Home Page > Dicas Veterinárias > Ansiedade de separação em cachorros

Ansiedade de separação em cachorros


A principal característica da ansiedade de separação é que os comportamentos indesejados estão claramente relacionados à ausência de um ou de todos os membros da família. Ocorre quando o animal não pode ter acesso ao proprietário. Mesmo que o animal esteja na companhia de outras pessoas ou animais, o comportamento pode vir a se manifestar por estar associado à ausência de uma pessoa em especial com quem o animal tem uma "ligação muito forte". Deve-se procurar fazer diagnóstico diferencial com outros distúrbios comportamentais e patológicos. Para isso é preciso obter-se a história comportamental detalhada do proprietário.


 



O comportamento de ganir, latir e uivar no filhote pode ser considerado normal e é o resultado da separação da mãe, visando a reunião. Quando isto não ocorrer, o filhote fica deprimido, quieto e imóvel até o retorno da mãe. No caso de cães adultos estes comportamentos podem se repetir, mas são considerados distúrbios devido às conseqüências.

Cães com ansiedade de separação são muitas vezes obedientes e bem treinados quando estão na companhia do proprietário. A ansiedade de separação é então considerada como o resultado de um estresse pela ausência do proprietário.

Eventos traumáticos na vida de um cão jovem podem aumentar a probabilidade do desenvolvimento de ansiedade de separação. Estes eventos incluem:


– separação precoce da mãe;


– privação prematura de laços com a ninhada (filhote de cães mantidos em lojas ou abrigos para animais);


– uma mudança súbita de ambiente (casa nova, ficar em um canil);


– uma mudança no estilo de vida do proprietário, resultando em um súbito término no contato constante com o animal;


– uma ausência de longo prazo ou permanente de um membro da família (divórcio, morte, crianças que crescem e deixam a casa, volta para a escola ou trabalho, férias que terminam) ou


– a adição de um novo membro na família (bebê recém-nascido, novo relacionamento social ou novo animal de estimação).

O problema também pode ser o resultado de uma estadia prolongada ou traumática na casa de um parente ou amigo, em um canil ou hotel. A ansiedade de separação pode estar ainda associada a um evento traumático que possa ter ocorrido durante a ausência do proprietário (explosões, tempestade, assaltos violentos).

Não há predisposição sexual ou por raça. Cães de rua recolhidos em canis de adoção têm predisposição a ansiedade de separação. Os cães com predisposição a ansiedade de separação são ansiosos, agitados e superativos. Seguem o proprietário por todo lado, pulam em cima dele e correm sem parar.

Muitos cães podem sentir quando seu proprietário está para sair de casa e ficam ansiosos até mesmo antes de sua saída. Enquanto o proprietário se prepara para sair, o cão apresenta sinais de:

– aumento de atividade, choramingar, ganir, solicitar atenção, pular e seguir o proprietário onde quer que ele vá, tremer ou até mesmo fica agressivo quando o proprietário tenta partir; neste caso a agressão por dominância deve ser pesquisada;

– depressão, fica parado, deitado sem se mexer quando o proprietário chama ou tenta tirá-lo do lugar.

Depois de um tempo variável da saída do proprietário, os cães:

– arranham, cavam e mastigam as portas e janelas na tentativa de seguir seu proprietário;

– mastigam, arranham e cavam objetos domésticos ou pessoais (livros, móveis, fios, paredes, roupas);

– urinam e defecam em localizações inaceitáveis, como na porta ou na cama do proprietário e vocalizam (choramingam, latem e uivam sem parar);

– ficam deprimidos e não comem ou bebem enquanto o proprietário não volta. Isto é especialmente prejudicial se o proprietário ficar fora por um longo período;

– sialorréia, tremor, dispnéia, taquicardia, diarréia, vômito ou auto-mutilação (morder e lamber patas e outras partes de seu próprio corpo).

A maioria dos cães afetados fica superexcitado quando o proprietário retorna, saudando seu proprietário mais efusivamente do que o normal. Quando o proprietário retorna, o cão geralmente torna-se extremamente ativo e exagera suas saudações à chegada do proprietário.



http://www.shopveterinario.com.br/artigos/ansiedade de separacao em caes/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletQuem vai querer a minha piriquita

bulletA dança da tartaruga asa de águia

bulletCovil de cobras jair naves

bulletÉ o bicho

bulletOlho de peixe



Dicas Veterinárias:

bulletSíncope (desmaio) em cães e gatos

bulletComo identificar e tratar a depressão animal

bulletProblemas de coluna nos animais (discopatias)

bulletO homem e os animais

bulletAlimentação das aves



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Darby de Lima
darbykpl@hotmailcom>

bullet Douglas Frigo
crmv 15675
ki canário pet complex http://www.kicanario.com.br>

bullet Marina Milos http://www.geocities.com/RainForest/6327/pag2.htm>

bullet Vet Vale Av. Itambé, 86 Santa Luzia Taubaté/SP CEP: 12091200 >

bullet Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletFamoso pra cachorro (in the doghouse)

bulletO mar não está prá peixe: tubarões à vista! (the reef 2: high tide)

bulletBatman forever (1995)

bulletAmor pra cachorro (year of the dog)

bulletO pássaro azul the blue bird



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletNo meu peito não cabem pássaros

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bulletCama de gato

bulletGato que gostava de cenoura

bulletPasso, trote, galope - uma familia e seus cavalos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos