Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Cães > Podengo português

pinterest



Podengo português

 PODENGOPORTUGUES

País de origem: Portugal
Nome no país de origem: Podengo Português
Utilização: Cão de caça, guarda e companhia.
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: cão do tipo primitivo que tem a sua provável origem nos
antigos cães trazidos pelos Fenícios e Romanos para a Península Ibérica na clássica
antiguidade. Posteriormente teve influência com a introdução de cães que
acompanharam os mouros nas invasões no séc.VIII. Adaptou-se ao território e ao
clima português, originando o que é hoje o Podengo Português. Evoluiu
morfologicamente ao longo dos séculos, em razão da funcionalidade, tendo sido
selecionada a variedade pequena, a partir do séc. XV, como um cão caçador de ratos
nas Caravelas dos navegadores portugueses.
APARÊNCIA GERAL: cabeça piramidal quadrangular, com orelhas eretas; cauda
em forma de foice, bem proporcionado, com boa ossatura e bem musculoso;muito
vivo e inteligente; sóbrio e rústico. Ele existe em três tamanhos, com duas variedades
de pelo: liso e duro.
PROPORÇÕES IMPORTANTES
Podengo Grande e Médio: quase um quadrado (sub-mediolíneo) de grande e média
substância, respectivamente. Relação comprimento do corpo/altura da cernelha de
11/10 e profundidade de peito/altura da cernelha de 1/2.
Podengo Pequeno: corpo levemente mais longo que alto (sub-longilíneo), de pequena
estatura. O comprimento do corpo é levemente maior que a altura na cernelha, com
relação comprimento do corpo/altura da cernelha de 1/2.
Em todas as variedades o comprimento do focinho é mais curto que o comprimento
do crânio.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO
Podengo Grande: usado para grandes caçadas.
Podengo Médio: também conhecido como “coelheiro”, sua aptidão natural para
caçar coelhos é bem utilizada, caçando em matilha ou isoladamente.
Podengo Pequeno: usado para procurar coelhos em buracos e rochas.
Todas as variedades são usadas como cães de vigia e de companhia.
CABEÇA: seca, em forma de pirâmide quadrangular, com a base larga e extremidade
bastante afilada. Os eixos longitudinais superiores crânio-faciais são divergentes.
5
REGIÃO CRANIANA
Crânio: plano; visto de perfil, quase reto; arcadas superciliares proeminentes; sulco
frontal pronunciado; o espaço entre as orelhas é horizontal, com protuberância occipital
saliente.
Stop: pouco definido.
REGIÃO FACIAL
Trufa: adelgaçada e truncada obliquamente; é proeminente na extremidade; de cor
mais escura que a da pelagem.
Focinho: pontiagudo; de forma curvada quando visto de frente; visto de perfil é reto;
mais curto do que o crânio e mais largo na base do que na ponta.
Lábios: ajustados; finos, firmes, rasgados horizontalmente e bem pigmentados.
Maxilares / Dentes: com mordedura em tesoura normal; dentes brancos e fortes;
oposição regular entre os maxilares. Dentição completa na variedade Grande.
Olhos: com uma expressão muito vivaz; pouco salientes nas órbitas; sua coloração
vai do mel ao castanho, variando de acordo com a pelagem. São oblíquos e pequenos;
pálpebras com pigmentação mais carregada do que a cor da pelagem.
Orelhas: de inserção oblíqua no nível dos olhos; retas, portadas eretas, com grande
mobilidade; verticais ou inclinadas para frente, quando atentos; pontiagudas, largas
na base, de forma triangular; finas, com uma altura considerável e maior que a da
base.
PESCOÇO: se une harmoniosamente com cabeça e o tronco; reto; comprido;
proporcional, forte e bem musculoso. Ausência de barbela.
TRONCO
Linha superior: reta, nivelada
Cernelha: levemente perceptível em relação ao pescoço e ao dorso.
Dorso: reto e comprido.
Lombo: reto; largo e bem musculoso.
6
Garupa: reta ou ligeiramente inclinada; de comprimento médio; larga e musculosa.
Peito: descido até os cotovelos, de largura moderada; longo, com o esterno inclinado
para trás e para cima; costelas ligeiramente arqueadas e oblíquas; antepeito nem
muito aparente nem muito musculoso, de largura moderada.
Ventre e Flancos: ligeiramente esgalgado; secos.
CAUDA: natural, inserida mais alta do que para baixa; forte, grossa e pontiaguda, de
comprimento médio Em repouso, caindo suavemente entre as nádegas até a altura
dos jarretes; em ação, eleva-se na horizontal, ligeiramente arqueada ou verticalmente
dobrada em foice, mas nunca enrolada; franjada na parte ventral.
MEMBROS
ANTERIORES: bem aprumados, quando vistos de frente ou de perfil; bem
musculosos e secos.
Ombros: compridos; inclinados; fortes e bem musculosos; o ângulo escápulo-umeral
de aproximadamente 110°.
Cotovelos: paralelos ao plano médio do corpo.
Antebraços: verticais; longos e bem musculosos.
Carpos: secos e não proeminentes.
Metacarpos: curtos; fortes; curtos; ligeiramente oblíquos.
Patas: arredondadas; dedos compridos, fortes, unidos e bem arqueados; unhas fortes
e de preferência escuras; almofadas plantares resistentes e duras.
POSTERIORES: bem aprumados, quando vistos por trás e de perfil; bem
musculosos e secos; paralelos ao plano médio do corpo.
Coxas: longas; de largura média; bem musculosas.
Joelhos: com angulação femorotibial de aproximadamente 135°.
Pernas: oblíquas; longas, secas, fortes e bem musculosas.
7
Articulação dos jarretes: de altura mediana, seca e forte; formando um ângulo
aberto de aproximadamente 135°.
Metatarsos: fortes, curtos, oblíquos e sem ergôs.
Patas: arredondadas; dedos compridos, fortes, unidos e bem arqueados; unhas fortes
e de preferência escuras; almofadas plantares resistentes e duras.
MOVIMENTAÇÃO: trote leve, movimentos ágeis e fáceis.
PELE: fina e tensa. Mucosas, de preferência, pigmentadas de preto ou sempre mais
escuras que a pelagem.
PELAGEM
Pelo: duas variedades: curto e macio ou longo e duro - ambas de espessura média;
sem subpelo. O pelo curto é mais denso do que o duro; na variedade de pelo duro, o
pelo do focinho é comprido (barba).
COR: amarelo e fulvo, em todas as tonalidades, do claro ao escuro, com ou sem
manchas brancas, ou branco com manchas dessas cores. No Podengo Pequeno, as
seguintes cores são admitidas, mas não preferenciais: preto, marrom, com ou sem
marcas brancas ou branco com manchas dessas cores.
TAMANHO / PESO
Pequeno: 20 a 30 cm;
Médio: 40 a 54 cm;
Grande: 55 a 70 cm.
Peso:
Pequeno: 4 a 6 kg
Médio: 16 a 20 kg
Grande: 20 a 30 kg
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem
estar do cão.
8
FALTAS
• temperamento: sinais de timidez.
• crânio / focinho: eixos longitudinais superiores crânio-faciais paralelos.
• maxilares: mordedura incorreta ou má implantação dos dentes. Mordedura em
torquês; dentição incompleta na variedade Grande.
• trufa: despigmentação parcial.
• pescoço: arqueado.
• corpo: linha superior arqueada;
• garupa: demasiadamente caída;
• ergôs: sua existência é indesejável.
FALTAS GRAVES
• crânio/focinho: eixos longitudinais superiores crânio-faciais convergentes.
• trufa: despigmentação total.
• orelhas: arredondadas.
• ventre: muito esgalgado.
• cauda: enrolada.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
• temperamento: agressivo ou timidez excessiva.
• aparência geral: sinais de cruzamento com Galgo ou Perdigueiro ou qualquer
outro cruzamento.
• maxilares: prognatismo superior ou inferior.
• olhos: de cores diferentes.
• orelhas: dobradas ou caídas.
• cor: tigrado, preto e castanho, tricolor e totalmente branco.
NOTAS:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem
desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Eu Nao Sou Cachorro No

bullet  Mary loo

bullet  Asas

bullet  Jardim da fantasia

bullet  Eu, minha gata e meu cachorro blitz

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Catarata em cães

bullet  Agility: esporte ou lazer?

bullet  Escolhendo sua calopsita

bullet  Calçamento ou calçaduras dos equinos

bullet  Plaquinhas de identicação para pets

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Desire Schiffer Mariotti, Mdica Veterinria, Psgraduanda em Diagnstico por Imagem, Indaiatuba/SP desiree.veterinaria@hotmail.com tel 19 98633617

bullet  https://www.petlove.com.br/dicas/doenca de lyme

bullet  Dbora Carvalho Meldau

bullet  Bruno Tausz(Etlogo)

bullet  Helena A. Hestermann info@happydogs.com.br www.happydogs.com.br

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Tubarao ii

bullet  V

bullet  Animais unidos - jamais sero vencidos

bullet  Irei como um cavalo louco (j irai comme un cheval fou)

bullet  Confuso pra cachorro (dog gone)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  4 vidas de um cachorro

bullet  O gato que falava com fantasmas

bullet  O estranho caso do cachorro morto

bullet  Falando de passaros e gatos

bullet  Cachorro tem cada uma

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos