Home Page > Dicas Veterinárias > Sarna demodécica canina

Sarna demodécica canina


A sarna é causada por ectoparasitas, presentes na superfície cutânea, ou nos folículos pilosos dos animais pode ser causada por diferentes espécies de ácaros, sendo que a sarna demodécica possui particularidades próprias, merecendo um tratamento a parte das demais sarnas recebe também o nome de demodecicose, sarna negra, sarna folicular, sarna vermelha e , quando o caso é mais grave, até lepra canina
demodex canis
o agente etiológico desta enfermidade é o ácaro e demodex sp, parasita que faz parte da fauna normal da pele dos animais este parasita o folículo piloso dos animais e, raramente,glândulas sebáceas e próximas aos p?los mede cerca de 100 micrômetros e sua locomoção é muito lenta, e realizada com o auxilio das suas oito atrofiadas patas cada espécie animal possui afinidade com uma determinada espécie deste ácaro, sendo que os cães são parasitados pelo e demodex canis este ácaro, geralmente tem uma conviv?ncia pacífica com os cães, não causando prejuízos á sua saúde no entanto, certas situações, o demodex pode tornar-se um agente nocivo isto ocorre em casos de queda de resist?ncia do organismo, passando a se reproduzir intensamente, espalhando-se pelo organismo do hospedeiro, alcançando linfonodos, baço, fígado, parede intestinal, glândulas mamárias, bexiga e pulm?es além deste fator, existe também a predisposição genética a adquirir para a doença, que pode ser herdada da m?e, do pai ou de ambos sarna negra a transmissão deste ácaro geralmente não se dá e pelo contato direto, pois o ácaro localiza-se profundamente na pele, na
a sarna negra pode ainda ocorrer sob a forma de otite externa, eritematosa e ceruminosa em casos de piodermatite demod e écica, a e única regi?o atingida são as patas o diagnóstico é e feito através da raspagem profunda de pele, sendo o material coletado observado em microscopia para que haja a confirmação do diagnóstico é necessário que seja encontrado um número elevado de ácaros adultos ou formas imaturas as regi?es prediletas do e de canis é ao redor do focinho e nas patas, sendo que estas zonas devem ser as primeiras de colheita de material para exame em situações especiais, pode ser feita a biópsia de pele para confirmação do diagnóstico na forma generalizada, o tratamento definitivo não é e possível de ser feito já a forma localizada responde bem ao controle, feito:


  • tratamento tópico: com uso de xampus, sendo que este prepara a pele para receber um medicamento um medicamento que vem na forma líquida é diluído em água; através do uso de spot-on e que é aplicado no dorso do animal

  • tratamento sist?mico: medicamentos em forma de comprimido; injeções

no geral, o tratamento para a demodecicose dura de 2 a 3 meses, sendo que a frequ?ncia do uso do medicamento irá variar com o que for prescrito pelo médico veterinário recomenda-se a castração das f?meas recuperadas, pois no período de cio, assim como na gestação, podem provocar recidivas não é aconselhado o uso de animais curados para a reprodução

http://www.infoescola.com/doencas/sarnademodecicacanina/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletPaga pau

bulletSentimental eu fico

bulletAnunciação

bulletA vaca já foi pro brejo tião carreiro e pardinho

bulletLuz, paixão, rodeio



Dicas Veterinárias:

bulletA instabilidade atlantoaxial (iaa

bulletRaiva canina: transmissão, sintomas e como tratar a doença

bulletPublicidade na medicina veterinária

bulletInseminação artificial em cães

bulletWolff-parkinson-white em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Américo F. Pelicioni, CRF: 29.670 >

bullet Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ci?ncias pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de S?o Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br>

bullet Macm Kennels Caixa Postal 611 Goiânia Goiás 74001970 Tel: +55 (62) 8111.3600 (62) 4053.8280 (11) 4063.1570 >

bullet Juliane Seixas Juliane Seixas Website.: www.facebook.com/veterinariadrajulianeseixas Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Atua como plantonista na área clínica e cirurgica de animais de companhia CRMV: 11430 / PR Con>

bullet Marcelo Pardini  http://www.infohorse.com.br/2017/10/13/precificacao/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletMeu maior amigo

bulletUma dupla quase perfeita

bulletA morte anda a cavalo (da uomo a uomo / death rides a horse)

bulletCacados

bulletGodzilla



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletO cachorro e o lobo

bulletCama de gato

bulletCrianca, cachorro que fala!

bulletPassaro-camaleao, o

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos