Digite aqui a palavra-chave.






Redes Sociais


Instagram

Home Page > Raças & Espécies > Cães > Samoieda




Samoieda

 SAMOIEDA

País de origem: Norte da Rússia e Sibéria
País Patrono: União dos Países Nórdicos / NKU
Nome no país de origem: Samoiedskaïa Sabaka
Utilização: Tração de trenó e companhia
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o nome Samoieda deriva das Tribos Samoyed do norte
da Rússia e da Sibéria. Na parte ao sul da área, eles usavam cães brancos, pretos e
marrons particolor como cães pastores; na parte ao norte, os cães eram brancos puros,
tinham um bom temperamento e eram usados como cães de caça e de trenó. Os cães
Samoiedas viviam perto de seus donos, dormiam dentro dos abrigos e serviam como
aquecedores. O zoólogo britânico Ernest Kilburn Scott passou 3 meses entre as tribos
Samoiedas em 1889. Ao retornar para a Inglaterra, levou consigo um fi lhote macho
marron chamado “Sabarka”. Mais tarde ele importou uma fêmea chamada “Whitey
Petchora” da parte ocidental do Ural e um macho branco chamado “Musti” da Sibéria.
Esses poucos cães e aqueles levados pelos exploradores são a base para os Samoiedas
ocidentais. O primeiro padrão foi escrito na Inglaterra em 1909.
APARÊNCIA GERAL: de tamanho médio, elegante, um Spitz Ártico branco. Sua
aparência dá a impressão de força, resistência, graça, agilidade, dignidade e segurança.
A expressão chamada “sorriso do Samoieda” é formada pela combinação da forma
dos olhos com sua posição, e os cantos da boca ligeiramente curvados para cima. O
sexo deve estar claramente defi nido.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: o comprimento do corpo é aproximadamente
5% maior do que a sua altura na cernelha. A profundidade do corpo é ligeiramente
menor do que a metade da altura na cernelha. O focinho é aproximadamente do mesmo
comprimento que o crânio.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: amigável, aberto, alerta e cheio de
vida. O instinto de caça é muito leve. Nunca tímido ou agressivo. Muito social e não
pode ser usado como cão de guarda.
CABEÇA: poderosa e cuneiforme.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: visto de frente e de perfi l, é ligeiramente covexo. Largo entre as orelhas.
Sulco entre os olhos ligeiramente visível.
Stop: claramente defi nido, mas não muito proeminente.
REGIÃO FACIAL
Tr ufa: bem desenvolvida; de preferência preta. Durante alguns períodos do ano, a
pigmentação da trufa pode fi car mais clara, o assim chamado “nariz de neve”. Ela
sempre deve ser escura em sua borda.
Focinho: forte e profundo; de comprimento quase igual ao do crânio, afi lando
gradualmente até a trufa; nem pontudo nem pesado ou quadrado. Cana nasal reta.
Lábios: bem aderentes e cheios. A linha dos lábios é levemente recurvada nas
comissuras, criando o característico “sorriso do samoieda”.
Maxilares / Dentes: regular e completa mordedura em tesoura. Dentes e maxilares
fortes. Dentição normal.
Olhos: marrom escuros, bem inseridos nas órbitas, colocados separados, ligeiramente
oblíquos e de forma amendoada. A expressão é “sorridente”, gentil, alerta e inteligente.
Pálpebras bem pigmentadas de negro.
Or elhas: eretas, mais para pequenas, triangulares, espessas e ligeiramente
arredondadas nas pontas. Devem ter mobilidade; inseridas altas; devido à largura do
crânio, bem separadas.
PESCOÇO: forte, de comprimento médio e de porte orgulhoso.
TRONCO: de comprimento ligeiramente maior que sua altura na cernelha; profundo
e compacto, porém fl exível.
Cernelha: claramente defi nida.
Dorso: de comprimento médio, musculoso e reto; nas fêmeas, ligeiramente mais
longo que nos machos.
Lombo: curto, muito forte e defi nido.
Garupa: cheia, forte, musculosa e levemente oblíqua.
Peito: largo, profundo e longo, alcançando quase os cotovelos. Costelas bem
arqueadas.
Linha inferior: moderadamente esgalgada.
6
CAUDA: inserida alta. Em atenção ou em movimento, é portada curvada para a frente
sobre o dorso ou de lado; em repouso, quando portada pendente, chega a alcançar o
nível dos jarretes.
MEMBROS
ANTERIORES
Aparência Geral: bem colocados, musculosos e de ossatura forte. Vistos de frente,
retos e paralelos.
Ombros: longos, fi rmes e oblíquos.
Br aços: oblíquos e bem ajustados ao corpo; aproximadamente tão longos quanto os
ombros.
Cotovelos: bem ajustados ao corpo.
Carpos: fortes, mas fl exíveis.
Metacarpos: ligeiramente oblíquos.
Patas: ovais com dedos longos, fl exíveis e bem direcionados para a frente. Dedos
arqueados são fortes e fl exíveis.
POSTERIORES
Aparência ger al: vistos por trás, apresentamse
aprumados, paralelos e fortemente
musculosos.
Coxas: de tamanho médio, largas e musculosas.
J arretes: descidos e bem angulados.
J oelhos: bem angulados.
Metatarsos: curtos, fortes, verticais e paralelos.
Patas: como as anteriores, os ergôs devem ser removidos.
MOVIMENTAÇÃO: poderosa, livre, aparentemente incansável, com bom alcance.
Boa propulsão dos posteriores.
PELAGEM
Pêlo: profuso, espesso; densa pelagem polar. O Samoieda é um cão com pelagem
dupla, com subpêlo curto, macio e denso. O pêlo de cobertura é mais longo, mais áspero
e reto. O pêlo forma uma juba em torno do pescoço e sobre os ombros, emoldurando a
cabeça, principalmente, nos machos. Na cabeça e nas partes dianteiras, o pêlo é mais
curto e macio. Na face externa das orelhas, o pêlo é curto, reto e macio. O interior
das orelhas é bem forrado. Na parte traseira das coxas, o pêlo forma um culote. Nos
espaços interdigitais, encontramse
os pêlos de proteção. A cauda é abundantemente
revestida. Nas fêmeas, a pelagem é freqüentemente mais curta e de textura mais suave
do que nos machos. A correta textura da pelagem deve sempre ter um especial lustre
brilhante.
COR: branco puro, creme ou branco com biscoito (a cor de fundo deve ser branca
com ligeiras marcas biscoito). Jamais deve dar a impressão de ser bege.
TAMANHO
altura na cernelha: machos de 57 cm com tolerância de +/3
cm.
fêmeas de 53 cm com tolerância de +/3
cm.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
· visíveis faltas de estrutura;
· ossatura leve;
· características sexuais indefi níveis;
· mordedura em torquês;
· olhos amarelos;
· orelhas macias;
· costelas em barril;
· cauda em gancho duplo;
· pernas curtas;
· pernas tortas ou jarretes de vaca;
· pêlo ondulado ou curto, longo, macio ou pelagem pendente;
8
· indiferença.
FALTAS GRAVES
· falta de pigmentação nas bordas dos olhos ou nos lábios.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
· olhos azuis ou de cores diferentes;
· prognatismo superior ou inferior;
· orelhas não eretas;
· qualquer cor de pelagem não descrita neste padrão;
· temperamento tímido ou agressivo.
NOTAS:



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Deixe seu comentários :






Profissionais Colunistas


bullet  João Kleinerdr joão alfredo kleiner dvm, msc especialista em oftalmologia e clínica cirúrgica geral acvo ophthalmology course wisconsin, madison – 1998 e-mail: docjak@vetweb.com.br

bullet  UNESCO em Bruxelas, no dia 27 de janeiro de 1978

bullet  Patricia Oliveira

bullet  Pet Care Hospital Veterinário de São Paulo (11) 3740 2152 (11) 3743 2142 Av. Giovanni Gronchi, 3001 São Paulo SP

bullet  Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/

Confira todos os Colunistas

Sugestão de nomes para filhotes:



bullet  Enia bullet  Quejabullet  Zorrobullet  Juliebullet  Katia
Confira todas as sugestões de nomes



Perguntas mais frequentes


bullet  Eu sou vet ou profissional do ramo e quero incluir dicas veterinárias

bullet  Vocês vendem animais ?

bullet  Eu não encontrei material sobre meu pet ?

bullet  Como ajudar o ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Conteudo Animal são gratuítos aos leitores ?

Ver todas perguntas mais frequentes

Dicas Veterinárias:


bullet  Como tornar economicamente viável a produção de leite

bullet  Cinomose e os florais de bach

bullet  Sindrome do navicular

bullet  Conhecendo mais o ser humano !

bullet  Musculatura dos equinos

Ver todas as Dicas Veterinárias

Letras de Música:


bullet  Os 50 anos de os pássaros”, de alfred hitchcock

bullet  Operário em Construção

bullet  Tartaruga trem da alegria

bullet  

bullet  Inútil

Ver todas as Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet  A morte anda a cavalo (da uomo a uomo / death rides a horse)

bullet  Um peixe chamado wanda (a fish called wanda)

bullet  Olhos de gato (cat s eye)

bullet  O filho do ace ventura

bullet  Tubarao ii

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Aves-simbolos dos estados brasileiros, as

bullet  Sinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bullet  Mais que um leao por dia

bullet  Passo, trote, galope - uma familia e seus cavalos

bullet  Quem e mais feliz: voce ou o seu cachorro?

Ver todos os Livros

Declaração Universal dos Direitos dos Animais



Curiosidades do dia a dia :

bullet  Cachorrada --> Ação Má, Canalhice,

bullet  jacaré --> Aparelho, nas farmácias, se abertam rolhas tipo de Colher de Pedreiro peça fixa para desvio de trilhos ferroviários Terminal elétrico para ligações de fios de forma rápida e não permantes tipo de candeeiro de Querosene

bullet  pássaro --> pessoa astuta

bullet  gatafunchar --> rabiscar

bullet  Antena --> Instrumento que auxilia a sintonização de rádio, tv sistemas de GPS, sistema celular

Confira todas as curiosidade do cotidiano



Encurtador de URL:

URL:

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos