Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Gatos > Singapura

pinterest



Singapura

 singapura
Descrição Geral
Os gatos da raça singapura, vestidos com as cores das fotografias antigas, são apaixonantes quando estão olhando para você, com seus grandes olhos inocentes em um rosto angelical.
Não importa o que eles aprontem, pois a combinação de seus olhos e sua personalidade encantadora rapidamente faz você esquecer as travessuras, divertindo-se com sua afeição.
O singapura é a menor raça de gato, mas é um companheiro enérgico e repleto, que quer ajudá-lo com tudo que você faz.
Em 1991, o governo de Cingapura reconheceu os gatos como um tesouro nacional vivo, fazendo até estátuas e usando-o como cartão postal.

História
A raça singapura, tem origem a partir de Cingapura no Sudeste Asiático, um local de transporte marítimo internacional, que tem uma quantidade enorme de felinos rondando as docas, em busca de comida. Estes gatos foram tratados como estorvos e foram feitos esforços para exterminá-los, até que um criador americano descobriu os felinos e promoveu-los como uma nova raça.
Cingapura significa cidade dos lees, por isso os gatos singapura recebem o apelido de mini lees.
Hal Meadow, um geofísico americano, que trabalhava ocasionalmente em Singapura e sua esposa Tommy Meadow, trouxeram os gatos com características da raça quando eles voltaram para os EUA no início de 1970. Em 1971, Hal, enviou mais alguns gatos para Tommy nos EUA e ela começou a criação. Em 1974, Hal foi transferido definitivamente para Cingapura e eles se mudaram para lá com seus gatos, um birmanês azul, uma birmanesa castrada e três gatos que foram identificados como os netos dos gatos originais. Em 1975 eles voltaram para os EUA com cinco gatos marrons: A fêmea Pusse, o macho Tigo, a fêmea TES, e gatinhos filhotes do casal Pusse e Tigo chamados George e Gladys.
Em seu retorno para os EUA, os Meadows começaram um programa de melhoramento para estabelecer a raça singapura, com a criação de uniformidade, aparência e, acima de tudo, saúde e disposição.
Ocasionalmente, alguns gatinhos marrons, de cor sólida, apareceram nas ninhadas, e em 1985 ficou claro que alguns Singapuras carregavam um gene recessivo para cor sólida.
Como o gene de cor sólida é recessivo, ambos os pais tiveram que ser portadores.
Criadores criaram um programa de teste de acasalamento para identificar os gatos portadores do gene para a cor sólida e eliminaram do cruzamento os não portadores do gene. Em 1987, um criador de Singapura chamado Gerry Mayes foi a Cingapura para encontrar mais gatos com características da raça de fundação e trouxe alguns de volta para os EUA, que ele registrou. Hoje, a raça ainda é rara, mas tem seguidores dedicados entre os criadores e proprietários de animais de estimação.
A TICA aceitou a Singapura para a competição do campeonato em 1979.
No CFA, Singapuras foram aceitos para inscrição em 1982 e para competiçes em 1988.

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos