Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Hemograma: entenda um pouco mais sobre esse importante exame

Compartilhe em suas redes sociais:

Hemograma: entenda um pouco mais sobre esse importante exame



Um dos exames de sangue mais realizados na clínica veterinária é o hemograma completo com pesquisa de hematozoários. Esse exame, somado a clinica do animal, é muito utilizado na rotina de trabalho dos colegas veterinários para uma primeira avaliação da condição geral do animal.

O hemograma compreende a série vermelha, branca e pesquisa de hematozoários. 
 


1) ERITROGRAMA (SÉRIE VERMELHA)


Os eritrócitos (hemácias) servem como veículos de transporte mediante a aquisição de oxigênio no pulmão, carreando o O2 para as células desprovidas de oxigênio, trocando e carreando o dióxido de carbono de volta aos pulmões para liberação via expiração.


A hemoglobina é o principal componente dos eritrócitos e é responsável pelo transporte de oxigênio e dióxido de carbono. Esse ciclo é contínuo e repetido por toda a vida do eritrócito. Os eritrócitos são descritos pelo seu tamanho, formato e grau de palidez central.


O hematócrito (HT) refere-se à percentagem ocupada pelos glóbulos vermelhos no volume total de sangue. Caso o valor seja inferior à média, significa que existe pouca quantidade de glóbulos vermelhos circulantes. Podem ser obtidas alterações falsas como a diminuição do HT devido a excesso de EDTA, amostras velhas sem refrigeração ou refrigeradas por longos períodos ou quando são utilizados anestésicos ou métodos de contenção química do paciente causando encarquilhamento celular. 
Caso o HT apresente valor superior à média, significa que existe uma quantidade maior de glóbulos vermelhos para o volume de sangue, podendo ser falsamente aumentado quando o animal se encontra desidratado ou a coleta do sangue tiver sido realizada sob situação de excitação ou stress. Assim também os processos induzidos pelo exercício são refletidos em alterações nos constituintes do sangue. O volume globular (VG), valores de proteínas totais plasmáticas, da concentração de hemoglobina e na contagem total de hemácias aumentam conforme a intensidade do exercício, sendo que pode haver discretas reduções nos valores destes parâ;metros após o repouso. Essas elevações nos valores do eritrograma estão relacionadas com a contração esplênica devido à maior necessidade de oxigenação.


O aumento do VG e da concentração plasmática de proteínas, após exercício intenso, também foi observado e estão relacionados com o fato de que o exercício altera o volume plasmático, pelo deslocamento de líquido intravascular para o interstício, acrescido também da perda de líquido pela sudorese.

ÍNDICES HEMATIMÉTRICOS
Pela contagem de eritrócitos, hemoglobina e hematócrito do paciente, os índices hematimétricos são calculados através de fórmulas, sendo úteis para classificação das anemias e suas respostas.


 


VCM: Volume Corpuscular Médio - indicador do tamanho celular quando comparado com valores de referência espécie-específicos. Permite a classificação celular em macrocitose, microcitose ou normocitose.
HCM: Hemoglobina Corpuscular Média - indicador do conteúdo médio (massa) de hemoglobina em um eritrócito individual.
CHCM: Concentração de Hemoglobina Corpuscular Média – indicador da concentração média de hemoglobina nos eritrócitos individualmente. Permite a classificação celular em hipocromia ou normocromia. 


TERMINOLOGIA HEMATIMÉTRICA 
Vários termos são usados para descrever as variações hematimétricas dos eritrócitos e sua morfologia. 


 


Anisocitose: É a existência de hemácias de tamanhos diferentes numa mesma amostra de sangue. É encontrada em casos de anemias e outras doenças sanguíneas. No caso de equinos, a presença de anisocitose já classifica uma anemia como regenerativa.


Hemácias crenadas: Possuem múltiplas protrusões de extremidade distribuídas uniformemente por todo eritrócito. Tal alteração está presente em distúrbios metabólicos, hepatopatias, doenças hemolíticas, uremias e também pode ser causada por erros em armazenamento e transporte da amostra.


Células Alvo: Possuem palidez central que proporcionam às células uma aparência “em alvo”. Costumam ser observadas na doença hepática, anemias ferroprivas e algumas respostas às anemias hemolíticas.


Corpúsculos de Howell Jolly: São inclusões celulares roxo-escuras; resquícios de fragmentos de cromatina nucleares frequentemente encontrados em pacientes com anemia responsiva com distúrbios esplênicos e em pacientes esplenectomizados.


Corpúsculos de Heinz: São inclusões em azul claro, formadas no eritrócito quando a hemoglobina se precipita, o que pode ser resultado de lesão oxidativa.


Células em Rouleaux: São eritrócitos que se aparentam como moedas empilhadas. Frequentemente tal achado está associado à doença inflamatória ou quando a amostra se encontra muito hemolisada.


 


2) LEUCOGRAMA (SÉRIE BRANCA)


 


Avalia as células brancas (leucócitos). A contagem diferencial é feita no esfregaço sanguíneo, permitindo a contagem das células e visualização de sua morfologia. 


 


 



Neutrófilos: Atuam na primeira fase de processos infecciosos. São classificados de acordo com sua idade, em mielócitos, metamielócitos, bastonetes e segmentados, sendo que, em casos de intenso processo infeccioso há o DNNE (desvio à esquerda, ou seja, presença de células mais jovens na circulação).Em processos tóxicos ou infecciosos graves, pode haver presença de grâ;nulos negros dispersos no citoplasma (granulações tóxicas).


Linfócitos: Defesa imunológica e desempenham papel importante na formação de anticorpos. Diminuem na fase inicial de um processo infeccioso e reaparecem na fase final. 


 


Monócitos: Estão presentes em esfregaços de sangue de animais acometidos porerliquiose, histoplasmose ou leishmaniose. Geralmente há aumento de monócitos em processos infecciosos crônicos.


 


Eosinófilos: Presentes em reações alérgicas e anafiláticas e patologias que acometem o sistema respiratório. Desaparecem da corrente sanguínea em situações de stress e reaparecem no período de convalescência. 


 


Basófilos: Fonte de mediadores da inflamação, liberam anticoagulante nas áreas de inflamação, evitando coagulação e estase do sangue e linfa.


 


 


3) PESQUISA DE HEMOPARASITAS


Alguns parasitas sanguíneos podem ser encontrados nos esfregaços de sangue periférico, sendo os mais comuns encontrados  Babesia sp e Ehrlichia sp.


 


Vale lembrar que a presença de artefatos de coloração podem ser confundidos com hemoparasitos, portanto é importante a realização da leitura de um esfregaço pelo Laboratório através de um profissional altamente qualificado e experiente.



Contatos dos Autores:
http://laboratoriodelort.blogspot.com.br/



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletDemodicose canina

bulletComo escolher um veterinario

bulletProtocolo de vacinação de cavalos

bulletDonos de primeira viagem devem mudar hábitos ao adotar cão ou gato

bulletPesquisa mostra que quase metade da populacao de sao paulo tem animais de estimacao


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Silvana Souza
médica veterinária
crmv-sp 9617
animalcamp
rua d pedro i n? 663; guanabara - campinas/sp
fone: (19) 32425370 ou 97965242
www.animalcampcjbnet
homeovete@yahoo.com.br

bullet Eng. Agr. Aliomar Gabriel da Silva, MS, PhD Celular: (16) 9 8149-7557 e E-mail: aliomargabrieldasilva@hotmail.com

bullet RENAL VET SÃO PAULO: Endereço: Rua Heitor Penteado, 99 Sumaré, São Paulo/SP. Telefones: (11) 38752666 e (11) 38725138. Telefone para emergências: (11) 98985622. Site: www.renalvet.com.br Email: renalvet@br.inter.net RENAL VET RIO DE JA

bullet Juliane Seixas Juliane Seixas Website.: www.facebook.com/veterinariadrajulianeseixas Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Atua como plantonista na área clínica e cirurgica de animais de companhia CRMV: 11430 / PR Con

bullet Virgínia Figuerôa (11) 55061144 / virginia@ecco.inf.br

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletLadeira do boi genival lacerda eu vi maria na ladeira do boi eu perguntei maria pra onde foi maria trazia um pote quando me avistou deu um tombo de um jeito que o pote quebrou ai maria quanto tempo eu não te vejo cadê meu abraço maria cadê meu beijo m

bulletNa teia da aranha

bulletDiamond dogs

bulletLobo mau

bulletPássaro Livre

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletCacados

bulletO mar não está prá peixe: tubarões à vista! (the reef 2: high tide)

bulletPiranhas

bulletPássaros livres (plumíferos - aventuras voladoras)

bulletGato negro (black cat (gatto nero))


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bulletOs segredos dos gatos tudo para entender e ensinar o seu companheiro

bulletNosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos