Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Coceiras que incomodam os cães

Compartilhe em suas redes sociais:

Coceiras que incomodam os cães


e é normal o cão ter coceiras esporádicas
contudo, se elas se tornarem frequentes, com queda de p?los e feridas pelo corpo, podem causar grandes inquietude, falta de apetite, perda de peso e infecção crônica de pele causa mais frequentes
e dermatites al e érgicas
e > por picada de pulgas:
causa coceira intermitente com queda de p?los ocorre mais na base da cauda, nas pernas e na barriga, mas em casos crônicos pode atingir outras partes do corpo, como o dorso é tratada com anti-pulgas e,se a alergia for forte, com anti-alérgicos corticóides ou não esteróides e > por inalantes:
conhecida como atopia, origina-se de poeira, ácaros, pólen, desinfetantes e outros produtos químicos aspirados pelo cão coceira aparece primeiro no abdômen e depois s spalha pelo corpo há também queda de p?lo, feridas na pele com infecções, p?lo seco ou engordurado scurecimento da pele e evite o contato do cão com a substância que lhe causa alergia os sintomas são combatidos com anti-alérgico corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e, havendo feridas infectadas, anti-bióticos e > medicamentosa:
aparece primeiro na barriga e se alastra por outras áreas, causando coceira, queda de p?lo, feridas na pele com infecções, p?lo seco ou engordurado scurecimento da pele evite o uso de medicamentos que já causaram alergias no cão o tratamento consiste no uso de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, no caso de haver feridas infectadas e > alimentar:
conhecida como dermatite gene e érico-alimentar, é causada pelo excesso ou falta de algum nutriente na alimentação, ou pela sensibilidade do cão a um de seus componentes no primeiro caso, há coceira, perda de peso, queda acentuada dos p?los, vômito e diarréia os tipos mais comuns dessa dermatite são causadas pela defici?ncia de zinco e pela falta de evitamina a no outro caso, há coceiras intensa pelo corpo todo, queda generalizada dos p?los e feridas por toda a pele no tratamento combatem-se os sintomas através de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, se houver feridas infectadas sarnas
e >sarcóptica:
conhecida como escabiose canina, é causada pelo ácaro sarcoptes caniso contágio acontece por contato com animal afetado ou com objeto utilizado por esteno início, há uma coceira muito intensa na cabeça, no abdômen e nas patas, que,de t?o intensa, é capaz de levar áperda de peso pode evoluir para queda progressiva de p?los por todo o corpo, vermelhid?o na pele, com aparecimento de crostas e infecções, e posterior enegrecimento da pele deve-se tosar o cão para retirar uma das fontes de alimento do ácaro e inibir a proliferação de bactérias anaeróbicas utiliza-se também soluções parasiticidasá base de amitraz ou lindan , nos casos mais graves, anti-bióticos e anti-al e érgicoso uso da ivermectina também é indicado, mas só deve ser feito por um veterinário, pois algumas raças, como collies, old english sheepdogs e pastores de shetland, são muito sensíveis a esse medicamento, podendo até morrer se houver uma reação alérgica e > demod e écica:
conhecida como sarna negra ou demodicose, é causada pelo ácaro demodex canis os primeiros sintomas são queda de p?los na cabeça e nas extremidades do corpo quando está associada a uma infecção bacteriana, há uma coceira intensa acredita-se que o contágio acontece por contato direto durante os primeiros dias de vida os sintomas só costumam aparecer quando há baixa resist?ncia ( no primeiro ano de vida ou em cães idosos) se não for tratada, a queda de p?los se generaliza e a pele fica enegrecida e com elevações aparecem crostas, e úlceras, pus e há sangramento é tratada com acaricidasá base de amitraz deve-se também usar anti-bióticos, por causa da infecção bacteriana secundária e >otod e écica:
chamada de otoacaríase, é causada pelo ácaro octodectes cynosela causa intensa coceira nas orelhas, podendo se estender para a cabeça e o pescoço há ainda o aparecimento de cerum e enegrecido nas orelhasse não tratada surgem lesões próximo á regi?o contágio se dá por contato direto no tratamento, aplicam-se gotas otológicas de acaricidasá base de amitraz diluídas em óleo mineral a ivermectina também é indicada, o que só deve ser feito por um veterinário dermatite seborréica secundária normalmente acompanha dermatites que causam feridas infeccionadas provoca caspa, coceira e muita queda de p?los raças como beagle, cocker spaniel ingl?s e pastor alem?o t?m tend?ncias hereditária a desenvolver o problema deve-se descobrir a causa da dermatite tratá-la, além de usar xampus medicamentos para p?los secos ou oleosos existe um tipo de seborréia, chamada de idiopática, que apresenta os mesmos sintomas, mas cuja causa ainda é desconhecida causas menos frequentes: e > acme
espécie de espinha que causa coceira e queda de p?lo em geral, aparece sob o queixo é tratada com cremes anti-al e érgicos, anti-inflamatórios e anti-fúngicos piododermatite dos cães pastores:
é causada por vários tipos de bactérias e o pastor alem?o é a raça mais atingida há coceira e queda de p?lo, além de lesões com pus e sangramentos trata-se com anti-alérgicos e anti-bióticos e >dermatite pelo uso de coleira anti-pulgas:
surge quando o cão é alérgico ácoleira anti-pulgas provoca coceira e vermelhid?o ao redor do pescoço deve-se retirar a coleira e usar anti-alérgicos e >queiletielose:
provocada pelo ácaro cheyletiella blakei, causa coceira intensa no dorso e abdômen trata-se com acaricidasá base de amitraz e carbamatos e > rabujo:
o excesso de secreção das glândulas lubrificadoras do ânus faz o animal coçar-se, causando infecção local e até auto-mutilação o tratamento é feito com anti-bióticos e, nos casos mais graves, com a retirada cirúrgica da glândula

http://www.docefera.com.br/coceiras.htm

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletAnjo e serpente

bulletCarneirinho, carneirão

bulletEstilo cachorro

bulletRogai por boi

bulletTchuco no tchaco



Dicas Veterinárias:

bulletVerão exige cuidados redobrados

bulletErosão da cartilagem articular em cães

bulletTapeworms em cães

bulletDicas para cuidar dos pets em dias quentes

bulletAnestesia em cães e gatos



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Kadu Camargo Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pelo G.E.R.E. (Grupo de Estudos em Reprodução Equina PUCPR); Doutorando do Programa de Pós Graduação em Medicina Animal: Equinos, na área da Reprodução Equina da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). E mail: kaducamargo@gmail.com Leia mais sobre esse assunto em https://www.revistahorse.com.br/imprensa/cuidados durante a gestacao de eguas os primeiros 60 dias sao os mais criticos/20170410 175102 j086>

bullet Dr. Luiz Bolfer formou se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterin>

bullet Nayara Zonta, parceria com a VetQuality 56811999>

bullet Karine Kleine www.grupokleine.com.br>

bullet Dr. Ciro Pinheiro Mathias Franco Medico Veterinário atuante em medicina e odontologia eqüina. Cel. (11) 9814 6666 E mail ciromedvet@ig.com.br www.dentistadecavalo.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO corcel negro

bulletGato negro (black cat (gatto nero))

bulletRio

bulletCavalo de guerra (war horse)

bulletSempre ao seu lado



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletNo meu peito não cabem pássaros

bulletNosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bulletLivro de banho galinha pintadinha

bulletPequenos passaros

bulletA arca de noé

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos