Digite aqui a palavra-chave.






Redes Sociais


Instagram

Home Page > Raças & Espécies > Cães > Mastim espanhol




Mastim espanhol

 MASTIMESPANHOL

País de origem: Espanha
Nome no país de origem: Mastín Español
Utilização: Guarda e defesa. Esta raça está intimamente ligada ao
movimento sazonal e em especial, ao gado Merino,
ao qual acompanhou, desde os tempos da “Mesta”
(associação de criadores nômades de rebanhos),
defendendo-os dos lobos e dos demais predadores ao
longo de todo percurso e em lugares fixos de pastagem,
nas diferentes estações e localizações. Atualmente,
acompanha numerosos rebanhos, tanto os fixos quanto
os nômades, desempenhando sua função ancestral.
Desempenha da mesma maneira a função de guarda
e defesa de fazendas, pessoas e propriedades em geral.
Sem prova de trabalho
APARÊNCIA GERAL: cão de tamanho grande, hipermétrico e de proporções
medianas. Estrutura sub-longilínea. Bem proporcionado, muito potente e musculoso.
Esqueleto compacto. Cabeça grande e corpo com pelo semi-longo. Deve-se procurar
a proporcionalidade e a harmonia funcional, tanto parado quanto em movimento.
Seu latido é rouco, grave e profundo, de grande intensidade, percebendo-se a
considerável distância.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: comprimento do corpo excedendo a altura
na cernelha. A relação entre o comprimento do crânio e do focinho deve ser 3/2.
TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO: trata-se de um cão muito inteligente,
não desprovido de beleza; sua expressão manifesta ambas as qualidades. Rústico,
carinhoso, manso e nobre, é um cão de grande firmeza diante de animais perigosos
e de estranhos, especialmente quando está defendendo a fazenda ou o rebanho. Em
seu comportamento se observa que é um cão seguro de si mesmo, controla sua força
por ser conhecedor de sua enorme potência.
CABEÇA
Em conjunto: grande, forte e de forma troncopiramidal de bases largas. O conjunto
crânio-focinho deve ser quadrado e uniforme, sem uma diminuição (afinamento)
muito marcado entre a base do focinho e dos temporais. As linhas crânio-faciais
moderadamente divergentes.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: largo, forte, de perfil sub-convexo. A largura do crânio deve ser igual ou
superior ao seu comprimento. Seios frontais acentuadas. Crista occiptal marcada.
Stop: suave, pouco acentuado.
REGIÃO FACIAL
Trufa: preta, úmida, grande e larga.
Focinho: perfil reto. Visto por cima, parace moderadamente retangular, diminuindo
gradativamene até a trufa, conservandando uma ostensiva largura. Nunca pontiagudo.
4
Lábios: o superior deve cubrir amplamente o inferior; o inferior com mucosas
soltas, formando uma comissura labial muito frouxa. As mucosas devem ser pretas.
Maxilares / Dentes: mordedura em tesoura. Dentes brancos fortes e sadios. Caninos
grandes, ponteagudos e formando uma boa presa. Molares fortes e potentes. Incisivos
menores. Presença de todos os pré-molares. Palatos pretos com cristas bem marcadas.
Olhos: pequenos em relação ao crânio, amendoados, preferivelmente escuros, de
cor avelã, expressão atenta, nobre, doce e inteligente, de grande severidade diante
de um estranho. Pálpebras de pele grossa, pigmentadas de preto. Pálpebra inferior
deixando parte da conjuntiva à mostra.
Orelhas: de tamanho médio e caídas, de forma triangular, planas, inseridas acima
da linha dos olhos. Em repouso, são caídas e rentes às bochechas, sem serem
demasiadamente próximas ao crânio. Em atenção, separadas da face e parcialmente
erguidas em seu terço superior. Não devem ser amputadas.
PESCOÇO: de forma troncuda, largo, forte, musculoso, flexível. Pele grossa e solta,
formando barbelas bem desenvolvidas.
TRONCO
Em conjunto: retangular. Forte e robusto denotando grande potência, porém flexível
e ágil.
Linha superior: reta, horizontal, inclusive em movimento.
Cernelha: bem marcada.
Dorso: poderoso e musculoso.
Lombo: longo, largo e poderoso, se estreitando a medida que chega ao flanco.
Garupa: larga e forte. Sua inclinação fica em torno dos 45º com relação à horizontal.
Altura da garupa igual à altura da cernelha.
Peito: largo, profundo, musculoso e poderoso. A ponta do esterno é marcada. Costelas
com amplos espaços intercostais e arqueadas, não planas. O perímetro torácico
mínimo deve exceder em aproximadamente 1/3 a altura na cernelha.
5
Ventre / Flancos: ventre moderadamente esgalgado; flancos descidos e muito amplos.
CAUDA: muito grossa na raiz e de inserção média. Forte, flexível e dotada de pelos
mais longos do que no resto do corpo. Em repouso seu porte é baixo, chegando até
o jarrete, ás vezes formando uma curva no quarto final. Quando o animal está em
movimento ou excitado, levanta-se em forma de sabre, com uma curva em seu final,
porém nunca dobrada em sua totalidade, nem portada sobre a garupa.
MEMBROS
ANTERIORES
Em conjunto: perfeitamente aprumados, retos e paralelos, quando vistos de frente.
O comprimento do antebraço deve ser o triplo do comprimento do metacarpo. Fortes
de ossatura, com metacarpos potentes.
Ombros: oblíquos, muito musculosos. Mais longos que os antebraços. Ângulo
escápulo-umeral próximo aos 100º.
Braços: fortes, de comprimento similar ao da escápula.
Cotovelos: bem próximos ao tórax. Ângulo úmero-radial próximos aos 125º.
Antebraços: fortes, de ossatura perpendicular.
Metacarpos: vistos de perfil, pouco inclinados. É praticamente uma continuação do
antebraço; ossatura forte.
Patas: de gato; dedos fechados. Falanges fortes e bem arqueadas. Unhas e almofadas
fortes e duras. Membranas interdigital moderada e provida de pelo.
POSTERIORES
Em conjunto: potentes musculosos. Vistos de perfil, adequadas angulações em forma
de amplos ângulos articulares. Aprumos corretos, vistos por trás e de perfil. Jarretes
sem desvios. Devem ser capazes de impulsionar o cão com facilidade, força e
elegância.
Coxas: fortes e musculosas. Angulação coxofemoral de aproximadamente 100º.
Joelhos: angulação fêmuro-tibial de aproximadamente 120º.
6
Pernas: longas, musculosas e de ossatura forte.
Jarretes: ângulo aberto, com aproximadamente 130º.
Metatarsos: bem marcados, com nítida visão dos Tendões de Aquiles. Presença ou
não dos ergôs que podem ser simples ou duplos, admitindo-se ser amputados.
Patas: de gato. Ligeiramente ovaladas.
MOVIMENTAÇÃO: a marcha preferida é o trote, devendo ser harmônico, poderoso
sem tendência a lateralidade. O cão não pode andar com passo de camelo (movendo
os dois membros de um mesmo lado ao mesmo tempo).
PELE: elástica, grossa, abundante e de cor rosa, com pigmentações mais escuras.
Todas as mucosas devem ser negras.
PELAGEM
Pelo: denso, grosso, semi-longo, liso, cobrindo o corpo até os espaços interdigitais.
Se distinguem dois tipos de pelo, um de cobertura sobre o dorso e outro de proteção
sobre as costelas e flancos. Mais curto nos membros e mais longo e sedoso na cauda.
COR: todas as cores são aceitas, sendo mais apreciadas as cores uniformes: amarelos,
fulvos, vermelhos, pretos, cor de lobo e cor de cervos. Também são apreciadas as
cores combinadas, por exemplo, tigrados, particolor ou com um colar branco.
TAMANHO: não existem limites máximos de altura, sendo apreciados dentro de
proporções harmoniosas, os exemplares de maior altura:
Altura na cernelha: limites mínimos: machos: 77 cm
fêmeas: 72 cm
É desejável, que essas medidas sejam amplamente superadas, sendo conveniente os
machos com 80 cm e as fêmeas 75 cm.
FALTAS: qualquer desvio nos termos deste padrão deve ser considerado como falta
e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
7
FALTAS LEVES
• nariz romano, sem excesso.
• mordedura em torquês; ausência de algum pré-molar.
• linha dorso-lombar fraca, distorcida e ondulada durante a marcha.
• metacarpos, metatarsos e patas fracas, sem excesso.
• timidez não excessivamente acentuada.
FALTAS GRAVES
• aspecto frágil ou exageradamente letárgico.
• focinho pontiagudo.
• prognatismo superior moderado.
• ausência de vários pré-molares ou caninos, se não se devem a um traumatismo.
• entrópio ou ectrópio excessivo.
• amputação das orelhas.
• cauda apoiada sobre a garupa.
• linha dorso-lombar selada.
• altura da garupa notadamente mais alta que a cernelha.
• amputação da cauda.
• aprumos incorretos: fracos ou desviados.
• jarretes de vaca, durante a marcha ou parado.
• bamboleio lateral durante a marcha.
• pelo ondulado, crespo ou excessivamente longo.
• caráter desequilibrado, timidez excessiva ou agressividade exagerada.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
• trufa ou mucosas despigmentadas.
• trufa rachada.
• qualquer grau de prognatismo inferior; prognatismo superior excessivo.
• olhos claros.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.
NOTA:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem
desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Deixe seu comentários :






Profissionais Colunistas


bullet  Eng Agrônomo André Fabbrocini Gonçalves, atua na área de manejo de pastagem, segurança dos animais, nutrição, desenvolvimento de projetos http://www.andrefabbrocini.com.br/ (11) 93829722 e (11) 77435504 e nextel 96*40594

bullet  Heloísa Helena Amaro

bullet  Revista Pequenos Cães Grandes Amigos Edição 29 Abril/Maio2010.

bullet  Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com

bullet  https://www.peritoanimal.com.br/infeccao urinaria em gatos sintomas tratamento e prevencao 21187.html

Confira todos os Colunistas

Sugestão de nomes para filhotes:



bullet  Piba bullet  Sofiabullet  Tobiasbullet  Faroestebullet  Nip
Confira todas as sugestões de nomes



Perguntas mais frequentes


bullet  Vocês vendem animais ?

bullet  Quem escreve para o ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  As informações no ConteudoAnimal.com.br substituiem consulta veterinária?

bullet  Eu posso hospedar meu site no portal Conteudo Animal ?

bullet  Como anunciar no ConteudoAnimal.com.br ?

Ver todas perguntas mais frequentes

Dicas Veterinárias:


bullet  A hora certa de realizar os exames de rotina em seu pet

bullet  Zooterapia ajuda no combate à depressão

bullet  Nutrição do ferret

bullet  Por que os cães cavam?

bullet  9 coisas que você não sabe sobre cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Letras de Música:


bullet  Canção do exílio

bullet  Gata me liga

bullet  Voa, canarinho, voa

bullet  Receita de Mulher

bullet  Tchutchuca

Ver todas as Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet  Deu a louca nos bichos

bullet  Rio

bullet  Cacados

bullet  Loup - uma amizade para sempre

bullet  O pássaro azul (the blue bird)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Cachorro magro

bullet  Pássaros amarelos

bullet  Falando de passaros e gatos

bullet  Os passaros e suas doencas

bullet  Explicação dos pássaros

Ver todos os Livros

Declaração Universal dos Direitos dos Animais



Curiosidades do dia a dia :

bullet  Pardal --> Apelido dos aparelhos que medem a velocidade de carros em área controlada.

bullet  macaco --> instrumento que auxilia levantamento do carro para reparro homem feio pilar que leva apenas 2 tijolos (velho) pessoa com experiência dispositivo usado para graduar e esticar a tensão de cabos e correntes fixas

bullet  Peixinho --> Movimento de salto para tocar, ou segurar a a bola abaixo da cintura (futebol, voley)

bullet  mico --> situação de vexame em público

bullet  bicho carpinteiro --> Pessoa que não consegue ficar quieto

Confira todas as curiosidade do cotidiano



Encurtador de URL:

URL:

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos