Home Page > Dicas Veterinrias > Cisto dentígero em equinos (fístula auricular)

Cisto dentígero em equinos (fístula auricular)


O Cisto Dentígero em equinos é pouco frequente e se caracteriza por um aumento de volume e uma fistula de drenagem de secreção viscosa / mucóide na base da orelha. Essa doença é resultante de uma anormalidade do tecido embrionário odontológico, durante o fechamento da primeira fenda branquial.


 


O Cisto Dentígero é identificado em eqüinos jovens, independentemente do sexo ou raça, desenvolve-se de forma lenta e, normalmente se localiza  junto à porção petrosa do osso Temporal, região frontal ou seio paranasal, com a maior freqüência para a localização temporal. Devido a sua localização fistulosa é comum os proprietários de cavalos associá-lo a uma afecção dos ouvidos (otites).
 



O Cisto Dentígero pode conter elementos dentários isolados ou combinados (dentina, cemento e esmalte).


 


Em geral, sua manifestação clínica ocorre aos dois anos de idade, sendo observado com maior frequência na base do pavilhão auricular, região subauricular, unilateralmente ou bilateralmente (vide Figura 1). Os sinais são de aumento de volume, com trajeto fistuloso a margem da pina (base da orelha), com liberação de secreção mucóide de coloração branca.


 


Figura 1 - Exemplo de Cisto Dentígero




O diagnóstico baseia-se no histórico, avaliação clínica e radiográfica (vide Figura 2) da área afetada. As imagens radiológicas apresentam áreas circunscritas radiopacas de forma ovalada, com bordas irregulares sobrepondo a porção petrosa do osso Temporal. Os tecidos moles podem apresentar aumento em sua radiopacidade, de aspecto homogênio / heterogênio em porção rostral à massa em estudo (abscesso / canal fistuloso?)


 


 


Figura 2 - Avaliação clínica e radiográfica


O tratamento consiste na excisão cirúrgica do tecido, sendo necessário seu recalcamento devido sua consistência pétrea e aderência ao osso temporal. 


 


Há relatos de casos de lesão neurológica temporária no VII Nervo Craniano (nervo facial), desenvolvendo ptose palpebral, auricular e labial pós cirúrgico.



http://laboratoriodelort.blogspot.com.br/

O contedo presente no texto acima responsabilidade dos Autores citados

Gostou do contedo animal acima! Ento compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Msica com temas Animais:

bulletA ópera do malandro

bulletDisparada

bulletÊ boi

bulletCrocodilo rico os figurantes

bullet Burro Picaço



Dicas Veterinrias:

bulletLockjaw em cães

bulletDieta vegetariana para cães e gatos

bulletEpilepsia canina ? os perigos e os cuidados com essa doença

bulletEnvenenamento por cogumelos em cães

bulletLerneose



Ver todas as Dicas Veterinrias



Colunistas - Veterinrios que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Pet Care Hospital Veterinário de S?o Paulo (11) 3740 2152 (11) 3743 2142 Av. Giovanni Gronchi, 3001 S?o Paulo SP>

bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 // (19) 9822 3758 contato>

bullet LUIZA CERVENKA DE ASSIS http://emais.estadao.com.br/blogs/comportamento animal/morte e luto o que fazer quando o cachorrogato morre/>

bullet >

bullet Fabiano Gregolin. Administrador de Negócios Mestrando em Comunicação (15) 97776812 fabianogregolin@uol.com.br >



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO favor, o relógio e o peixe muito grande (the favour, the watch and the very big fish)

bulletAir bud: world pup

bulletMarley e eu

bulletMamãe virei um peixe (hjælp, jeg er en fisk)

bulletBenji - um amigo especial



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletO gato de botas

bulletUm gato aprende a morrer

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bulletPasso, trote, galope - uma familia e seus cavalos

bulletO cachorro e o lobo

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Crditos