Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Cães > Chow chow

pinterest



Chow chow

 CHOWCHOW

País de origem: China
País Patrono: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Chow Chow
Utilização: Cão de guarda e companhia
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: a ascendência do Chow é atribuída à China, onde ele
foi mantido como cão de guarda e também usado para a caça. Os Chows têm
sido reconhecidos na China por mais de 2.000 anos e estão relacionados aos
cães nórdicos do tipo Spitz, contendo também algo do Mastiff. Por causa da
política de "portas fechadas" da China para o resto do mundo, os Chows não
começaram a aparecer em outros países até por volta de 1800. Ele fez o seu
caminho para a Inglaterra em algum momento durante o final do século XVIII
e não foi realmente notado na Grã-Bretanha até 1920, com alguns exemplares
sendo mostrados na Crufts, em 1925.
APARÊNCIA GERAL: ativo, compacto, lombo curto e acima de tudo bem
equilibrado, de aspecto leonino, digno e orgulhoso; bem estruturado; a cauda é
claramente portada sobre o dorso. Deve sempre ser capaz de se mover livremente
e não pode ter tanto pelo que impeça as suas atividades ou cause sofrimento em
climas quentes. Uma língua preto-azulada é característica.
PROPORCÕES IMPORTANTES: A distância da cernelha ao cotovelo é igual
à distância do cotovelo ao chão.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: calmo, bom guardião.
Independente, leal e reservado.
CABEÇA
REGIÃO CRANIANA
Crânio: largo e plano.
Stop: não pronunciado.
REGIÃO FACIAL
Trufa: grande e larga, sempre preta (com exceção dos exemplares de cor creme ou
quase brancos, nos quais a trufa de cor clara é admitida; nos azuis e fulvos, admitese
a trufa da mesma cor do pelo (mas a cor preta é preferível em todos os casos).
Focinho: de comprimento moderado e largo dos olhos até sua extremidade (nunca
pontudo como o da raposa). Bem cheio sob os olhos.
Lábios: uma boca preta sólida, incluindo o céu da boca e os lábios, com uma
língua preto-azulada é o ideal. Entretanto, certa diluição pode ser evidente nas
gengivas dos azuis e fulvos e esta diluição pode ser mais pronunciada em cremes
e brancos.
5
Maxilares / Dentes: dentes fortes e alinhados; maxilares fortes com uma perfeita,
regular e completa mordedura em tesoura, isto é, os dentes superiores recobrem os
dentes inferiores e sao inseridos ortogonalmente aos maxilares.
Olhos: escuros, formato oval, de tamanho médio e limpos. É permitida uma cor
correspondente a da pelagem nos azuis e fulvos. Olhos limpos, livres de entrópio;
nunca deverão ser penalizados meramente em razão do tamanho.
Orelhas: pequenas, grossas, extremidades levemente arredondadas; portadas eretas,
rígidas e bem afastadas, inseridas acima dos olhos, voltadas para frente, ligeiramente
convergentes, o que dá ao cão a expressão característica da raça, de ar carrancudo.
Essa expressão jamais deverá ser alcançada pelo efeito de rugas na pele da cabeça.
PESCOÇO: forte, cheio, sem ser curto, bem inserido nos ombros, ligeiramente
arqueado. De comprimento suficiente para portar a cabeça orgulhosamente, acima
da linha superior.
TRONCO
Dorso: curto, plano e forte.
Lombo: robusto.
Peito: largo e profundo. Costelas bem arqueadas, mas não em barril.
CAUDA: inserida alta, portada sobre o dorso.
MEMBROS
ANTERIORES
Ombros: musculosos e oblíquos.
Cotovelos: mesma distância entre a cernelha e o solo.
Antebraços: perfeitamente retos, com boa ossatura.
Patas: pequenas, redondas, como pés de gato, posicionadas e bem apoiadas nos
dedos.
6
POSTERIORES
Aparência Geral: de perfil, as patas estão diretamente sob a articulação do
quadril.
Coxas: bem desenvolvidas.
Joelhos: Apenas uma ligeira curvatura.
Pernas: bem desenvolvidas.
Metatarsos: jarretes bem descidos. A angulação do jarrete para o chão deve parecer
reta, nunca flexionando para frente.
Patas: pequenas, redondas, como pés de gato, posicionadas e bem apoiadas nos
dedos.
MOVIMENTAÇÃO: relativamente curta e saltitante; patas traseiras não se
erguem, parecendo roçar o solo, resultando em ação pendular quando vistas de
perfil. Seu movimento característico de passadas curtas e saltitantes lhe permite
mover-se livremente, sem mancar e com excelente resistência. Os membros
anteriores e posteriores deslocam-se em planos paralelos. Os cães devem ser sempre
capazes de se moverem livremente e tranquilamente, sem qualquer sinal de
sofrimento.
PELAGEM
Pelo: pode ser áspero ou liso.
• ÁSPERO: muito abundante, denso, reto e eriçado, mas não de comprimento
excessivo. A textura do pelo é áspera, com o subpelo suave e lanoso. A pelagem
é particularmente densa em torno do pescoço, onde forma uma juba e, na face
posterior das coxas, em fartos culotes.
• LISO: pelo curto, denso, reto, plano, íntegro, não achatado, de textura felpuda
como pelúcia.
Qualquer redução artificial do pelo, que altere o contorno natural ou a expressão,
deve ser penalizada, com exceção das patas, que podem ser arrumadas.
7
COR: preto unicolor, vermelho, azul, fulvo, creme ou branco, frequentemente com
nuanças, mas sem manchas ou particolor (sob a cauda e na face posterior das coxas
a cor é frequentemente mais clara).
TAMANHO
Altura na cernelha: Machos: 48 a 56 cm.
Fêmeas: 46 a 51 cm.




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Faroeste cabloco

bullet  Cachorro viralata baby do brasil

bullet  Passaro veloz

bullet  Histria de uma gata

bullet  Morena de Angola

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Como proteger os mveis dearranh?es

bullet  Angiografia pulmonar

bullet  5 dicas essenciais para deixar seu pet feliz

bullet  Problemas sseos dos animais em crescimento

bullet  Teste de volhard

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  monica gil www.monijil.nom.br/canil caocia@globocom fone: (21) 2260 9427

bullet  Mariana LageMarques Mdica Veterinria graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Scia Fundadora ABOV (Associao Brasileira de Odontologia Veterinria), 2002. Fao atendimento odontolgico mvel.

bullet  Patricia Oliveira

bullet  Rita Ericson http://bichosaudavel.com/meu cao nao quer comer/

bullet  Patricia
olives mount kennel

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Jurassic park i

bullet  Mame virei um peixe (hjlp, jeg er en fisk)

bullet  Peixonauta

bullet  Benji - um amigo especial

bullet  Doce pssaro da juventude (sweet bird of youth)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Sucesso na criao de pssaros canrios e periquitos

bullet  Livro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bullet  Gato que gostava de cenoura

bullet  Livro dos passaros magicos, o

bullet  O gato de botas

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos