Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Narcolepsia e cataplexia em cães

Compartilhe em suas redes sociais:

Narcolepsia e cataplexia em cães



Os ataques de sono e fraqueza em cães

Narcolepsia e cataplexia são distúrbios do sistema nervoso. Narcolepsia ocorre quando um animal sofre de sonol?ncia diurna excessiva, falta de energia, ou breves perdas de consci?ncia. Os episódios são breves e desaparecem por si mesmos. Cataplexia é caracterizada por paralisia muscular súbita, sem perda de consci?ncia. O animal permanece alerta e pode acompanhar o movimento com os olhos em todo o episódio. Cataplexia é semelhantánarcolepsia em que os episódios são espontâneas, breve, e reversível. Estes distúrbios são relativamente comuns em cães.

Sintomas e tipos de

Um cão que tenha qualquer uma destas condições nem sempre t?m todas as condições subjacentes secundário ou relacionados a ela. Um exame físico normalmente mostram normais respostas físicas e neurológicas, sem anormalidades óbvias. Esta não é uma doença fatal, mas é uma que requer atenção e consci?ncia. Episódios de narcolepsia e cataplexia pode durar de alguns segundos até 30 minutos, muitas vezes ocorre quando o cão está comendo, jogar, animado, ou está envolvida na atividade sexual. Momentos de grande moção jogar um papel em ambas as condições e no início de um episódio.

Durante um episódio de narcolepsia, o cão afetado entrará em colapso em seu lado ou estômago, seus músculos afrouxar, e todos os movimentos físicos brevemente cessa. É como se o cão, de repente, caiu em um sono profundo. Movimento de olho fechado continua, como se o cão estava no estágio de sono REM. Durante um episódio de cataplexia, o cão está em estado paralisado, embora seus olhos permanecem abertos, e tem controle sobre seus movimentos oculares. O cão permanece atento e consciente do que está acontecendo ao seu redor durante esse tipo de pisódio. Tipicamente, o cão vai sair de um episódio em resposta a outros estímulos externos, como quando ouve sons altos, ou quando é acariciado.

Alguns dos sintomas usuais da narcolepsia e cataplexia são:

Rápido início de pisódios, sem nenhum aviso aparente de colapso iminente
Perda súbita de consci?ncia
Paralisia dos membros, cabeça, e tronco
Episódios duram de alguns segundos até 30 minutos
Movimento dos olhos, contraturas musculares, e choramingando durante os episódios
Episódios normalmente terminam quando estimulados por carícias, ruídos altos, etc.

Causas

Hereditária em labradores, Poodles, dachshunds, e doberman pinschers
O envolvimento do sistema imunológico possível
Doença nervosa
Idiopática (desconhecido)

Diagnóstico

Seu veterinário irá realizar um exame físico completo, incluindo um perfil químico no sangue, um hemograma completo, um exame de urina, e um painel de eletrólito para descartar qualquer doença de base. Você vai precisar dar uma história completa da saúde do seu cão, o início dos sintomas, e possíveis incidentes que possam ter precipitado essa condição. Se é possível registrar visualmente um ataque de narcolepsia ou cataplético, pode ajudar você e seu veterinário para encontrar um padr?o previsível que antecederam os episódios. Se há uma atividade que aparece de forma consistente trazer episódios, seu veterinário tentará simular a atividade de modo que um episódio pode ser observado em primeira m?o. Um alimento-teste provocou a cataplexia pode também ser realizada, pois muitos animais, com cataplexia t?m ataques ao comer.

Tratamento

Seu veterinário irá tentar determinar o que está por trás dos episódios. Ao encontrar possíveis padróes, como em atividades particulares, alimentos, ou momentos do dia, você pode ser capaz de prever com alguma garantia, quando o seu cão vai ter um episódio. Embora você possa não ser capaz de impedir ataques episodal de narcolepsia ou catalepsia, você pode ser capaz de reduzir a frequência e a duração deles. Prestando atenção para pequenos sinais de um episódio que se aproxima, estar preparado para levar o seu cão suavemente fora dele pode ajudar o incidente ao passar rapidamente. Estes ataques podem parece ser grave, mas eles não são uma ameaça á vida. Seu cão não é nem sofrimento nem é na dor enquanto ele e está passando por este pisódio neurológico, e não há necessidade de se preocupar com isso engasgado com alimentos e / ou tenham a sua obstrução das vias aéreas se um episódio ocorreenquanto ele e está comendo. Mas há outras quest?es de segurança a ter em conta. Se os episódios são frequentes, estão acontecendo em situação de vulnerabilidade, ou são de outra maneira muito preocupante, pode haver medicamentos seu veterinário pode prescrever para ajudar a controlar a frequência ou duração das crises.



Contatos dos Autores:
internet



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletProblemas de canto

bulletComportamento de cães e gatos

bulletMiados

bulletDermatite atópica canina: descubra tudo sobre a doença

bulletRação cuidados fundamentais no armazenamento


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Silvana Souza
médica veterinária
crmv-sp 9617
animalcamp
rua d pedro i n? 663; guanabara - campinas/sp
fone: (19) 32425370 ou 97965242
www.animalcampcjbnet
homeovete@yahoo.com.br

bullet M.V Helena Monkevic Casarin 19 993353793

bullet Matheus Rodrigues Bonfim matheus@petlive.com.br

bullet Marina Milos http://www.geocities.com/RainForest/6327/pag2.htm

bullet Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletA Barata Pato Fu

bulletCavalgada

bulletAsa s cobras

bulletChora viola / pagode em brasília / a coisa tá feia

bulletRato de academia

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletO gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bulletThe dark knight (2008)

bulletQuigley - um cachorro pra lá de humano (quigley)

bulletCompramos um zoológico

bulletA morte anda a cavalo (da uomo a uomo / death rides a horse)


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletOs passaros e suas doencas

bulletExplicação dos pássaros

bulletO gato que tocava brahms

bulletCachorro tem cada uma

bulletEnfermidades dos cavalos

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos