Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Leptospirose pode afetar a produção de carne e leite

Compartilhe em suas redes sociais:

Leptospirose pode afetar a produção de carne e leite




a leptospirose, zoonose bacteriana, é transmissívelnaturalmente entre animais vertebrados e o homem tem ampla distribuição geográfica está presente em todo o mundo, particularmente em países de clima tropical a subtropical, principalmente nos períodos de altos níveis pluviométricos, pois o gênero leptospira tem grande capacidade de sobreviv?ncia em ambientes úmidos, aumentando o risco de exposição e contaminação susceptíveis, como os animais silvestres e domésticos a importância dos animais silvestres na manutenção das eleptospiroses em seu habitat natural é grande as trocas que ocorrem na ecologia humana e animal quando da colonização de determinada área podem favorecer a transmissão dessa zoonose ao homem, pois propiciam um contato dos animais domésticos com os focos originais de infecção o desmatamento e a ocupação pelo homem, juntamente com a introdução de animais domésticos, de novas áreas, tendem a originar um ecossistema constituído de diferentes biocenoses que podem influenciar a difusão de zoonoses e doenças infecciosas de modo geral desta forma, a infecção da leptospirose é determinada por alguns fatores como: as espécies animais de contato, os sorovares existentes na regi?o, as condições ambientais e climáticas, além do manejo e das oportunidades de infecção direta ou indireta nos animais de produção, a maior importância da leptospirose é de ordem econômica, por influenciar o potencial reprodutivo do rebanho nos bovinos, especificamente, as perdas econômicas causadas pela leptospiros estão direta ou indiretamente relacionadas ?s falhas reprodutivas como a infertilidade, o abortamento e ? queda da produção de carne leite, além de custos com despesas de assist?ncia veterinária, vacinas e testes laboratoriais nas criações, a disseminação da leptospira é caracterizada pela presença de animais doentes ou portadores assintomáticos que eliminam o agente pela urina e descargas cérvico-vaginais, além dos fetos abortados e placenta, mantendo a doença end?mica na propriedade das leptospiras que são eliminadas na urina de animais infectados persistem no meio ambiente por tempo variável de acordo com as condições de umidade, temperatura e ph a urina é a principal fonte de infecção, sendo os roedores, além de outros animais domésticos e silvestres, os principais reservatórios o controle da leptospirose é necessário para prevenir a doença clínica, as perdas econômicas e minimizar o risco de infecção humana uma das formas de controle da leptospirose depende da diminuição da preval?ncia da infecção por sorovares mantidos na população e na diminuição do grau de associação ecológica das eleptospiras mantidas por animais de vida livre , na prática veterinária, baseia-se na vacinação sistemática do rebanho, tratamento de animais doentes com antibioticoterapia, controle dos roedores nas propriedades liminação de excesso de água do ambiente o instituto biológico (ib-apta), órg?o da secretaria estadual de agricultura e abastecimento, realiza o diagnóstico desta importante zoonose através de diferentes técnicas, como o isolamento da bactéria a partir de material clínico dos animais, mas que depende da viabilidade do agente; a pcr, que detecta a presença do dna bacteriano em tecidos, além da soroaglutinação microscópica, prova de refer?ncia pela oms - organização mundial da saúde - para pesquisa de aglutininas em soros de animais e humanos o diagnóstico clínico, por sinais e sintomas é empírico, havendo a necessidade da sua confirmação laboratorial e, por isso, informações epidemiológicas como a defici?ncia reprodutiva dos plantéis, a presença de roedores, manejo sanitário de rebanhos e fatores ambientais e climáticos podem orientar para a suspeita de leptospirose

Contatos dos Autores:
Vanessa Castro Pesquisador Científico Laboratório de Doenças Bacterianas da Reprodução castro@biologico.sp.gov.br



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletEnsinar cachorro a fazer necessidades: falar não resolve

bulletOscar

bulletComo alimentar seu peixe

bulletComo fazer seu cachorro parar de destruir tudo

bulletDica de como prevenir a caspa em animais


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Bruno Tausz(Etólogo)

bullet Archivaldo Reche, professor de veterinária da USP.

bullet Priscila Thomazelli Atleta, Amazonas, Instrutora e Treinadora de Equitação Engenharia Civil, de Segurrança do Trabalho, Meio Ambiente e Qualidade (11) 9 9944-2168 www.dressagearteequestre.com

bullet Helena A. Hestermann info@happydogs.com.br www.happydogs.com.br

bullet Projeto Cão Moderno Felipe Consentini felipe@caomoderno.com.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletDona

bulletChora viola

bulletMorena de Angola

bulletTchuco no tchaco

bulletFesta do boi bumba

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletA lenda do homem crocodilo (the legend of gator face)

bulletCães de guerra

bulletAmor pra cachorro (year of the dog)

bulletJurassic park ii

bulletO mar não está prá peixe o mar não está prá peixe


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletUm gato aprende a morrer

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos