Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Cães > Clumber spaniel

pinterest



Clumber spaniel

 CLUMBERSPANIEL

País de origem: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Clumber Spaniel
Utilização: Levantador de caça
Sujeito à prova de trabalho para campeonato internacional.
RESUMO HISTÓRICO: dizem que os Clumber Spaniels vieram originalmente da
França a cerca de 200 anos atrás. O Clumber foi trazido para a Grã-Bretanha pelo
Duque de New Castle e criado na casa da sua família no “Clumber Park”, em
Nottinghamshire. É um cão muito pesado, e seu ritmo de trabalho é mais lento que o
de outros Spaniels. Desde os anos 50 autorizou-se que ele se tornasse cada vez mais
pesado e, apesar de seu peso máximo atual estar em cerca de 36 kg, parece que
alguns são mais pesados que este limite. No entanto, os amantes da raça devem ter
certeza de que seu grande tamanho não incentiva qualquer fraqueza nos seus
posteriores.
APARÊNCIA GERAL: balanceado, de boa ossatura, ativo, com uma expressão
pensativa, denotando força em todos os aspectos. O Clumber deve ser firme, em
forma e capaz de um dia de trabalho no campo.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: estóico, de caráter, de grande
coração, altamente inteligente, com uma atitude determinada que aumenta suas
habilidades naturais. Um trabalhador silencioso com um excelente faro. Confiável,
seguro, amável e digno; mais indiferente do que outros Spaniels, não demonstra
nenhuma tendência à agressividade.
CABEÇA: grande, quadrada, de comprimento médio. Sem exageros na cabeça e
no crânio.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: largo no topo, com occipital marcado; pesadas arcadas superciliares.
Stop: profundo.
REGIÃO FACIAL
Focinho: quadrado.
Lábios: beiços bem desenvolvidos.
Maxilares / Dentes: maxilares fortes com uma perfeita, regular e completa mordedura
em tesoura, isto é, os dentes superiores recobrem os dentes inferiores e são inseridos
ortogonalmente aos maxilares.
5
Olhos: limpos, âmbar escuro. Olhos claros são altamente indesejáveis. É aceitável
ter a 3a pálpebra aparente, mas sem excesso. Livres de óbvios problemas oculares.
Orelhas: grandes, em forma de folhas de videira, bem cobertas com pelos retos.
Caindo ligeiramente para frente, franjas não devem se estender abaixo da orelha .
PESCOÇO: razoavelmente longo, grosso, poderoso.
TRONCO: longo, bem musculoso e forte.
Linha superior: reta, larga, longa.
Dorso: reto, largo e longo.
Lombo: musculoso.
Peito: profundo; costelas bem arqueadas e bem voltadas para trás.
Linha inferior: bem descida nos flancos.
CAUDA: anteriormente era costume ter a cauda cortada.
Cortada: inserida baixa. Bem franjada, portada no nível do dorso.
Não cortada: inserida baixa. Bem franjada, portada no nível do dorso.
MEMBROS
Anteriores
Ombros: fortes, oblíquos, musculosos.
Antebraços: pernas curtas, retas, com boa ossatura, fortes.
Patas: largas, redondas, bem cobertas com pelos.
Posteriores
Aparência geral: posteriores muito poderosos e bem desenvolvidos.
Joelhos: bem angulados e posicionados retos.
6
Jarretes: baixos.
Patas: largas, redondas, bem cobertas com pelos.
MOVIMENTAÇÃO: ondulante, atribuída ao corpo muito longo e às pernas curtas.
Movimentação para frente e para trás com propulsão, sem esforço.
PELAGEM
Pelo: abundante, fechado, sedoso e reto. Pernas e peito bem franjados.
COR: é preferido o corpo inteiramente branco com manchas limão; a cor laranja é
permitida. Ligeiras manchas na cabeça e focinho sardento.
PESO:
Ideal: machos – 29,5 a 34 kg.
fêmeas – 25 a 29,5 kg.

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos