Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Mormo ou Lamparão

Compartilhe em suas redes sociais:

Mormo ou Lamparão


O mormo ou lampar?o, é uma doença infecto-contagiosa dos eqüídeos, causada pelo burkholdelia mallei, que pode ser transmitida ao homem e também a outros animais manifesta-se por um corrimento viscoso nas narinas e a presença de nódulos subcutâneos, nas mucosas nasais, nos pulm?es, gânglios linfáticos, pneumonia, etc os animais contraem o mormo pelo contato com material infectante do doente: pús; secreção nasal; urina ou fezes sintomas: os sintomas mais comuns são a presença de nódulos nas mucosas nasais, nos pulm?es, gânglios linfáticos, catarro e pneumonia a forma aguda é caracterizada por febre de 42?c, fraqueza e prostração; pústulas na mucosa nasal que se transformam em úlceras profundas com uma secreção, inicialmente amarelada e depois sanguinolenta; intumescimento ganglionar e dispnéia a forma crônica apresenta-se na pele, fossas nasais, laringe, traquéia, pulm?es, porém de evolução mais lenta, pode apresentar também localização cutânea semelhante ? forma aguda, porém mais branda contaminação: acontece pelo contato com material infectante (pus, secreção nasal, urina ou fezes) o agente penetra por via digestiva, respiratória, genital ou cutânea (por lesão) o germe cai na circulação sangüínea e depois alcança os órg?os, principalmente pulm?es e fígado tratamento: o mormo apresenta forma crônica ou aguda, esta mais freqüente nos asininos os animais suspeitos devem ser isolados e submetidos ? prova de maleina, sendo realizada e interpretada por um veterinário a mortalidade dessa doença é muito alta atenção: devem ser realizadas as seguintes medidas: notificação imediata ? defesa sanitária
isolamento da área da infecção e isolamento dos animais suspeitos
sacrifício dos que reagiram positivamente ? mesma prova repetida após dois meses
cremação dos cadáveres no próprio local e desinfecção de todo o material que stev em contato com os mesmos
desinfecção rigorosa dos alojamentos
suspensão das medidas profiláticas somente tr?s meses após o último caso constatado os produtos usados devem ser ? base de sulfas, principalmente sulfadiazina e sulfatiazol ou sulfacnoxalina ou cloranfenicol e outros, em forma de grupos antibióticos

Agencia de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas ADEAL

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletFilho de peixe

bulletPeão Apaixonado

bulletPedro, o pescador

bulletNo dia em que eu saí de casa

bulletPassarinhos - emicida



Dicas Veterinárias:

bulletOrelha coçando depois do banho

bulletComportamentos indisciplinados em cães

bulletVamos evitar as intoxicações alimentares!

bulletPicada de cobra em cavalos: o que fazer nesses casos?

bulletFebre maculosa em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Marina Rodrigues http://adestradoradecaes.blogspot.com.br/>

bullet Giorgia Bach advocacia@praticaclinica.com.br>

bullet Katherine P. Colomba>

bullet Por Alexandre Domingues>

bullet Revista Cães e cia>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletEu sou a lenda

bulletAquele gato danado (that darn cat!)

bulletPets a vida secreta dos bichos

bulletNo olho do gato (dans l oeil du chat)

bulletFilhote (cachorro / bear cub)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletO estranho caso do cachorro morto

bulletVida de cão

bulletCrianca, cachorro que fala!

bulletCama de gato

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos