Digite aqui a palavra-chave.






Redes Sociais
pinterest


Instagram

Home Page > Raças & Espécies > Cães > Cão d’água português

pinterest



Cão d’água português

 CAODAGUAPORTUGUES

País de origem: Portugal
Nome no país de origem: Cão d’Água Português
Utilização: Companheiro na pesca e na captura, bem como, cão
de companhia.
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: em épocas remotas o Cão d’Água existiu em todo o
litoral português. Hoje, devido às contínuas modificações nos sistemas de pesca
utilizados, a raça encontra-se, principalmente, na província de Algarve, região essa,
atualmente considerada o seu local de origem. A sua presença nas costas Portuguesas
deve remontar a épocas muito distantes, devendo o Cão d’Água Português ser
considerado como uma raça do país.
APARÊNCIA GERAL: cão de proporções médias, tipo bracóide, de contorno
com tendências retilíneas à ligeiramente convexas. Formato harmonioso, balanceado;
robusto e bem musculoso. Notável desenvolvimento muscular devido à constante
prática da natação.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: de formato quase quadrado, com o
comprimento do corpo aproximadamente igual à altura na cernelha. A proporção
entre a altura na cernelha e a profundidade do peito é de 2:1; a proporção do
comprimento do crânio para o focinho é de 4:3.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: um cão de excepcional inteligência,
compreende e obedece facilmente com alegria a todas as ordens do seu dono. Cão
de temperamento ardente, voluntarioso e altivo, sóbrio e resistente à fadiga. Tem a
expressão dura e um olhar penetrante e atento. Possui grande poder visual e apreciável
sensibilidade olfativa. Nadador e mergulhador exímio e resistente, é o companheiro
inseparável do pescador, a quem presta inúmeros serviços, não só pescando, mas
também guardando e defendendo seu barco e propriedade. Durante o trabalho da
pesca, atira-se voluntariamente ao mar para recuperar os peixes que escaparam,
mergulhando se necessário, e procedendo da mesma maneira se uma rede se rompe
ou algum cabo se solta. É também utilizado como agente de ligação entre os barcos e
a terra firme e vice-versa, mesmo quando a grandes distâncias.
CABEÇA: bem proporcionada, forte e larga. Eixos crânio-focinho paralelos.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: visto de perfil, o seu comprimento é ligeiramente mais longo que o do
focinho (4:3). A sua curvatura é mais acentuada posteriormente e a crista occipital é
pronunciada. Visto de frente, os parietais têm a forma abobadada, com leve depressão
central; a fronte é ligeiramente escavada, o sulco frontal prolonga-se até dois terços
dos parietais e as arcadas superciliares são proeminentes
Stop: bem definido e situado um pouco atrás dos cantos internos dos olhos.
5
REGIÃO FACIAL
Trufa: larga, com narinas bem abertas e pigmentadas. De cor preta nos exemplares
de pelagem preta, branca e suas combinações. Nos castanhos, a cor segue a tonalidade
da pelagem. Nunca deve ser cor de carne.
Focinho: reto, mais largo na base que na extremidade.
Lábios: grossos, especialmente na frente. Comissura não aparente. Mucosa bucal
(céu da boca, debaixo da língua e gengivas) acentuadamente pigmentada de preto em
cães com pelagem preta e intensamente marrom em cães marrons.
Maxilares / Dentes: maxilares fortes, dentes saudáveis, não aparentes quando a
boca está fechada. Caninos fortes e desenvolvidos. Mordedura em tesoura ou torquês.
Olhos: tamanho médio; perceptíveis e com formato arredondado; bem afastados e
levemente oblíquos. A coloração da íris é preta ou castanha e as pálpebras são finas
e orladas de preto; marrons em cães marrons. Conjuntiva não aparente.
Orelhas: inserção acima da linha dos olhos, colocadas contra a cabeça, levemente
levantadas para trás e cordiformes. Textura fina, com as suas extremidades nunca
ultrapassando a garganta.
PESCOÇO: reto, curto, arredondado, musculoso, bem inserido e portado alto;
conectando-se ao tronco em harmoniosa transição. Sem colar, nem barbela.
TRONCO
Linha superior: reta, nivelada.
Cernelha: larga e não proeminente.
Dorso: reto, curto, largo e bem musculoso.
Lombo: curto e bem unido à garupa.
Garupa: bem proporcionada, levemente inclinada, com extremidades ósseas
simétricas e pouco aparentes;
Peito: largo e profundo. O seu bordo inferior deve tocar o plano do cotovelo. As
costelas são compridas e regularmente oblíquas, proporcionando grande capacidade
respiratória.
6
Linha inferior e ventre: reduzido volume e elegante.
CAUDA: inteira, de inserção mediana, grossa na raiz e afinando para a ponta. Inserção
média. O seu comprimento não deve ultrapassar o jarrete. Quando o cão está atento,
enrola-se em anel, não ultrapassando a linha média do lombo. A cauda é de grande
utilidade quando nadando e mergulhando.
MEMBROS
Anteriores: fortes e retos. Verticais. Metacarpos levemente inclinados são admissíveis.
Ombros: bem inclinados de perfil e transversalmente. Forte desenvolvimento muscular.
Braços: fortes e de comprimento médio. Paralelos à linha média do corpo.
Antebraços: compridos e fortemente musculosos.
Carpos: ossos fortes, mais largos quando vistos de frente que de perfil.
Metacarpos: longos e fortes.
Patas: arredondadas e planas, com dedos ligeiramente arqueados, de comprimento
médio. A membrana digital, que acompanha o dedo em todo o seu comprimento, é
constituída por tecidos flácidos e guarnecida por abundante e comprida pelagem. As
unhas pretas são as preferidas, mas, de acordo com a cor da pelagem, também são
admitidas as brancas, listradas ou castanhas. Unhas não devem tocar o solo. Almofada
plantar central dura, já as demais, naturalmente espessas.
Posteriores: retos e bem musculosos. Jarretes levemente inclinados são admissíveis.
Nádega: forte e bem arredondada.
Coxas: fortes e de comprimento mediano. Muito bem musculosas. Articulação do
joelho não virada nem para dentro, nem para fora.
Pernas: compridas e muito bem musculosas. Não viradas nem para dentro, nem
para fora. Bem inclinadas no sentido antero-posterior. Todos os tendões e ligamentos
são fortes.
Tarsos: fortes.
7
Metatarsos: compridos. Sem ergôs.
Patas: idênticas às patas anteriores em todos os aspectos.
MOVIMENTAÇÃO: movimento suave, com passos curtos quando caminhando;
trote ágil e cadenciado; galope enérgico.
PELE: grossa, elástica; não muito justa; membranas mucosas internas e externas
preferivelmente pigmentadas.
PELAGEM
Pelo: todo o corpo se encontra abundantemente revestido de pelos resistentes, sem
subpelo. Há duas variedades de pelos: uma longa e ondulada e outra mais curta e
encaracolada. A primeira é ligeiramente lanosa e brilhante; a última é densa, sem
brilho e forma cachos cilíndricos compactos. Com exceção das axilas e virilhas, os
pelos distribuem-se por igual em todo o corpo. Na cabeça tomam o aspecto de
tufos, na pelagem ondulada, e encaracolada na outra variedade. O pelo das orelhas é
mais longo na variedade de pelo longo e ondulado.
COR: a pelagem é preta ou marrom em suas várias tonalidades, ou branco sólido.
Em pelagens pretas ou marrons, o branco é aceito nos seguintes locais: focinho,
topete, pescoço, antepeito, abdômen, ponta da cauda e parte inferior dos membros,
abaixo dos cotovelos e jarretes. A pelagem branca deve existir sem albinismo,
consequentemente, a trufa, as bordas palpebrais e o interior da boca devem ser
pigmentadas de preto, ou de marrom em cães marrons. É característica nesta raça a
tosa parcial da pelagem, quando esta se torna muito comprida. A metade posterior
do corpo, o focinho e parte da cauda são tosados, deixando-se um tufo de volumosos
pelos longos na sua ponta.
TAMANHO / PESO
Altura na cernelha: machos: 50 - 57cm. Altura ideal 54cm.
fêmeas: 43 - 52cm. Altura ideal 46cm.
Peso: machos: 19 - 25kg
fêmeas: 16 - 22kg



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Deixe seu comentários :






Profissionais Colunistas


bullet  https://www.peritoanimal.com.br/infeccao urinaria em gatos sintomas tratamento e prevencao 21187.html

bullet  Dan Wroblewski www.bordercollie.com.br dw@parquecanino.com.br

bullet  tatiana lermontov - frª 8331- rj fonoaudióloga, psicomotricista, eerapeuta al 24 de outubro 78 icaraí - niterói - rj (21) 2611-5626 / 9691-6646 centro de eqerapia pratique

bullet  Juliana Bortoletto Clinica Vet health, rua: jose gomes moreno, 50 terra nova 2 São Bernardo do Campo/SP , crmvsp 18.377 fone: (11) 41014260

bullet  Claudia Leschonski Veterinária de Cavalos Blog http://leschonski.blog.terra.com.br/

Confira todos os Colunistas

Sugestão de nomes para filhotes:



bullet  Yaman bullet  Zetabullet  Churchilbullet  Quackbullet  Titanic
Confira todas as sugestões de nomes



Perguntas mais frequentes


bullet  As informações no ConteudoAnimal.com.br substituiem consulta veterinária?

bullet  Quantas pessoas acessam o conteudoanimal.com.br, diariamente, mensalmente, anualmente ?

bullet  Eu sou vet ou profissional do ramo e quero incluir dicas veterinárias

bullet  Eu não encontrei material sobre meu pet ?

bullet  Como anunciar no ConteudoAnimal.com.br ?

Ver todas perguntas mais frequentes

Dicas Veterinárias:


bullet  Como fazer seu cachorro parar de destruir tudo

bullet  Mielopatia degenerativa

bullet  Leishmaniose ou calazar: a culpa não é dos cães

bullet  Hidroterapia em cães

bullet  Piodermite

Ver todas as Dicas Veterinárias

Letras de Música:


bullet  Cavalgada/amada amante

bullet  Fera ferida

bullet  Menina veneno

bullet  Vida de cachorro

bullet  Burguesia

Ver todas as Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet  O gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bullet  Procurando nemo

bullet  Olhos de gato (cat s eye)

bullet  Benji - o filme

bullet  Seefood um peixe fora d agua (seefood)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Crianca, cachorro que fala!

bullet  Passaros sao eternos, os

bullet  Memorias de um gato

bullet  A volta do gato preto

bullet  Livro de banho galinha pintadinha

Ver todos os Livros

Declaração Universal dos Direitos dos Animais



Curiosidades do dia a dia :

bullet  Nome de Famosos --> Paulo Coelho,

bullet  Animalaço --> Ignorante

bullet  Cavalo --> Aparelho de ginástica olímpica masculina (de pau) derrapagem com carro (Remada Cavalinho) Aparelho de musculação (rabo de) Modo de prender o cabelo Ramo ou tronco de onde se faz enxerto (de batalha) Complicação (vapor) - medida de potência (cv ou hp) (de tróia) - armadilha (abrir o) Mandar alguem retirar o que disse Peça de xadrez

bullet  Não ser nem peixe nem carne --> Não ter opinião

bullet  Pardal --> Apelido dos aparelhos que medem a velocidade de carros em área controlada.

Confira todas as curiosidade do cotidiano



Encurtador de URL:

URL:

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos