Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Cães > Pumi

pinterest



Pumi

 PUMI

País de origem: Hungria
Nome no país de origem: Pumi
Utilização: Cão de pastoreio do tipo terrier. Também pode ser
utilizado para pastorear animais grandes. Seu faro é
bem desenvolvido. Excelente para combater animais
selvagens e roedores. Excelente cão doméstico, pode
viver bem dentro de casa. Necessita de muito exercício.
É também um excelente cão de companhia e de esportes.
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o Pumi apareceu entre os séculos 17 e 18, na Hungria,
através de cruzamentos entre o Pumi primitivo com cães importados alemães e franceses
do tipo terrier com orelhas eretas. Foi reconhecido como uma raça independente no
começo do século 20.
APARÊNCIA GERAL: é um cão pastor alegre, de tamanho médio, do tipo terrier.
Suas características de terrier são mais presentes na cabeça. O focinho é alongado e
as orelhas são eretas, com a parte superior dobrada para a frente. A conformação é
quadrada. Por causa de sua constante vigilância, seu pescoço é portado mais alto do
que normal. A pelagem ondulada de comprimento médio forma cachos. O Pumi pode
ser de várias cores, mas deve ter sempre uma cor sólida.
PROPORÇÕES IMPORTANTES
• o comprimento do corpo é igual a altura da cernelha.
• a profundidade do peito é ligeiramente menor do que a metade da altura na cernelha.
• o comprimento do focinho é ligeiramente menor do que a metade do comprimento
da cabeça.
• o comprimento do pescoço é igual ao comprimento da cabeça e tem 45% da altura
na cernelha.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: este pastor, realmente vivaz, tem
um temperamento impaciente. Extremamente corajoso, porém um pouco desconfiado
com estranhos. Como resultado de seu comportamento, sensível, de sua vivacidade e
de sua expressão, ele atrai sempre a atenção em qualquer lugar. O Pumi é bastante
barulhento. Sua aparência por inteiro pede por ação e por causa de sua inquietude e
atividade, todas as partes de seu corpo estão constantemente em movimento. Está
sempre ativo e pronto para agir. Um Pumi tímido ou calmo é atípico para a raça.
CABEÇA: relativamente longa e estreita. A forma da cabeça é caracterizada pelo
focinho alongado.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: o topo da cabeça é relativamente largo e abobadado. A longa testa é
ligeiramente abobadada e vista de perfil, é plana. As saliências das arcadas superciliares
são moderadamente desenvolvidas.
4
Stop: apenas visível, o focinho é quase uma linha reta entre as sobrancelhas em direção
à cana nasal.
REGIÃO FACIAL
Trufa: estreita, claramente interrompidas. Sempre preta em todas as cores de pelo.
Focinho: cana nasal reta. A região facial é alongada, afinando em direção à trufa, mas
nunca pontuda.
Lábios: bem aderentes aos dentes, de pigmentação escura.
Maxilares / Dentes: maxilares fortes. Os dentes fortes e bem desenvolvidos são
brancos. Regular e completa mordedura em tesoura, de acordo com a fórmula dentária.
Bochechas: bem musculosas.
Olhos: inseridos moderadamente afastados, ligeiramente oblíquos. De tamanho médio,
ovais, de cor marrom escuro. A expressão é viva e inteligente. As pálpebras são justas
e bastante aderentes ao globo ocular e bem pigmentadas.
Orelhas: as orelhas eretas são inseridas altas, a terça parte orelhas é dobrada para a
frente. De tamanho médio, niveladas, em forma de um “V” invertido. Demonstram
reação alerta a qualquer estímulo.
PESCOÇO: de comprimento médio, pouco arqueado, bem musculoso, formando um
ângulo de 50º a 55º para a horizontal. A pele da garganta é aderente, seca, sem dobras.
TRONCO: músculos bem desenvolvidos, secos, excepcionalmente firme e flexível.
A raça é particularmente magra e de aparência harmoniosa.
Linha superior: reta.
Cernelha: pronunciada, inclinada em direção a parte traseira.
Lombo: curto, firmemente acoplado e reto.
Garupa: curta, ligeiramente inclinada, de largura média.
Peito: o antepeito é reto, não largo, bastante profundo. Costelas ligeiramente arqueadas,
mais para planas. O esterno é profundo, longo e alcança os cotovelos.
5
Linha inferior: firme, esgalgada em direção à traseira.
CAUDA: de inserção alta, forma um círculo largo sobre a garupa. O pelo debaixo da
cauda tem de 7 a 12 cm de comprimento, duro e com pouco subpelo. Não é permitido
cão naturalmente anuro ou com a cauda cortada.
MEMBROS
Anteriores: colocados debaixo do antepeito, sustentam o corpo como colunas. São
verticais, paralelos e não muito afastados entre si.
Ombros: a escápula é longa e ligeiramente escarpada. O ângulo com a horizontal é de
aproximadamente 55º. As coroas das escápulas são colocadas verticalmente sobre o
ponto mais profundo do peito.
Braços: curtos e bem musculosos. A escápula e o braço formam um ângulo de 100º a
110º.
Cotovelos: bem aderentes ao corpo.
Antebraços: longos, magros.
Metacarpos: escarpados.
Patas: redondas, patas de gato, com unhas bem juntas. As almofadas são elásticas.
Unhas fortes, pretas ou em cinza ardósia.
Posteriores: são muito fortes. Vistos de perfil, são ligeiramente estendidas além do
posterior. Vistos por trás, são paralelos e retos, mas nem muito próximos nem muito
afastados entre si.
Coxas: musculosas, longas, inclinadas para a traseira.
Joelhos: no mesmo nível que o cotovelo.
Pernas: longas, secas.
Jarretes: magros, com contornos bem definidos.
Metatarsos: curtos, escarpados.
6
Patas: como as anteriores. Ergôs não são desejados.
MOVIMENTAÇÃO: viva e animada. Passos curtos, enérgicos, dinâmicos,
harmoniosa. A postura é corajosa e orgulhosa. O trote é ligeiro e harmonioso. O cão
coloca suas patas posteriores exatamente nas marcas das patas anteriores.
PELE: sem dobras, fortemente pigmentada. As áreas da pele, sem pelos, são pretas
ou cinzas.
PELAGEM
Pelo: a pelagem ondulada e cacheada forma tufos e não é nunca lisa ou encordoada.
Tem um comprimento médio de 4 a 7 cm, crescendo para os tufos menores ou maiores;
são elásticos, felpudos e densos. A pelagem consiste em um forte mas não grosseiro
pelo de cobertura e em um subpelo macio. Os pelos densos de arame, de tamanho
médio que protegem as orelhas crescem para cima. Os olhos e o focinho não têm
pelos longos. O acabamento desejado da pelagem é feito a mão através de trimming.
Pequenas correções feitas em tesoura na cabeça e nas pernas são permitidas. Não é
desejado um pelo totalmente preparado à tesoura.
COR
• cinza em várias tonalidades (normalmente ao nascer a cor é preta, tornando-se
cinza com o tempo.
• preto.
• fulvo. Cores básicas: vermelho, amarelo, creme (uma faixa preta ou cinza e uma
distinta máscara, são desejadas).
Uma mancha branca no peito com menos de 3 cm de diâmetro e/ou uma linha branca
nos dedos, não são faltas.
• branco.
As cores da pelagem devem ser sempre intensas e sólidas.
TAMANHO / PESO
Machos: 41 a 47 cm. Ideal: 43 a 45 cm.
Fêmeas: 38 a 44 cm. Ideal: 40 a 42 cm.
7
Peso: Machos: 10 a 15 kg. Ideal: 12 a 13 kg.
Fêmeas: 8 a 13 kg. Ideal: 10 a 11 kg.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
• cabeça redonda, tipo Puli. Focinho mais curto do que 40% do total comprimento
da cabeça.
• stop: profundamente definido.
• uma ou mais falta de dentes, (incisivos, caninos, pré-molares 2-4, molares 1-2).
Mais do que dois PM1. Os M3 não devem ser considerados.
• prognatismo superior ou inferior, torção de mandíbula.
• orelhas completamente eretas. Orelhas pendentes desde a base ou portadas
irregularmente.
• pelo curto e liso. Longo, muito feltrado, emaranhado ou opaco.
• cor chocolate, pelagem de várias cores. Manchas uniformes claramente definidas
(como marcas castanhas, manchas em forma de manto).
• tamanho acima ou abaixo dos limites estabelecidos pelo padrão.
NOTAS:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem
desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Narrao de quadrilha junina

bullet  2345meia78

bullet  No voo da guia, uma viagem sem fim

bullet  Do jeito que a moada gosta

bullet  Serpente

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Coc nos vasos

bullet  Abscessos em ces

bullet  Ultrassonografia na reproduo equina, essencial para uma reproduo de qualidade

bullet  Educao ecolgica

bullet  Envenenamento por ingest?o de veneno de rato em ces

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  https://upacfortaleza.wordpress.com/artigos/por que alguns caes odeiam ficar sozinhos/

bullet  Revista Pequenos Ces Grandes Amigos Edio 29 Abril/Maio2010.

bullet  Dan Wroblewski www.bordercollie.com.br dw@parquecanino.com.br

bullet  https://br.noticias.yahoo.com/o que fazer quando o animal morre 113100959.html

bullet  Amrico F. Pelicioni, CRF: 29.670

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Quanto pesa o cavalo de tria? (ile wazy kon trojanski?)

bullet  A verdadeira histria do gato de botas (la vritable histoire du chat bott / the true story of puss n boots)

bullet  Um homem chamado cavalo (a man called horse)

bullet  Gatos numa roubada (tomcats)

bullet  Doce pssaro da juventude (sweet bird of youth)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Mais que um leao por dia

bullet  Eu no sou cachorro, no

bullet  Pssaros amarelos

bullet  Gato que gostava de cenoura

bullet  Passo, trote, galope - uma familia e seus cavalos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos