Home Page > Dicas Veterinárias > Ataques e convuls?es em cães

Ataques e convuls?es em cães



Estado epiléptico e macacos

Estado de mal epiléptico, ou epilepsia, é uma condição neurológica que resulta em crises recorrentes em cães.

Sintomas e tipos de

existem vários tipos diferentes de convuls?es ou epilepsia que pode afetar cachorros.

A epilepsia é usada para descrever crises recorrentes ou reoccurring que se originam no cérebro
Epilepsia idiopática descreve uma forma de pilepsia que não result em les?es cerebrais ou danos ao cérebro
Epilepsia sintomática é usado para descrever a epilepsia primária, resultando em les?es ou danos estruturais a estrutura do cérebro
Epilepsia provavelmente sintomática é usado para descrever epilepsia sintomática suspeita, onde o paciente tem convuls?es recorrentes, mas onde não há les?es ou danos cerebrais é aparente
Apreensão Cluster descreve qualquer situação em que um animal tem mais de uma convulsão no consecutivos períodos de 24 horas
Estado de mal epiléptico envolve convuls?es constantes, ou atividade envolvendo breves períodos onde há inatividade, mas não alívio completo de atividade convulsiva.

As crises mais um cão tem, o mais provável é que há para ser danos entre os neurônios no cérebro, e maior a probabilidade de o animal é aproveitar novamente. Os pesquisadores geralmente classificar todas as apreens?es como convuls?es focais, convuls?es generalizadas, e crises focais com generalização secundária.

A convulsão focal vai afetar apenas uma pequena parte do cérebro. Crises generalizadas tendem a afetar os dois lados do cérebro.

Sinais de um ataque iminente pode incluir um período de aviso, onde o paciente vai experimentar o que é chamado de aura. Durant esse tempo, um cão pode parecer preocupado, sublinhou, ou assustado. Pod experimentar perturbações visuais ou procurar a ajuda de seu dono. O cão pode sentir contrações em seus membros ou em seus músculos, e pode ter dificuldade em controlar a micção e defecação.

O cão também pode ter um estado mental alterado antes de avançar para uma apreensão, bem como desenvolver outros sintomas neurológicos.

Causas

Muitos fatores diferentes, incluindo o padr?o de crises, podem influenciar o desenvolvimento de futuras apreensóes. Por exemplo, quantos anos um cão é quando ele primeiro se desenvolve uma apreensão pode determinar a probabilidade de que ele irá desenvolver convuls?es futuro, convuls?es recorrentes, e a frequ?ncia eo resultado dessas convulsóes.

Diagnóstico

Sintomas físicos podem incluir taquicardia, contrações musculares,dificuldade em respirar, pressão arterial baixa, pulso fraco, desmaio, inchaço no cérebro, e apreens?es óbvio. Alguns cães exibem comportamentos mentais que são fora do comum, incluindo sintomas de comportamentos obsessivos e compulsivos. Alguns v?o demonstrar agitação espasmos. Outros podem tremer. Outros ainda podem morrer.

Testes de laboratório e bioquímicos podem revelar o seguinte:

Açúcar no sangue
Insufici?ncia renal e hepática
A esteatose hepática
Uma doença infecciosa no sangue
Doenças virais ou fúngicas
Doenças sist?micas

Tratamento

Em alguns casos, certos procedimentos médicos, incluindo a cirurgia para remover tumores que podem contribuir para crises convulsivas, pode ser necessária. Medicamentos podem ajudar a reduzir a frequ?ncia das crises de alguns animais. Alguns medicamentos corticosteróides, anti-epilépticos, e anti-convulsivante medicamentos também podem ajudar a reduzir a frequ?ncia das crises. O tipo de medicação dada dependerá do tipo de pilepsia que o animal tenha, bem como outras condições subjacentes de saúde do animal,.

Por exemplo, esteróides não são recomendados para animais com doenças infecciosas, como eles podem ter um efeito adverso.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletSerpente

bulletGato mia xuxa

bulletAbelha sem mel

bulletTô bem

bulletFesta do boi bumba



Dicas Veterinárias:

bulletPor que alguns cães odeiam ficar sozinhos

bulletComo manter seu gato saudável

bulletPseudociese ? gravidez psicológica canina

bulletLigamento da articulação do ombro e as condições de tend?es em cães

bulletMarcação de território



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Desirée Schiffer Mariotti, Médica Veterinária, Pósgraduanda em Diagnóstico por Imagem, Indaiatuba/SP desiree.veterinaria@hotmail.com tel 19 98633617>

bullet Flávia Raucci Facchinihttp://www.infohorse.com.br/2018/05/07/a criacao de cavalos paixao e zelo/>

bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 (19) 9822 3758 contato@edosbichos.com.br>

bullet LUIZA CERVENKA DE ASSIS http://emais.estadao.com.br/blogs/comportamento animal/morte e luto o que fazer quando o cachorrogato morre/>

bullet Magda Izidio de Souza, Médica Veterinária>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO gato de madame

bulletQualquer gato vira-lata

bulletRio

bulletProcurando nemo

bulletMeu maior amigo



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletA volta do gato preto

bulletO homem que amava os cachorros

bulletAves-simbolos dos estados brasileiros, as

bulletCachorro tem cada uma

bulletGato viriato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos