Digite aqui a palavra-chave.






Redes Sociais
pinterest


Instagram

Home Page > Raças & Espécies > Cães > Pug

pinterest



Pug

 Pug

País de origem: China
País Patrono: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Pug
Utilização: Companhia
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: uma certa quantidade de especulação existia sobre a
origem desta raça, que parecia ter vindo do Oriente. Seu país de origem é listado
como a China, onde os cães de nariz (trufa) arrebitado sempre foram favorecidos.
Ele encontrou o seu caminho para a Europa com os comerciantes da Companhia
Holandesa das Índias Orientais e desde o ano de 1500 já eram admirados nos
Países Baixos. Na verdade, o Pug se tornou o símbolo para os patriotas reais. O
Pug chegou à Inglaterra quando Guilherme III subiu ao trono. Até 1877 a raça
era vista apenas na cor fulvo, mas nesse ano um casal preto foi introduzido a
partir do Oriente.
APARÊNCIA GERAL: decididamente quadrado e robusto, ele é “multum in parvo”
(muito em pouco, ou seja, cão compacto e atarracado), como mostra sua forma
compacta, suas bem ajustadas proporções e sua musculatura rija, mas nunca deve
apresentar patas curtas nem ser magro e pernalta.
PROPROÇÕES IMPORTANTES: decididamente quadrado e robusto.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: de grande charme, dignidade e
inteligência. Equilibrado, feliz e muito disposto.
CABEÇA: relativamente larga e proporcional ao corpo, redonda, não em forma
de maçã.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: sem sulcos. Rugas na testa claramente definidas, mas sem exagero.
REGIÃO FACIAL
Trufa: preta, com narinas razoavelmente grandes e bem abertas. Narinas apertadas
e rugas sobre a trufa excessivamente pesadas são inaceitáveis e devem ser
severamente penalizadas.
Focinho: relativamente curto, truncado, quadrado, não arrebitado. Olhos ou focinho
nunca devem ser negativamente afetados ou encobertos por rugas excessivas
sobre a trufa.
Maxilares / Dentes: ligeiramente prognata inferior. Mandíbula larga com os incisivos
quase em uma linha reta. Torção de mandíbula, dentes ou língua à mostra são altamente
indesejáveis e devem ser severamente penalizados.
5
Olhos: escuros, relativamente grandes, de formato redondo, expressão doce e
afetuosa, muito brilhantes e quando o cão está excitado, cheios de fogo. Nunca
salientes, exagerados ou mostrando o branco dos olhos quando olhando para a
frente. Livre de problemas oculares óbvios.
Orelhas: finas, pequenas, macias como veludo preto. Há dois tipos:
• orelha em rosa: pequena, caída, que se dobra para trás e descobre o pavilhão
auditivo externo;
• orelha em botão: caída para frente, a extremidade junto ao crânio, de maneira a
cobrir o orifício da orelha. A preferência é dada à última.
PESCOÇO: ligeiramente arqueado para se assemelhar a uma crista; forte, grosso,
com suficiente comprimento para portar a cabeça orgulhosamente.
TRONCO: curto e compacto.
Dorso: linha superior plana; nem selada, nem carpeada.
Peito: largo e com boas costelas. Costelas bem arqueadas e bem voltadas para
trás.
CAUDA: inserida alta, firmemente enrolada sobre o quadril. Enrolada duplamente é
altamente desejável.
MEMBROS
Anteriores
Ombros: bem inclinados.
Antebraços: pernas muito fortes, retas, de comprimento moderado, bem colocadas
debaixo do corpo.
Patas: não tão compridas quanto os “pés de lebre” e nem tão redondas quanto os
“pés de gato”; dedos bem separados; unhas pretas.
Posteriores
Aparência geral: pernas muito fortes, de comprimento moderado, bem debaixo do
corpo, retas e paralelas, quando vistas por trás.
6
Joelhos: bem angulados.
Patas: não tão compridas quanto os “pés de lebre” e nem tão redondas quanto os
“pés de gato”; dedos bem separados; unhas pretas.
MOVIMENTAÇÃO: vistas de frente, as pernas anteriores devem se movimentar
bem debaixo dos ombros; as patas bem direcionadas para frente, não virando nem
para dentro nem para fora. Vistas por trás, a ação deve ser igualmente correta. Usa os
anteriores com grande força, colocando-os o mais à frente possível, com os posteriores
se movendo livremente, fazendo um bom uso dos joelhos. Um ligeiro “roll” dos
posteriores é típico dos seus movimentos. Capaz de movimento determinado e
constante.
PELAGEM
Pelo: fino, liso, macio, curto e brilhante, nem áspero, nem lanoso.
COR: prata, abricó, fulvo ou preto. Cada uma claramente definida para fazer um
completo contraste entre as cores, o traço (uma linha preta que se estende do occipital
até a cauda) e a máscara. Marcas claramente definidas. O focinho ou máscara,
orelhas, sinais nas bochechas, marca do polegar ou diamante na testa e o traço
devem ser o mais preto possível.
PESO: 6,3 kgs a 8,1 kgs. Deve ser forte e musculoso, mas substância não deve ser
confundida com sobrepeso.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos sobre a saúde e
bem estar do cão.
FALTAS DESQUALIFICANTES
• agressividade ou timidez excessiva.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de
comportamento deve ser desqualificado.
NOTA:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem
desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Veja :


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Deixe seu comentários :






Profissionais Colunistas


bullet  Marne Campos
aquarismo online [aqol]
www.aquaonline.com.br

bullet  sergio villa santi svillasanti@aolcom
embaixador da oster no brasil
república dos cães
avorozimbo maia, 1515, cambui, campinas/sp
fone: (19) 3255-1578

bullet  dr ricardo gabeira
crmv-sp 11103
clínica veterinária dr vicente moreno (24 horas)
av independência, 1062, valinhos/sp,
fone: (19) 3849-1274

bullet  Antonio Roberto Bacila é médicoveterinário, diretor técnico e presidente da Organnact Saúde Animal.

bullet  Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experiência em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experiência em docência na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br

Confira todos os Colunistas

Sugestão de nomes para filhotes:



bullet  Omega bullet  Delibullet  Obibullet  Roxbullet  Cyrus
Confira todas as sugestões de nomes



Perguntas mais frequentes


bullet  Conteudo Animal são gratuítos aos leitores ?

bullet  Como ajudar o ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Como incluir notícias de seus clientes ?

bullet  Como anunciar no ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Eu sou vet ou profissional do ramo e quero incluir dicas veterinárias

Ver todas perguntas mais frequentes

Dicas Veterinárias:


bullet  Cuidados antes da viagem

bullet  Leptospirose

bullet  Flyball

bullet  Aprumos dos equinos

bullet  Cavalos com dentes de lobo

Ver todas as Dicas Veterinárias

Letras de Música:


bullet  Caminheiro

bullet  Passaro Ferido

bullet  A galinha pintadinha 3

bullet  Lambada de serpente

bullet  Peão Apaixonado

Ver todas as Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet  Um natal bom pra cachorro (chilly christmas)

bullet  Tarzan

bullet  Feito cães e gatos (the truth about cats and dogs)

bullet  Ernest e célestine

bullet  Cujo

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  O gato que falava com fantasmas

bullet  Passaro-camaleao, o

bullet  No meu peito não cabem pássaros

bullet  Enfermidades dos cavalos

bullet  Sucesso na criação de pássaros canários e periquitos

Ver todos os Livros

Declaração Universal dos Direitos dos Animais



Curiosidades do dia a dia :

bullet  Cão Maior e Cão Menor --> Constelações Austrais

bullet  Com a Cachorra --> De Mal humor

bullet  comer/compar gato por lebre --> ser enganado

bullet  Bico --> Monge budista que vive de esmolas Fazer Trabalho temporário

bullet  Animalaço --> Ignorante

Confira todas as curiosidade do cotidiano



Encurtador de URL:

URL:

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos