Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Haemobartonelose felina

Compartilhe em suas redes sociais:

Haemobartonelose felina


A haemobartonelose felina, também conhecida como anemia infecciosa felina, trata-se de uma doença infecciosa que acomete os felinos e tem como agente etiológico a bactéria Haemobartonella felis.


O parasita causador desta moléstia é um agente primariamente hemotrópico, antigamente classificado como ricketsia, conhecido atualmente como microplasma. Este agente invada as hemácias (células vermelhas do sangue), resultando na destruição das mesmas e consequente anemia.


A transmissão da H. felis ocorre por meio da picada de carrapatos e pulgas contaminados. Também pode ser transmitido verticalmente, ou seja, da mãe para o filho e por meio de transfusão sanguínea.


A doença é caracterizada pela presença de duas fases: aguda e crônica. Na primeira, há esplenomegalia, enquanto que na segunda fase há anemia profunda, anorexia, perda de peso, depressão, fraqueza, febre, petéquias, podendo haver hemorragia gastrointestinal e icterícia. Também pode haver dores articulares em alguns animais. Embora apresentem anemia e/ou febre, os animais permanecem alertas e relativamente ativos.


O diagnóstico é feito por meio do histórico de infestação por pulgas ou carrapatos, juntamente com o quadro clínico apresentado pelo felino e hemograma. A confirmação é feita através da identificação do parasita em esfregaços sanguíneos, estando tipicamente sobre ou aderidos às hemácias. O sangue para o esfregaço sanguíneo deve ser retirado da ponta da orelha do animal.


O tratamento é feito utilizando-se fármacos como tetraciclina, vitaminas do complexo B, cetoprofeno e predinisona.


O prognóstico geralmente é favorável, caso o quadro anêmico seja revertido rapidamente. Contudo, alguns animais vêm a óbito devido ao volume globular extremamente baixo.


Em casos de comprometimento do sistema imunológico a doença volta a se manifestar, porém de forma mais branda, uma vez que já criou imunidade contra o agente em questão.



Débora Carvalho Meldau

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletPássaro Livre

bulletOperário em Construção

bulletMorena de Angola

bulletO gato tico

bulletCodinome Beija Flor



Dicas Veterinárias:

bulletChoveu? cuidado com o pet durante a enchente

bulletUltrassonografia na reprodução equina, essencial para uma reprodução de qualidade

bulletO que fazer com seu pet em dias de chuva?

bulletOs gatos assistem tv?

bulletAnsiedade de separação em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet UPAC Fortaleza https://upacfortaleza.wordpress.com/>

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com>

bullet Alexandre Domingues>

bullet Bianca Pissardo, http://criancas4patas.blogspot.com>

bullet Yara L. Schinzel Côrtes vetschinzel.blogspot.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO pássaro das plumas de cristal (l uccello dalle piume di cristallo)

bulletBirdman

bulletHarry, o amigo de tonto

bulletO gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bulletGodzilla



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletOs passaros e suas doencas

bulletCães de guerra

bulletLivro dos passaros magicos, o

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletVira-lata? não! também sou cachorro

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos