amarelos

bulletLivro de banho galinha pintadinha

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos