Home Page > Dicas Veterinárias > Saiba o que significam os gestos que os cães fazem!

Saiba o que significam os gestos que os cães fazem!


barriguinha para o alto
sinal que ;se entrega todo para você numa briga, quando o cão vira de barriga para cima significa que entregou os pontos nas brincadeiras, é uma forma bem legal de lhe agradar; mostrar que você é mesmo o dono e que quer muitos carinhos
esfrega, esfrega
é uma brincadeira, um pedido de carinho se ele deitar no ch?o, com as patas para cima, não resista e divirtam-se juntos se ele ficar passando no meio das suas pernas (feito gato!), é vontade de ser acarinhado! cheira a traseira de outros cães
forma de cumprimentar outro cão funciona como olá amigo o cão identifica o outro através de um odor individual exalado pela glândula ad e 'anal, que existe nesta regi?o
raspar a terra ou grama cobrindo as fezes
segundo uma das teorias, o cão estaria reproduzindo hábitos adquiridos no passado quando precisava camuflar seus rastros, para evitar confrontos com os possíveis inimigos e para reservar alimentos outra teoria acredita que o cão estaria fazendo um controle sanitário, pois encobre as fezes para que outro animal não se contamine com verminose ou outras doenças lambidinha
e é um beij?o em você, só que mais molhado trata-se da maior demonstração de afeto de um cão, especialmente quando lamber seu rosto e suas m?os, que est?o em maior contato com o cão esconde objetos
comportamento herdado da vida selvagem, quando o cão estocava sob a terra comida excedente, prevendo tempos de escassez o costume se manteve seu cão pode fazer esconderijos ao ar livre, quando possível, ou procurar cantos escuros da casa, levando para lá todos seus objetos e brinquedos preferidos ele fez cocô ou xixi nas suas coisas
xixi nos cantos da casa significa marcação de território no entanto, se andou sujando as suas coisas, em cima da cama, nos livros é porque está de mal com você, ele deixa isso bem claro!outra forma de demonstrar que ele e está zangado ele despedaça suas coisas nos filhotes, isso é comum, mas aí é só de infância e basta falar em tom energ e ético que eles se aquietam ele persegue gatos?
o cão v? os gatos mais como um divertimento que como uma possível refeição estes animais despertam os instintos predatórios e inatos do cão, pois são pequenos, peludos, rápidos est?o sempre prontos para fugir ele e está latindo
basicamente latidos podem expressar: um pedido, um aviso e a ameaça de ataque
latidos em intervalos longos (15 segundos) - está pedindo algo como água, comida ou passear; pode estar simplesmente querendo que abra a porta para entrar ou sair
latidos de alerta ou advert?ncia: dado sempre que um estranho se aproxima franzindo o focinho e, e ás vezes, rosnando
latidos em intervalos menores (3 segundos): se disparar a latir como um doido, praticamente sem parar, é latido de ataque: ele quer defender o território, dono, comida ou f?mea ele pode avançar ou recuar, pronto para morder ele resmunga
quando é deixado de lado é praticamente um queixume, quase como se ele quisesse chorar se depois de resmungar ele não for atendido, começará a latir balança o rabinho
se a cauda estiver na posição normal, ele e está hiper-contente se estiver com o rabinho entre as pernas, ele e está pedindo socorro cães habituados a fazer as necessidades fora de casa podem exibir esse jeitinho, porque est?o apertados ele começou a uivar
no cio, quando os cães ficam separados das f?meas, os machos colocam a boca no trombon ; é uma herança dos antepassados pode ser ainda que o cão esteja uivando de fome ou solid?o voltinhas em círculo e arranh?es antes de dormir
hábito herdado da vida selvagem, pois o cão precisava afofar a terra onde dormia as voltas orientam a direção, norte ou sul ele adora grama
parentes caninos selvagens de nossos cães domésticos, como os lobos e as raposas, possuem como parte essencial de sua dieta a captura de animais herbívoros sendo assim, indiretamente, esses animais selvagens acabam ingerindo muitas gramas e plantas que estavam nos intestinos daqueles herbívoros portanto, comer está na natureza dos cães domésticos


internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletRitmo quente

bulletDisparada

bulletquadradinho tipo borboleta

bulletOceanos suspensos anel dos anfíbios

bulletRei leão - o leão dorme esta noite



Dicas Veterinárias:

bulletDiabetes em cães e gatos

bulletNosso melhor amigo: o cão

bulletA água, ph x gh x kh

bulletPor que um cachorro fica com falta de apetite e o que precisa ser feito

bulletDoença periodontal



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Ciro Pinheiro Mathias Franco Medico Veterinário atuante em odontologia eqüina. Cel. (11) 98146666 Email: ciromedvet@ig.com.br>

bullet dr jo?o alfredo kleiner dvm, msc especialista em oftalmologia e clínica cirúrgica geral acvo ophthalmology course wisconsin, madison ? 1998 e-mail: docjak@vetweb.com.br>

bullet marcello alonso criador de cães pelo canil lord manske, cinófilo, juíz de raças, educador e comportamentalista canino >

bullet Keila Regina de Godoy>

bullet Pet Anjo https://petanjo.com/blog/voce deixa seu cachorro cheirar tudo em volta/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletLoup - uma amizade para sempre

bulletPets a vida secreta dos bichos

bulletA maldição dos gatos (the uncanny

bulletCorrendo pra cachorro (man about dog)

bulletBatman (1989)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletMemorias de um gato

bulletGato que gostava de cenoura

bulletO homem que amava os cachorros

bulletPassaros sao eternos, os

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos