Digite aqui a palavra-chave.






Redes Sociais


Instagram

Home Page > Raças & Espécies > Cães > Bulldog




Bulldog

 BULLDOG

País de origem: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Bulldog
Utilização: Companhia
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o Bulldog foi o primeiro classificado como tal na
década de 1630, embora houvesse anterior menção de tipos similares designados
“bandogs”, hoje um termo reservado para um tipo de cão de briga. Usado
inicialmente para o combate a touros (“bull-baiting”), o Bulldog também
batalhou seu caminho através das rinhas de cães, mas depois de 1835 começou
a evoluir para a versão de cara mais curta e atarracada que conhecemos
atualmente. Ele entrou nas exposições em 1860 e, nos anos seguintes, viram
uma grande mudança de personalidade. Um cão deliciosamente feio, com uma
expressão de pugilista, que esconde um carácter amoroso e afetuoso com a família
e amigos. Uma das raças autóctones mais antigas, conhecido como o Cão
Nacional da Grã-Bretanha e associado em todo o mundo com a determinação
britânica e do lendário John Bull.
APARÊNCIA GERAL: pelo macio; atarracado, de estatura bastante baixa, largo,
poderoso e compacto. Cabeça maciça, bastante larga em proporção ao tamanho,
mas nenhuma parte deve estar em excesso em proporção a outras, a ponto de prejudicar
a simetria geral ou fazer com que o cão pareça deformado ou mesmo interferir em
sua movimentação. A face é relativamente curta; focinho largo, grosso e levemente
inclinado para cima, embora não excessivamente. Cães mostrando dificuldades
respiratórias são altamente indesejáveis. Corpo razoavelmente curto, bem ajustado.
Membros robustos, bem musculosos e em muito boa condição sem tendência à
obesidade. Posterior alto e forte. Fêmeas não são tão imponentes ou bem
desenvolvidas quanto os machos.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: o Bulldog dá uma impressão de
determinação, de força e atividade. Alerta, valente, leal, confiável, corajoso, de aparência
feroz, mas dotado de uma índole afetuosa.
CABEÇA: vista de perfil, parece muito alta e moderadamente curta do occipital à
trufa. A testa é plana, com pele acima e ao redor da cabeça, ligeiramente solta e
finamente enrugada, sem excesso, nem proeminente, nem pendente na face. A face,
desde a frente dos ossos das bochechas (arcos zigomáticos) até a trufa, é
relativamente curta. A pele pode ser levemente enrugada. A distância do canto
interior do olho (ou do centro do stop entre os olhos) até a extrema ponta da trufa
não deve ser menor que a distância da ponta da trufa à comissura labial inferior.
4
REGIÃO CRANIANA
Crânio: relativamente grande em circunferência. Visto de frente, aparenta ser alto
do canto do maxilar inferior até o occipital; também largo e quadrado. Um sulco se
estende a partir do “stop” até a metade do crânio e pode se prolongar até o ápice da
cabeça (occipital).
Stop: definido.
REGIÃO FACIAL: vista de frente, as várias partes da face devem ser igualmente
balanceadas de cada lado de uma linha imaginária descendo do centro.
Trufa: trufa e narinas grandes, amplas e pretas, jamais de cor fígado, vermelha ou
marrom. Narinas bem grandes, largas e abertas, com uma linha reta vertical bem
definida entre elas.
Focinho: curto, largo, curvando-se para cima e muito profundo do canto do olho ao
canto da boca. A ruga sobre a narina, caso presente, inteira ou incompleta,
nunca deve afetar negativamente ou ocultar os olhos ou a narina. Narinas
estreitas e rugas pesadas sobre a narina são inaceitáveis e devem ser severamente
penalizadas.
Lábios: grossos, largos, pendentes e profundos, cobrindo completamente as laterais
da mandíbula, mas unindo-se ao lábio inferior na frente. Dentes não visíveis.
Maxilares / Dentes: maxilares largos, grandes e quadrados. A mandíbula se projeta
levemente para frente do maxilar superior, com moderada curvatura para cima.
Maxilares largos e quadrados, com seis incisivos pequenos regularmente inseridos
entre os caninos, em uma linha reta. Caninos bem separados. Dentes grandes e fortes,
nunca devem ser vistos com a boca fechada. Quando vista de frente, a mandíbula
deve se juntar direta e paralelamente ao maxilar superior.
Bochechas: bem arredondadas e estendidas lateralmente além de cada lado dos
olhos.
Olhos: vistos de frente, inseridos baixos no crânio, bem separados das orelhas.
Olhos e stop numa mesma linha reta em um ângulo reto do sulco frontal. Bem
separados, mas seus contornos externos ficam contidos no contorno das bochechas.
Redondos, de tamanho moderado, nem inseridos profundamente nem proeminentes.
De cor muito escura, quase preta, sem mostrar o branco quando olhando diretamente
para frente. Livre de óbvios problemas oculares.
5
Orelhas: inseridas altas, isto é, a borda anterior de cada orelha (vista de frente) se
junta ao contorno do crânio no seu canto superior, de maneira que as orelhas fiquem
bem separadas, mais altas e o mais distantes possível dos olhos. Pequenas e finas.
Orelhas em rosa é correto, quer dizer, dobradas para dentro na sua parte posterior, a
borda anterior ou superior interna se curva para o exterior e para trás, mostrando a
parte interna do ouvido.
PESCOÇO: de comprimento moderado, grosso, profundo e forte. Bem arqueado
atrás, com alguma pele solta, grossa e enrugada na garganta, formando pequena
barbela de cada lado.
TRONCO
Linha superior: ligeiramente caída para trás, atrás dos ombros (parte mais baixa),
de onde a coluna vertebral se direciona para o lombo (ponto mais alto que o ponto
dos ombros), descendo, de novo, bruscamente, até a cauda, formando um ligeiro
arco (chamado “roach-back”), característica típica da raça.
Dorso: curto, forte, largo nos ombros.
Peito: largo, proeminente e profundo. Costelas bem arqueadas para trás. Peito redondo
e profundo, bem descido entre as pernas dianteiras. Costelas não planas nas laterais,
mas bem arredondadas.
CAUDA: inserida baixa, saliente e reta, depois inclinando para baixo. Redonda, lisa,
sem franjas ou pelos ásperos. De comprimento moderado, mais curta do que longa,
grossa na raiz, afilando rapidamente para uma ponta fina. Portada baixa (não tem uma
curva para cima, na ponta), nunca portada acima do dorso. Ausência de cauda,
caudas invertidas ou extremamente apertadas são indesejáveis.
MEMBROS
ANTERIORES
Aparência geral: pernas curtas em proporção às pernas posteriores, mas não tão
curtas que o dorso pareça longo ou prejudique a atividade do cão.
Ombros: largos, oblíquos e profundos, muito poderosos e musculosos, dando a
aparência de serem unidos ao corpo.
Cotovelos: longos e colocados bem longe das costelas.
6
Antebraços: muito robustos e fortes, bem desenvolvidos, bem separados, grossos,
musculosos e retos. Ossos das pernas grandes e retos, nem arqueados nem tortos.
Metacarpos: curtos, retos e fortes.
Patas: retas e viradas muito ligeiramente para fora; de tamanho médio e moderadamente
redondas. Dedos compactos e grossos, bem separados, com juntas proeminentes e
altas.
POSTERIORES
Aparência geral: pernas grandes e musculosas, ligeiramente mais longas em
proporção que às anteriores. Pernas longas e musculosas do lombo aos jarretes.
Joelhos: virados muito ligeiramente para fora.
Jarretes: ligeiramente angulados, bem descidos.
Patas: redondas e compactas. Dedos compactos e grossos, bem separados, com
juntas proeminentes e altas.
MOVIMENTAÇÃO: parecendo andar a passos curtos e rápidos, na ponta dos
dedos. As patas posteriores não se elevam muito, parecendo roçar o chão. Quando
o cão se movimenta rapidamente, um ou outro ombro avança. Uma movimentação
sem defeitos é de suma importância.
PELAGEM
Pelo: de textura fina, curto, fechado e liso (duro unicamente por ser curto e fechado,
mas não de arame).
COR: unicolor ou “smut” (com fuligem, isto é, de uma só cor com máscara preta ou
focinho preto). Somente unicolor (que deve ser brilhante e puro); tigrado, vermelho
em suas diferentes tonalidades, fulvo, marrom claro, etc.; branco e malhado
(combinação de branco com qualquer das cores precedentes). As cores fígado,
preto e preto com castanho são altamente indesejáveis.
PESO: machos: 25 kg.
fêmeas: 23 kg.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Deixe seu comentários :






Profissionais Colunistas


bullet  Jacqueline R. F. Cremoneze profissão: Médica Veteriária CRMVSP21312 Sou médica veterinária formada pela Faculdade de Jaguariúna em junho 2006, e minha dedicação com as aves começou no ano de 2003. Devido a isso, presto apoio a todos os interess

bullet  Prof. Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho

bullet  Av. Brasil 1772, Jd. Chapadão Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 // (19) 9822 3758 contato

bullet  https://dicaspeludas.blogspot.com.br/2012/09/corrimento nasal nos caes.html

bullet  Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas ADEAL

Confira todos os Colunistas

Sugestão de nomes para filhotes:



bullet  Valentin bullet  Orcabullet  Timbullet  Pakitabullet  Astra
Confira todas as sugestões de nomes



Perguntas mais frequentes


bullet  Quem escreve para o ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Quantos leitores acessam ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Como anunciar no ConteudoAnimal.com.br ?

bullet  Eu não encontrei material sobre meu pet ?

bullet  Como incluir notícias de seus clientes ?

Ver todas perguntas mais frequentes

Dicas Veterinárias:


bullet  50 dicas para viver bem com seu cão

bullet  Porque os gatos têm medo de pepinos?

bullet  Muitos em cães

bullet  Reprodução de hamsters

bullet  Nervo / músculo doença em cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Letras de Música:


bullet  Falou E Disse

bullet  Cavalo manco banda calypso

bullet  Smelly cat

bullet  Galo eu te amo almir rouche

bullet  Não atire o pau no gato aline barros

Ver todas as Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bullet  Água para elefantes

bullet  Batman forever (1995)

bullet  Madagascar iii

bullet  Gato negro (black cat (gatto nero))

bullet  Birdman

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  O cachorro e o lobo

bullet  Nosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bullet  O gato que falava com fantasmas

bullet  Cachorro tem cada uma

bullet  97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

Ver todos os Livros

Declaração Universal dos Direitos dos Animais



Curiosidades do dia a dia :

bullet  Soltar os Cachorros em cima --> Insultar , discuti

bullet  gateza --> Agilidade

bullet  vender o peixe --> tratar de assuntos de sua especialidade e interesse

bullet  Cachorrada --> Ação Má, Canalhice,

bullet  Olhos de Tigre ou de Águia --> Visão apurada

Confira todas as curiosidade do cotidiano



Encurtador de URL:

URL:

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos