Home Page > Dicas Veterinárias > Tétano em animais

Tétano em animais


O tétano é uma toxi-infecção altamente letal que atinge os mamíferos.


src=


Clostridium tetani


Apresenta como agente etiológico a bactéria Clostridium tetani (ou Bacilo de Nicolaier), que mede em torno de 2,5 por 0,5 µm. A penetração do esporo dessa bactéria nas feridas ou solução de continuidade da pele leva a uma consequente multiplicação e síntese de uma potente neurotoxina (em condições de anaerobiose), conhecida como tetanopasmina. Esta, por sua vez, atua no sistema nervoso central barrando a liberação de neurotransmissores inibitórios das fendas pré-sinápticas, especialmente a glicina, resultando na paralisia espástica.


Esta bactéria é encontrada no ambiente, como no solo e fezes de animais, em todo o mundo.


Acomete diversas espécies de animais domésticos, mas os equinos são os mais susceptíveis (inclusive, mais do que o homem), seguidos dos ovinos, caprinos e bovinos. A infecção normalmente ocorre por meio de feridas acidentais ou cirúrgicas, que entram em contato com o esterco ou o solo. Os potros recém-nascidos estão sujeitos a infectar-se por via umbilical.


Nos bovinos, a doença pode se alojar por meio de feridas causadas da colocação de argola no focinho, da descorna, da castração e de traumatismos durante o parto. Já nos ovinos e caprinos, a instalação da doença se dá, principalmente, por meio da tosquia, marcações, caudectomia e castração, mas pode também ser conseqüente de uma metrite pós-parto.


Os sinais clínicos são similares em várias espécies de animais. Inicia-se por o aparecimento de rigidez muscular, acompanhada por tremores, trismo e prolapso de terceira pálpebra; juntamente observa-se expressão alerta com orelhas posicionadas eretas, retração das pálpebras, dilatação das narinas, leve timpanismo e hiperestesia. A evolução para o óbito ocorre devido à parada respiratória, sendo observadas lesões significativas na necropsia.


O diagnóstico é essencialmente feito por meio do exame clínico, histórico e quadro clínico apresentado pelo animal. Contudo, pode ser realizado o diagnóstico laboratorial feito por meio da demonstração da neurotoxina, esfregaço direto ou cultura anaeróbia de material proveniente da ferida e baço.


O tratamento visa banir o agente etiológico, neutralizar a ação das toxinas, controlar os espasmos musculares e realizar terapia suporte. Inicialmente administra-se soro antitetânico por via intravenosa, repetindo quando for preciso; a alimentação fornecida deve ser de fácil deglutição; o animal deve ser mantido em ambiente escuro, sossegado e isolado. Devem ser realizadas drenagem e higienização da lesão (ou das lesões) com água oxigenada, infiltração de Penicilina G ao redor da desta (intramuscular). Pode ser feito uso de fármacos relaxantes musculares.


A profilaxia do tétano é feita por meio da vacinação anual dos animais (em especial, equinos); utilização do soro antitetânico antes da realização de procedimentos cirúrgicos ou depois de ferimos que possam facilitar a infecção; evitar o contato de feridas profundas com o ambiente; tomar cuidado com a assepsia do instrumental cirúrgico e antissepsia das lesões; eliminar objetos pontiagudos do ambiente onde o animal vive.



Nome, Telefones, Endereço, Email, Website, facebook ou outras redes sociais

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletQue tiro foi esse

bulletBorboleta

bulletMimoso

bulletDona

bulletSmelly cat



Dicas Veterinárias:

bulletMeu cão não quer comer ração!!

bulletComo brincar com seu gato

bulletA longo prazo inflamação do estômago em cães

bulletFratura dos ossos metacárpicos e metatársicos

bulletMorte precoce em filhotes



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Karine Kleine www.grupokleine.com.br>

bullet Eng Agrônomo André Fabbrocini Gonçalves, atua na área de manejo de pastagem, segurança dos animais, nutrição, desenvolvimento de projetos http://www.andrefabbrocini.com.br/ (11) 93829722 e (11) 77435504 e nextel 96*40594>

bullet Dr. Carlos Artur Lopes Leite é médico veterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF>

bullet >

bullet Leila de Mello>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletNas montanhas dos gorilas

bulletO mar não está prá peixe o mar não está prá peixe

bulletFamoso pra cachorro (in the doghouse)

bulletTarzan

bulletMamãe virei um peixe (hjælp, jeg er en fisk)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bulletCães de guerra

bulletPassaros sao eternos, os

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos