Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Raças & Espécies > Cães > Basset Fauve de Bretagne

pinterest



Basset Fauve de Bretagne

 bassetfauvedebretagne
História
o basset fauve de bretagne descende do grand fauve de bretagne, uma raça canina já extinta esta última era de grande porte, medindo entre 70 e 75 cm existem duas teorias acerca de como se chegou ao pequeno basset fauve de bretagne: cruzado a variedade grande com outras raças de bassets; ou através da selecção dos exemplares mais baixos e lentos ao longo do tempo
pensa-se que os primeiros bassets deste tipo terão sido criados por volta do século xvii, embora só se tenha certeza da existência desta raça a partir do século xix
o basset fauve de bratagne tornou-se bastante popular e apesar de rumores de que esteve quase à beira da extinção durante a ii guerra mundial, historiadores e amantes da raça, vieram desmentir esse facto a acusação era a de que este basset foi cruzado com outras raças devido ao baixo número de exemplares que havia em meados do século xx mas historiadores e amantes da raça, contrapuseram, afirmando que o basset fauve de bretagne sempre foi bastante popular entre caçadores, sobretudo na zona oeste de frança
não há também certezas acerca da introdução de sangue de outras raças nos anos 70 do século xx pensa-se que com a crescente popularidade deste basset, caçadores tenham tentado apurar o seu instinto de caça, cruzando-o com o basset griffon vendeen, e que poderão ter utilizado o dachshund vermelho para fixar a cor
a raça não deixou de perder popularidade, pelo contrário os registos da raça aumentaram ao longo de todo o século xx exímio caçador, sobretudo de lebres, é hoje tido também como animal de companhia
temperamento
o basset fauve de bretagne é um caçador dedicado, mas também uma companhia calma
sociável e afectuoso, são óptimos cães de família que graças ao seu passado de caçador em matilha, dá-se bem com outros cães aceita também gatos, desde que tenha sido educado com eles desde pequeno, mas o seu instinto de caça por vezes torna-os imprevisíveis junto de animais pequenos
o basset fauve de bretagne é corajoso e determinado, por vezes ao ponto de se tornar teimoso apesar destas características o tornarem num excelente cão de caça, fazem com que seja também mais difícil de treinar em defesa desta raça podemos dizer que o basset fauve de bretagne aprende facilmente num ambiente controlado, mas quando testado na rua ou em sítios com vários estímulos, o cão rapidamente se distrai e não liga às ordens do dono
devido ao seu instinto apurado, são cães que se distraem facilmente quando captam rastros de outros animais por isso é aconselhável passeá-lo sempre de trela, pois pode fugir e perder-se facilmente
o basset fauve de bretagne necessita de exercício moderado, mas acompanha sem dificuldade o dono, caso este exija mais do cão
aparência geral
o basset fauve de bretagne é um de porte pequeno, medindo entre 32 e 38 cm, embora haja a tolerância de dois centímetros em exemplares excepcionais
esta raça é robusta e bastante rápida tendo em conta o seu tamanho a cabeça é algo comprida com um stop marcado o nariz é preto ou castanho escuro com narinas bem abertas os olhos são castanhos escuros com uma expressão viva as orelhas são pendentes e pontiagudas, terminando pouco por baixo do maxilar
o pescoço é curto e musculoso o corpo bem constituído do basset fauve de bretagne permite-lhe ter muita energia aliada a uma grande resistência as pernas são musculosas, sobretudo as patas traseiras, mas permitem-lhe ter um andamento vivo a cauda é de comprimento médio, grossa na base e afunilando até à ponta
a pele desta raça é grossa o que juntamente com a pelagem áspera e curta permite ao basset fauve de bretagne caçar em vários terrenos apesar de grossa, a pele não tem rugas o pêlo não é lanoso nem encaracolado, mas tem um aspecto de despenteado o focinho não deve contudo ser demasiado peludo
as cores permitidas são o fulvo, desde o dourado ao vermelho tijolo alguns pêlos negros dispersos pelo dorso e orelhas são tolerados alguns exemplares apresentam uma estrela no peito, o que não é desejável
saúde
as doenças com maior incidência no basset fauve de bretagne são o cancro, problemas cardíacos e renais
uma das causas mortais mais comuns nesta raça são os atropelamentos para isso muito contribui o instinto de seguir um rastro e o facto de andar sem trela na rua


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Cano do exlio

bullet  O hipoptamo

bullet  Auto do boi

bullet  Saudade da minha terra

bullet  Cachorro magro

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Voc sabia que o uso do ultrassom facilita e agiliza na obteno de informaes sobre o seu animal?

bullet  Perguntas e respostas sobre imunoterapia

bullet  Abscessos em ces

bullet  Piodermite

bullet  A intoxicao por veneno de sapo em ces

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Eduardo Lobo, 11 973119698, Rua Lomas Valentinas 358 saude SP, eduardolobo.vet@gmail.com, http://www.equilibriumcursos.com.br , http://www.Facebook.com/Equilibriumvet

bullet  https://upacfortaleza.wordpress.com/artigos/por que alguns caes odeiam ficar sozinhos/

bullet  Claudia Niemeyer (11) 77130407 claudia@veterinariaaves.com.br www.veterinariaaves.com.br

bullet  Giorgia Bach advocacia@praticaclinica.com.br

bullet  Daniel Zacharias Zago Mdico Veterinrio Clnica Geral e Reproduo Equina 11 82627922

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Madagascar iii

bullet  Lassie

bullet  O gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bullet  Um peixe chamado wanda (a fish called wanda)

bullet  Madagascar i

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Sucesso na criao de pssaros canrios e periquitos

bullet  O selo da agonia - livro dos cavalos

bullet  A arca de no

bullet  Gato que gostava de cenoura

bullet  Gato viriato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos